Marielle: como assistir e tudo sobre a série do Globoplay

Marielle Série Globoplay

Marielle virou tema de série do Globoplay

O primeiro episódio de ‘Marielle – O Documentário’ ganhou exibição nesta quinta-feira, dia 12, na ‘Pré-estreia Globoplay’, na TV Globo. O episódio, que faz parte de uma série de seis capítulos, estará disponível gratuitamente na plataforma de streaming. No entanto, os cinco restantes serão exclusivos para assinantes do Globoplay.

“Marielle – O Documentário” conta a história da mulher que nasceu no Complexo da Maré, assassinada no dia 14 de março de 2018, no Estácio, bairro do Centro do Rio de Janeiro, junto do motorista Anderson Gomes. Com conteúdo audiovisual inédito, o material reúne entrevistas com os familiares das vítimas, policiais, jornalistas que cobriram o caso, procuradores e autoridades políticas.

Produzido ao longo de cinco meses, o documentário tem direção e roteiro de Caio Cavechini, edição e roteiro de Eliane Scardovelli, edição de Rafael Armbrust e Felippe Ferreira, reportagem de Leslie Leitão, Arthur Guimarães, Felipe Freire, Sara Pavani e Tyndaro Menezes, pesquisa de Maria Morganti e Camila Azevedo Souza, fotografia de Mariane Rodrigues, Pedro Henrique Machado e Douglas Lopes e produção executiva de Ali Kamel, Erick Brêtas e Ricardo Villela. Com seis episódios, ‘Marielle – O Documentário’ marca o início da produção de séries documentais do Jornalismo da Globo para o Globoplay.

Sobre a série Marielle

A série documental joga luz numa história marcante, impactante e brutal. Foram necessários 5 meses para estruturar e organizar todo o material. A série em nenhum momento se propõe a ter caráter investigativo, a fazer papel de polícia. No entanto, a produção mergulha na investigação que ainda está em andamento e no inquérito policial. Ao longo dos episódios, a série apresenta todas as linhas de investigação do caso. Já a cronologia da série é segmentada em duas, a vida de Marielle e o dia de seu atentado até os dias atuais.

Continua após a publicidade

Sua ambientação não é nada sensacionalista, a montagem é tão orgânica que o trabalho chega a ser quase imersivo. Ainda que ninguém tenha acompanhando o caso pelos jornais, a série documental permite o público conhecer e ter empatia com a pessoa Marielle, que mesmo ausente se faz presente.

Além disso, unindo imagens do jornalismo da Globo com material inédito, o documentário utiliza mensagem de áudio e texto de WhatsApp como recurso narrativo para contar a história. A partir do segundo episódio começa a repercussão do caso, a investigação e o surgimento das fake news.

Marielle – O documentário traz voz a história de alguém que foi calado de forma precoce e brutal. Durante a coletiva os produtores expressaram tranquilidade diante de possíveis críticas. O compromisso maior e mais urgente é contar quem era a Marielle, e por que até hoje ninguém disse quem matou e quem mandou matar. Ainda que o caso não tenha um fechamento, a série consegue amarrar a trama e entregar um desfecho.

E você, ficou curioso para assistir a produção? Deixe nos comentários.

Além disso, confira todas as notícias do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours