Mix de Opiniões: A estreia de The Exorcist

Algum herege teve a ideia de readaptar O Exorcista para a TV. Não sabemos quem teve a ideia, mas é um ser corajoso, principalmente por apostar na TV aberta. A FOX abraçou o projeto e a proposta que poderia ser um fiasco, deu certo. Ao menos no piloto. A história, livremente baseada no livro homônimo de William Peter Blatty, acompanha o padre Tomas, jovem que possui suas dúvidas acerca da religião e de seu papel na Igreja. Ele é surpreendido com o pedido de ajuda de uma mulher, que diz ter uma de suas filhas possuída por um demônio. Tomas então parte em busca de respostas e ajuda. É na figura do experiente padre Marcus, um exorcista, que a esperança de salvação se reserva.

Continua após a publicidade

Colaboradores do Mix de Séries assistiram o piloto e se reuniram para debater sobre a estreia. No fim do post, temos a média das notas dadas pelos participantes e o veredito. Antes de saber o que nossa equipe achou sobre The Exorcist, entenda o sistema de notas:

sistemadenotas

mix-opinioes-edu[Eduardo Nogueira: editor do Mix de Séries]: Está aí um piloto que me surpreendeu positivamente, indo além das minhas expectativas. The Exorcist chegou com uma fotografia incrível e um roteiro muito bem construído. Com referências ao filme de 1973, a história promete não ser uma releitura por completa do clássico cinematográfico, com plot twists que já vieram com tudo já em seu primeiro episódio. O suspense apresentado é outro fator que conseguiu prender a atenção, e um dos destaques foi com certeza Alfonso Herrera, nos fazendo em poucos minutos desvirtuarmos de sua imagem em Sense8. Ben Daniels e Geena Davis também merecem créditos, e também já se encaixaram perfeitamente a seus personagens. Se os próximos episódios continuarem nesse ritmo, The Exorcist tem tudo para prender o público, e já estou ansioso para ver o segundo.

mix-opinioes-jeh-80[Jeh Mari: colaboradora do Mix de Séries]:Minha aflição começou muito antes de assistir ao episódio. Impossível não criar expectativas se tratando de uma série baseada em um filme tão clássico e medonho, mas, felizmente, o episódio piloto cumpriu o seu papel. Talvez eu seja muito mole, mas fiquei com medo sim. The Exorcist, pra mim, é um terror psicológico, desses que te deixa tensa, esperando as piores coisas do mundo acontecerem. A fotografia é ótima, e confesso que não esperava algo tão bem feito. Outro ponto positivo é o fato de que eles conseguiram trabalhar um terror sem ser escrachado, com mais credibilidade do que vemos por aí e, talvez por isso, a sensação de nó no estômago seja constante. Não é uma série que estou disposta a ver a noite e isso prova que a missão foi cumprida. Se é uma das melhores séries que já vi na vida? Certamente não, mas o gênero estava muito esquecido. Temos American Horror Story, que já deixou de assustar há algum tempo, então The Exorcist vem para animar os fãs do terror. Se tem futuro, não sei, afinal, esse é um tipo de série para um público muito especifico, mas vale dar uma chance e esperar o que vem pela frente.

mix-opinioes-leticia[Letícia Bastos: editora do Mix de Séries]: Poderia ser piegas, poderia ser exagerado, pedante, ou uma piada pronta, como todas as tentativas de revival que o filme teve, mas não foi nada disso. Apostando no mesmo argumento, mas com uma construção de personagens bem mais clean e oferecendo aquele clima noir típico dos bons filmes de suspense, onde até os momentos com luz são escuros, The Exorcist estreou muito bem. Adorei as homenagens sutis ao clássico – como a notícia no jornal e a música-tema tocando no encerramento. Também adorei os personagens desiludidos com a fé, um clichê muito bem vindo. Mas nada me preparou para a surpresa final, onde conhecemos a verdadeira possuída. Foi tudo tão bem feito, que até perdoo o efeito especial trash na morte do rato. Curti muito a estreia de O Exorcista.

matheus_85[Matheus Pereira: editor do Mix de Séries]: Quando o piloto de The Exorcist acabou eu só sabia de uma coisa: eu teria que dar o braço a torcer e admitir que a arriscada aposta da FOX deu certo. Ao menos por hora, com este ótimo piloto, o revival do clássico dos anos 1970 surpreendeu. Com as expectativas pequenas, estava preparado para um trash no pior sentido da palavra, com tentativas fracas de assustar a audiência, atuações precárias e roteiro frouxo. O que se viu, entretanto, foi o oposto. O capítulo de estreia traz um aura pesada, com uma atmosfera tensa construída desde o primeiro minuto. Além disso, os sustos vistos aqui funcionam, graças à boa tensão moldada com cuidado pela direção de Rupert Wyatt. As sequências de horror puro, envolvendo um breve exorcismo e o desfecho no sótão, são realmente boas, superando com folga as tentativas semelhantes de Outcast e muitos outros programas do gênero. Neste sentido, The Exorcist salta como um ótimo e corajoso exemplo de horror na televisão, algo que precisa ser tratado com cuidado nos próximos capítulos. Além disso, o elenco parece dedicado a fazer o melhor possível para que o projeto dê certo. Ben Daniels é um ator excelente, e pode roubar a cena como o equivalente de Merrin do filme original. Alfonso Herrera tem condições de levar a série como o protagonista que nasceu para ser. Para arrematar a boa surpresa, a fotografia do piloto é coisa de cinema, num ótimo jogo de luz e sombras que dá o clima certeiro ao show.

Veredito:

mixopinioesbaseveredito

E você? Vai perder o medo e assistir The Exorcist? A equipe do Mix de Séries recomenda. A quem interessar, a série passa simultaneamente no Brasil, nas madrugadas de sexta para sábado, 00h, no canal FX. Se ainda tem dúvidas, confere o trailer abaixo:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=5NH3ffAp9aA[/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

2 comments

Add yours

Post a new comment