Marvel’s Agents of Shield-1×21-Ragtag

shield-21

Continua após as recomendações

Enfim entendemos a relação que achávamos estranha entre Ward e Garett logo no começo do episódio, e conhecemos a real história de Ward.Vamos a esse flash back e depois voltamos ao episódio que precede a season finale que tem tudo para ser explosiva, literalmente!

Ward era de fato um delinquente, foi até a casa de seus pais para incendiá-la, com o irmão dentro, e foi preso, logo recebe a visita inesperada de Garett que se diz interessado por pessoas como ele, que são chamadas de inconsequentes, neles, ele vê potencial, e faz uma oferta para o ainda teen Ward, 10 segundos, diz sim, e te tiro daqui para trabalhar em uma organização secreta, a resposta foi bem óbvia, e logo Ward vira pupilo de Garett, que deixa o garoto na floresta, com um cachorro para se virar, e voltava daqui a alguns meses…e ele volta com um Ward já sabendo se virar bem, e pronto para novas lições, inclusive sobre HYDRA. Garett foi deixado para morrer pela Shield em uma operação, mas aguentou e prometeu vingança, aí que ele entra para a organização fascista, e o Ward acaba devendo tudo que aprendeu a ele, e logo a HYDRA, ele tem que manter o disfarce, sem fraquezas, tanto que no final do flash back (que vai por todo episódio, não é junto assim não ok?!) Garett manda Ward matar o cachorro, porque ele seria uma fraqueza… deixo para responder se ele matou depois.

Continua após a publicidade

Durante o episódio a grande sacada é Skye e seu jeito harcker, ela precisa de um computador da HYDRA para inserir um pen drive que irá deixar um cavalo de troia nos arquivos do HD roubado no último episódio e assim ninguém teria acesso, tudo seria destruído, fácil, o difícil será achar esse computador, entrar e plugar o pen drive, mas Coulson e May se infiltram no coração da tecnologia da HYDRA, a Cybertek, uma corporação tecnológica responsável pelo projeto Deathlok, claro que na surdina, ninguém sabe que eles são responsáveis, apenas nossos agentes, que chegam lá como a foto acima, meio Fitz-Simmons mais velhos, para uma entrevista, enquanto Skye procura baixar a planta da locação e um computador, o que ela acha, mas nada é o que parece, não há um computador, a Cybertek é meio que “old school”, resumindo, usa aqueles arquivos gigantescos com pastas numeradas e tudo, logo eles jogam o arquivo mais importante pela janela para Triplett, Skye, Fitz e Simmons pegarem, e saem em alto e antigo estilo do prédio (obrigada avô do Triplett pelos “brinquedinhos” antigos da Shield!).

Fraqueza...

Fraqueza…

Logo se descobre que o primeiro protótipo de ciborgue, ou partes em seres humanos foi exatamente com Garett, devido aquela ocasião que ele foi deixado pela equipe da Shield para morrer, já isso é bastante coisa para equipe processar, sem contar que Fitz se recusa todo o episódio a acreditar que Ward é de fato mau. Raina enquanto isso em Cuba descobre tudo sobre Skye, ou é o que parece e fala para Ward, ela não é humana, além de conseguir sintetizar o GH-325 para Garett, que já muda a base para os EUA, de acordo com Quinn (ele está de volta mesmo!) as operações de Mike chamaram a atenção de todos, inclusive dos poderosos em Washington, e ele como um pássaro ressurgindo das cinzas, estava indo para lá conversar sobre a venda dos cyber-humanos.

Nesse meio tempo a equipe de Coulson descobre a base de Cuba e corre pra lá, Fitz e Simmons vão até onde pode estar o BUS e o resto da equipe onde seria a base da HYDRA, chegando lá Triplett não encontra nada, mas Skye logo nota em tablet que existe sim ainda um computador lá, e logo eles vão atrás do que pode salvar o que resta de arquivo naquele HD (se restou algo). Enquanto isso nossos nerds são pegos, é, Ward não deixa nada escapar, e eles vão para o BUS, porém Fitz usa um dos brinquedinhos antigos para soltar uma carga de energia (eles chamam de outra coisa no episódio mas dá no mesmo), que afeta Garett que é parte máquina, aí se vê toda a fúria do nosso nerd britânico, e falando que Ward deixasse ele morrer, mas não é isso que acontecesse, Garett chama Ward e pede que mate os dois, enquanto Raina cuida dele. Aí começa uma perseguição, até que Ward consegue encurralá-los, Fitz apela para os sentimentos de Ward que se lembra do cachorro… que ele não consegue matar! Mas joga Jenma e Fitz do avião, num tipo de compartimento que cai no mar, o que acontece aí… season finale!

Em Havana a outra parte do grupo acha o computador da HYDRA, junto com vários Deathloks… e o bastão asgardiano (lembram dele?), o que acontece agora? Só semana que vem… season finale… que parece terá um agente muito, mas muito especial da SHIELD para ajudar essa equipe tão querida! Até “Beginning of the End”.

Obs: Ward está divido, nota-se claramente.

Obs1: May e Coulson fofos como Fitz e Simmons!

Obs2: Coulson mega empolgado com as antigas ferramentas da SHIELD!

Avatar

No comments

Add yours