Midnight, Texas – 1×03 – Lemuel, Unchained

Imagem: NBC/Divulgação
Imagem: NBC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

E não é que o episódio dessa semana conseguiu manter a qualidade e o ritmo do episódio anterior e ainda foi divertido? Em Lemuel, Unchained, Manfred e Creek continuam se relacionando, e ela com medo do pai super protetor pede para continuar em segredo. Ela deixa claro que só quer diversão, é “um pente, não tem romance”, mas nosso médium está gamadinho nela.

Continua após a publicidade

Continuando a explorar seus personagens, dessa vez o foco foi o vampiro do olho azul, Lemuel “Lem”. Com a chegada de Zach, um amigo do passado e sua caravana de vampiros, os midnighters ficam desconfiados de um ataque iminente. Com o papo de mudança, Zach afirma que não ataca mais ninguém e Lem dá um voto de confiança. Olivia se mostra a mais desconfiada e, junto com Manfred, investiga o ônibus dos vampiros e descobre uma prisioneira sendo drenada.

Continua após publicidade

A chegada dos vampiros abre portas para um backstory de alguns personagens e, assim, o passado de Lem é revelado. Ele era um escravo, não aguentando mais toda dor e sofrimento, queria a todo custo sua liberdade. Foi assim que ele ficou sabendo de um homem que poderia ajudar. Zach, atendendo a seu pedido, o transforma em vampiro e iniciam uma amizade.

Foi legal ver Lemuel fora de controle atacando todo mundo, um bom contraponto com sua vida atual. Acontece que Lem depois de certo tempo se sente mal por matar pessoas e mais uma vez se vê escravo, mas agora de outra coisa, seu desejo por sangue. É nesse momento que ele encontra uma jovem cigana Xylda, isso mesmo, a avó de Manfred. Com seus poderes, ela modifica a condição de Lem, o que explica ele se alimentar de energia e não mais de sangue. E é por isso também que ele tem os olhos azuis. Achei genial essa característica que o diferencia de diversos vampiros que já vimos em séries e filmes.

Continua após publicidade

Porém, Zach não apareceu apenas para rever seu amigo de longa data, ele quer permissão para voltar a morar em Midnight, o que não deixa Lem nada feliz. No passado, Lem expulsou todos os vampiros da cidade e se tornou o único por ali. Ao perceber resistência, Zach declara guerra e dá o comando para seu grupo atacar a cidade, e é aí que a ação começa.

Com a cidade sob ataque dos vampiros e Lem envenenado e fraco os Midnighters ficam divididos. Fiji e Bobo ficam juntos na casa dela, já que o lugar é inóspito a seres malignos. Depois acabam abrigando Olivia que conseguiu fugir dos vampiros. Joe e o Reverendo Emílio se abrigam na igreja, protegendo alguns habitantes humanos. Manfred ajuda Creek, seu pai e irmão em sua casa, um dos poucos lugares seguros na cidade.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Em certo momento, Joe revela ao reverendo que é um anjo caído, que abriu mão de sua imortalidade por amor, para ter uma vida simples ao lado de Chuy. Ele diz que o véu místico que protege a cidade está enfraquecendo, dessa forma a cidade está atraindo tudo o que é sobrenatural e maligno, e reforça a profecia. Interessante que se trata de um relacionamento gay entre Joe e Chuy e o assunto foi tratado com muita naturalidade.

Fiji e Bobo trabalham juntos e elaboram armas com lanternas e cristais que reproduzem luz ultravioleta, uma das formas de aniquilar os vampiros. Está mais do que evidente que Fiji é aquela amiga apaixonada pelo cara e ele “bobo” nem percebe. (perdoem o trocadilho) Resta saber se ele é do tipo certo do cara errado. Será que a Fiji conhece algum cristal que possa ajudar sair da friendzone? Fica aí o questionamento.

Imagem: NBC/Divulgação

Os três grupos se comunicam por telefone e elaboram um plano para acabar com os intrusos. Manfred arrisca a própria vida e blefa com Zach dizendo que pode conceder a ele o mesmo poder de Lem, assim Joe consegue voar até a torre, usa a arma de luz criada por Fiji e acaba todos os vampiros. “Todos”.

Olivia mostra que é capaz de qualquer coisa para salvar Lem e também que é muito badass. O salto de madeira usado como estaca no peito da vampira foi demais. Apesar de Manfred arriscar sua vida para salvar a cidade o pai de Creek ainda assim não o suporta e a proíbe de se relacionar com ele. Bem, para mim isso tem cheiro de treta antiga. É bem provável que ele tenha ligação com alguém do passado de Manfred. Um palpite seria Xylda, a velha cigana morou na cidade por algum tempo e conheceu Lemuel – talvez tenha conhecido mais pessoas. Quero destacar também a relação de Manfred e Xylda, os diálogos são sempre muito divertidos. E essa velha cigana, para que incomodou muita gente quando era viva, azar do Manfred que tem que lidar com os problemas dela.

E mais uma vez o dia foi salvo graças… a união dos Midnighters! Até o próximo episódio!

Obs: O gato de Fiji, Mr. Snuggly, apareceu rapidamente no final. Seria pedir demais ter menos cenas com Bobo e mais cenas com ele?

Midnighter de respeito: Lemuel. O cara sofreu muito quando era humano, mais um pouco quando se tornou vampiro e depois de anos, tudo que ele quer é uma vida tranquila com sua garota na sua cidade. Mas quando ele precisa bancar o vilão, ele é o cara.