Madam Secretary – 3×09 – Snap Back

Madam Secretary Snap Back MAIOR

Imagem: Spoiler TV

Continua após as recomendações

Com a escolha do próximo Presidente dos Estados Unidos nas mãos da Câmara dos Deputados, Madam Secretary resolveu deixar os assuntos eleitorais um pouco de lado para focar com bastante força no que o roteiro sabe fazer de melhor – criar, desenvolver e (tentar) resolver conflitos internacionais, mais precisamente, no Oriente Médio com Israel prestes a declarar guerra contra o Irã.

Madam Secretary Snap Back MENOR

Imagem: TV Fanatic

Continua após a publicidade

É verdade que tratar dessa região no mundo como problemática não é apenas um pleonasmo, como também um clichê por parte dos americanos que tendem a se mostrar como membros do exército da salvação para evitar uma ebulição no mundo árabe. Entretanto, a maneira didática que o roteiro aborda as negociações diplomáticas e confunde-as com cálculos imprecisos sobre o impacto na política doméstica, tornam as propostas mais interessantes de se acompanhar e eloquente.

O que tornou “Snap Back” ainda melhor foi a facilidade com que conseguiu, apesar da densidade da temática, introduzir diversas sequências cômicas desde os diálogos estridentes entre Russell e Stevie até chegar na lambança feita por Sam Evans. É claro que teria gostado ainda mais caso o roteiro tivesse explorado esse poder da imprensa americana em (tentar) jogar a imagem de um candidato na lama, todavia, a oportunidade de conferir Téa Leoni revivendo seus grandes momentos de atriz de comédia do início do século de 2000, valeu a pena.

Levando em conta o tamanho do problema que o episódio nos trouxe, envolvendo dois países historicamente problemáticos e a violação de um acordo nuclear com o Irã, que se assemelha muito com aquele da vida real, esperava a participação maior de um corpo diplomático que fosse além da participação oculta dos mesmos. O telespectador sabe que os principais aliados dos Estados Unidos são Reino Unido, França e Alemanha, então porque não trazê-los para a história de uma forma mais afirmativa?

Quanto ao gancho do final do episódio acredito que teremos o melhor desenvolvimento no Winter Finale, visto que até o momento tamanho twist aparece como um mero cliffhanger que o telespectador sequer imaginava que aconteceria, principalmente com aquele personagem. Madam Secretary não pode entregar qualquer coisa com o único intuito de segurar sua audiência mediana em 2017, tem que se concentrar em construir uma história coerente e que diga que essa temporada é realmente uma das melhores até então.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=o_LKAaZP1_w [/youtube]

Nenhum comentário

Adicione o seu