Marvel's Agents of Shield – 2X19 – The Dirty Half Dozen

Agents-of-SHIELD-S02E19-Skye

Imagem: CDN Screenrant

OLÁ, OLÁ AGENTES! Vamos refletir e comentar sobre esse episódio que foi simplesmente M A G N Í F I CO? Só quero lembrar a gurizada, que esse post contém SPOILERS e também é isento de IMPARCIALIDADE!

Mas antes de comentar o que eu achei mais f*da no episódio, quero deixar uma coisa bem claro: esse episódio foi recheado de momentos que precisam ser ressaltados, porém, vamos começar pelo qual eu mais gostei. Raina definitivamente é uma das personagens que não sabemos se: (X) Odiamos (X) Amamos (X) Temos dó. Ela causa no telespectador um misto de sentimentos, porque ao mesmo tempo que você tem raiva dela, você tem dó dela por ela ter sonhado tanto com a perfeição, e acaba tendo pena de ver ela se sentir mal por ter virado algo menos que perfeito. Mas nesse episódio, ela definitivamente mostrou qual é o seu verdadeiro poder, afinal, era algo que não havia sido explorado ainda e acabou sendo um dos segredos dessa temporada. Então, a espinhosa tem o poder de  Clarividência , nada mais é de forma BEM resumida, a capacidade de ver os acontecimentos do futuro. O mais legal do episódio é que começa com Raina vendo os acontecimentos atuais da série – que se desenvolveram nesse episódio – e termina com ela mesma vendo o futuro, que no caso são os eventos do filme “Vingadores: A Era de Ultron“. E o mais legal dessa visão dela é que ela relata exatamente algumas das cenas do filme, no caso, a batalha final, e a espinhosa diz “Homens de metal destruirão o mundo“,  me arrepiei com essa cena. De longe, é a melhor cena do episódio, alias, tudo o que veio de Raina foi EXCELENTE.

Outra cena que me deixou MUITO LOUCO, foi quando aconteceu a cena do reencontro de todos os agentes de Phil Coulson. Rolou aquele remember da época em que a série caminhou meio mal, e todos os personagens eram felizes. Mas ainda assim, gostei mesmo de ver a atual interação de Ward com o restante da equipe. Mas retomando, Ward fez um discurso pedindo desculpas por ter traído os amigos e tudo mais,  e mesmo assim, a equipe não ficou mexida. Pelo contrário, Skye solta um “Eu gostei de atirar em você” e todos concordam. Ela então continua, “Eu me arrependo de não ter atirado na sua cabeça”,  e todos concordam novamente. Preciso dizer que eu ri muito com tudo isso?

Seguindo, as coisas mudaram, e durante a missão, para recuperar Lincolm e Deathlock da Hydra, tivemos a mudança de um dos personagens que chamou a atenção: Simmons. Ela se tornou alguém seca de sentimentos e muito determinada em diversas situações, inclusive matar alguém que ama para ter um “mundo” melhor. Lembrando que ela era a favor de ‘matar’ a Skye durante alguns episódios. Mas aqui, ficou bem evidente que ela mudou, pelo simples fato dela querer matar Ward com um desintegrador. No entanto, ele foi salvo por Bakshi, que morreu no lugar do Ward.

Vamos falar agora da sequência de ação sobre a invasão na base da Hydra, que simplesmente me deixou A N I M A D O com a série. Ainda pegando o gancho sobre mudanças, nessa sequência, vemos a evolução da Skye, de uma mera hacker, que mal sabia socar alguém, para um ser com poderes e quase, QUASE, uma mestre em artes marciais, além do manuseio de armas de fogo. Gostei de terem focado nela, pois, tivemos um grau de evolução da personagem. Considera-se que esse episódio foi, de forma geral, um remember dos velhos tempos da equipe feliz do Coulson.

Obs.: Coulson com terapeuta: Eu não engoli isso muito bem, me custa a acreditar.

Share this post

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.