Madam Secretary – 3×14 – Labor of Love

Imagem: Spoilers Guide

Continua após a publicidade

Depois de um longo período de descanso, em razão de programações especiais como o Grammy e o Oscar, Madam Secretary voltou para o resto da sua temporada com uma proposta de história mais leve, mais despretensiosa e quem sabe até um pouquinho romântica e idealista, bem porque o tema retratado aqui não é apenas sobre os problemas da América do Sul e de um casal considerado a versão colombiana de “Romeu e Julieta”. Parece bobo, mas acredite quando digo que fica muito divertido.

Imagem: CBS

Deixando o Oriente Médio descansar um pouco, tal qual o acordo de paz entre o Irã e Israel, o roteiro voltou-se para aquilo que um dia foi a menina dos olhos do governo americano nos anos Roosevelt, a América Latina, ou América do Sul como trouxeram aqui. Os países que trouxeram problemas para Elizabeth desta vez foram a Colômbia e a Venezuela, que na vida real não estão num bom momento.

Pelo que pude entender, o episódio no trouxe um grande acordo de paz sendo assinado por ambos os países após anos e anos de uma luta desnecessária que serviu apenas para consumir dinheiro do erário. Com ajuda do casal sensação do momento por trazer a mulher de um lado e o homem do outro, é muito provável que o Presidente Dalton e a Secretária de Estado consigam mais uma estrelinha no seu currículo de boas soluções internacionais.

É claro que as coisas não se desenvolvem tão facilmente, até porque, o roteiro precisa de uma certa barriga para seguir em frente, costurar diretinho e terminar o episódio com um belo gancho. Confesso que o clímax me pareceu estranho e de certa forma apelativo, mas como estamos num momento onde o Secretário de Estado da vida real, o estranho Rex Tillerson, não realiza sequer uma coletiva de imprensa desde quando tomou posse, não acredito que consigo usar o fator “fora da realidade” para criticar uma ideia diferente de Madam Secretary.

Com Henry completamente deslocado da história, Stevie conseguindo um pouquinho mais de atenção, meus destaques do elenco de atores coadjuvantes ficaram com Jay e se matrimônio despedaçado, acredito que há uma narrativa muito boa ali para ser desenvolvida. Além de Daisy, que finalmente foi introduzida em algo decente, além de correr atrás de homem. Quem viu Patina Miller na Broadway, como este que vos escreve, sabe o tamanho do talento que essa atriz possui.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=UBwcr1AhsLI [/youtube]

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours