Lucifer Fox

Mix de Opiniões: o piloto de Lucifer

Preparados para conhecer o Rei das Trevas em pessoa? A mais temida personalidade da cultura cristã ocidental ganha vida na Fox pelas linhas da Vertigo, editora da DC Comics que é conhecida pela sua linguagem mais “adulta” do que as demais.

Assinada por Tom Kapinos (Californication) e produzida pela Warner Bros. TV junto com a Fox, o drama é estrelado por Tom Ellis (Rush), Lauren German (Chicago Fire), Lesley-Ann Brandt (Spartacus), Kevin Alejandro (Arrow) e Rachael Harris (Surviving Jack). Acompanha o anjo caído, que abandona seu reinada nas profundezas para viver na conturbada Los Angeles. Lá, ele monta uma boate e passa a usar seus poderes para ajudar a polícia a resolver os crimes que acontecem na cidade.

 

Lucifer Fox

 

Assim como Supergirl, Lucifer também teve seu piloto vazado e nós, é claro, já conferimos o que a Fox preparou para essa nova série. Será que Gotham terá uma companheira de peso no próximo ano?

No Mix de Opiniões, cada colaborador, além de fazer sua mini crítica, escolhe uma nota, entre 0 e 100, para qualificar o objeto de debate, de acordo com o quadro a seguir:

 

tabela-mix-de-opinioes

 

mix-opinioes-Caroline[Caroline Marques, colaboradora do Mix]: O que dizer dessa série que só vi o piloto, mas já considero tanto? Engraçada e leve apesar de todo o conteúdo adulto colocado. Tem um vocabulário sujo, situações nada religiosas, aliás, quem é muito religioso não deve começar a ver. Lúcifer (o capeta em pessoa) abdica de seu trono e abandona o inferno para morar em Los Angeles. Lá ele vira micro empresário e abre o Piano-Bar chamado Lux. Tenho certeza que esse lugar atrairá muitos problemas, além de vários contratos nada recomendáveis. A ex-Chicago Fire Lauren German será uma policial que não é afetada pelo poder de Lúcifer em revelar os desejos e segredos das pessoas ou seja, HAHA, ele fica muito interessado no porquê ela não se rende aos seus encantos. É um Crepúsculo dos infernos, em resumo, porém mais interessante pelo que vimos até agora. Acompanharei até que me mate de tédio, e eu vá parar nas mãos de Tom Ellis para fazer a passagem. O sotaque desse homem, charme e humor vão conquistar vocês, dêem uma chance ao Lúcifer.

 

mix-opinioes-Leo[Leo Sousa, colaborador do Mix]: Do ano passado para cá, a DC Comics está com um tom mais leve para suas adaptação televisivas e, depois de Supergirl, Lucifer é mais uma prova disso. Tom Ellis mostra um anti-herói carismático que, mesmo sendo a figura mais temida, tem um charme e poder que convence qualquer um. A parceria com Lauren German funcionou bem na tela, mas o elenco ainda ficou devendo um pouco mais da presença de Lesley-Ann Brandt como Maze e de Dan, que no piloto foi interpretado por Nicholas Gonzalez, mas será vivido por Kevin Alejandro. Outro elemento que não decepciona é a trilha sonora, repleta de jazz e rocks que completam muito bem as cenas glamourosas do piloto. Lucifer, no entanto, precisa se superar se quiser ganhar mais uma temporada. O modelo “caso por semana” pode se tornar cansativo se for o único plot revelante em cada episódios, e nem o sotaque de Ellis pode ser capaz de salvar a série. Lucifer Morning Star pode até salvar o dia em Los Angeles, mas o que acontece no Inferno quando seu comandante abdica o trono?

 

 

flash-narciso[Anderson Narciso, editor-chefe do Mix]: Eu realmente não dava nadinha por Lucifer, e oh: grata surpresa! Mais uma série baseada em uma linha mais adulta da DC Comics, a Vertigo, e a Fox soube investir. Elenco afiado, texto leve e divertido e aparentemente “casos da semana” que parecem ser um dos pontos chave da história. Tom Ellis e Lauren German conseguiram criar uma química incrível em 40 minutos de tela. Prevejo o público shippando estes dois mas gostaria que a série mantivesse uma linha mais “bromance”, até para preservar o humor entre os dois. Referências às HQs são aguardadas, e espero muito que a série explore o lado familiar de Lúcifer e a relação com todos os grandes personagens do céu e do inferno. É torcer para não flopar.

 

 

 

Matheus-Mix-de-Opinioes[Matheus Pereira, colaborador do Mix]: Lucifer é surpreendente. Isso não quer dizer que o piloto é o melhor da fall season ou um grande capítulo. Significa, contudo, que o resultado é melhor do que o esperado depois de alguns trailers duvidosos. Para começar, o primeiro episódio apresenta uma dose de humor notável. E o melhor de tudo: as piadas e as gags visuais funcionam muito bem. Além disso, os protagonistas têm um carisma envolvente, o que já garante o tempo investido. É bem verdade que o texto não é dos mais inventivos e que a adaptação foge bastante da HQ original, ainda assim, o roteiro é ágil o suficiente para não deixar que a atenção do espectador se desvie. De ressalva, dois apontamentos: o primeiro é o fato de que a série pode se tornar uma procedural comum, já que envolve uma policial e crimes que podem ser solucionados pelo poderoso Lucifer. Outro fator são os efeitos especiais capengas, o que pode ser perdoado, já que a série não foi oficialmente finalizada, e um tratamento mais profundo de pós-produção ainda pode ser realizado. Ao final, o piloto não é excelente, mas deixa um bom convite para o próximo episódio. É isso, afinal, a missão de um bom piloto.

 

[skillbar title=”RESULTADO: Aclamação Mundial” level=”81″]

 

Será que o Rei das Trevas conseguirá estabelecer o seu reinado na TV? Conta pra gente nos comentários o que você achou do piloto de Lucifer.

Vamos ter que esperar até a midseason para saber se a nova série de Tom Ellis vai vingar, mas enquanto não chega, delicie-se com o trailer oficial.

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=X4bF_quwNtw[/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours