MasterChef Brasil 3×17 – O Terrorista da Cozinha

13595582_488850631305070_701079058_n

Depois de uma incompreensível prova que fez os participantes colocarem café na comida, que nem eu que adoro consegui entender, temos aqui duas propostas mais coerentes, gostosas, o que é uma obrigação e, muito, com ênfase nesse “muito”, divertido. Confesso que ri muito mais do que aprendi qualquer coisa.

Começamos com uma prova de grupos cuja missão era servir pizzas para italianos natos ou descendentes. E o que isso significa? Uma tragédia anunciada. A equipe vermelha foi formada por Bruna, Fábio, Raquel, Lee e Aluísio, que estava como capitão, o que nos mostra uma probabilidade ainda mais de tudo afundar, porque apesar de ser ótimo, não vejo o vejo como um grande líder. Já a azul ficou com: Fernando, Leonardo, Bruna, Pedro e Luriana, a capitão pela primeira vez.

Como disse, foi um grande acerto da produção em escolher a pizza como tema do primeiro desafio, sabe porque? Gordo adora, então não tem como eu desgostar, não é mesmo? Pois bem, tudo caminho nos conformes até que tiveram a brilhante ideia de fazer uma pizza sem queijo. Oi? Isso mesmo que você leu. Tudo bem que poderia fazer algo vegetariano, sem o menor problema, mas até aquele de tomate seco com rúcula tem queijo, não?

Continua após a publicidade

Mas acreditem, não foi fatal, mesmo observando o fato de estarem servindo uma clientela legitimamente italiana. O erro fatal veio do time azul, mais precisamente do Leo que deixou a pizza queimar e arrastou a equipe para a prova de eliminação, mais conhecida também como o ponto alto de qualquer episódio do MasterChef Brasil. O tema? Foi a vinda da chef Helena Rizzo, que chegou para ressaltar ainda mais minha ignorância com essas pessoas famosas do ramo. Qualquer reality show que eles aparecem, sempre terei a mesma reação do Fernando.

Masterchef

Apesar de realçar meu desconhecimento, essas participações são importantes porque me obrigam a estudar mais sobre o assunto e, consequentemente, conhecer os chefs. Apesar de toda a pompa com a presença da convidada, a ideia foi uma das mais agradáveis até o momento: Realçar alguns dos ingredientes propostos (palmito, beterraba…) e trazer um prato que carregasse uma história. O que julguei como extremamente poético.

Tempo correndo, time perdedor cozinhando, algumas pérolas do Fernando para um lado e….o silêncio no mezanino? Sim. De acordo com o Fábio, eles tiveram a brilhante ideia de ficarem calados durante todo o tempo. O que é um alívio para quem assiste e para quem estava cozinhando. Todavia, os jurados ficaram muito quietos durante boa parte da preparação, o que me fez perceber que talvez, estavam um pouco incomodados com a presença da conceituada chef Helena. Porém, mudei de ideia logo em seguida, porque não era possível o ego dos três ser tão grande, né?

Com uma eliminação esperada, justa e necessária, acreditamos que já temos os favoritos a levar o título, mesmo que eu tenha o meu próprio que seguirá anônimo na minha tentativa de manter a imparcialidade nos próximos comentários. Não esqueçam que a exibição a partir desta semana será dupla, isto é, nas terças e nas quartas em razão da extrema falta de planejamento da Band, que mesmo com o pacote de transmissão das Olimpíadas comprada, decidiu fazer uma terceira temporada gigantesca.

Por Bernardo Vieira

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours