Mix de Opiniões: o piloto de No Tomorrow

Tudo começa com um engano. O pacote endereçado a Xavier chega na casa de Evie por um erro do correio. Ela então vai devolver o material para seu dono. Um clima surge e logo os dois já estão conversando e, em seguida, dando beijos e amassos. O problema surge quando ele diz que o mundo vai acabar. A teoria parece absurda, mas a proposta é interessante: quem sabe viver a vida no seu máximo daqui para frente? Se o mundo acabar, eles viveram intensamente; se o apocalipse não acontecer, ao menos eles tiveram um tempo de aventuras. Mas e o amor? Vale se apaixonar em um universo prestes a terminar?

NoTomorrow1

Continua após a publicidade

Colaboradores do Mix de Séries assistiram o piloto e se reuniram para debater sobre a estreia. No fim do post, temos a média das notas dadas pelos participantes e o veredito. Antes de saber o que nossa equipe achou sobre No Tomorrow, entenda o sistema de notas:

sistemadenotas

mix-opinioes-edu[Eduardo Nogueira – editor do Mix]: Uma das novas apostas da CW nessa fall, No Tomorrow tem como referência a série brasileira Como Aproveitar O Fim do Mundo, exibida há exatos quatro anos na Rede Globo. A emissora vem apostando cada vez mais em comédias na sua grade, após Jane The Virgin e Crazy Ex-Girlfriend, as quais por mais que não tenham audiências grandiosas são sucessos de crítica. A saga de Evie após descobrir que o mundo tem apenas oito meses de existência promete contar com os mesmos elementos da atração estrelada por Gina Rodriguez, uma comédia romântica leve e despretensiosa. Já gostei por demais da protagonista, sem contar sua incrível química com Xavier, que já se tornaram um dos meus maiores shipps de 2016. Uma coisa que me incomodou foi a rapidez dos acontecimentos, como por exemplo, a descoberta que ela tinha uma doença no coração, e em menos de um minuto ela já estava operada, saindo da cama, e logo na sequência totalmente recuperada, como se tivesse pegado um mero resfriado. O que também me incomodou em partes foram os personagens secundários, que ainda não mostraram para o que vieram, e espero bastante que isso mude já no próximo episódio, pois continuarei acompanhando a mais esse vício da CW. Ainda é cedo para dizer se No Tomorrow, assim como as outras duas comédias do canal, terá chances de disputar importantes premiações em 2017, isso é algo que só nas próximas semanas que podemos tirar conclusões.

mix-opinioes-jeh-90[Jeh Mari – colaboradora do Mix]: No Tomorrow, na minha opinião, é a nova delicinha da Fall. Não assisti a versão brasileira, então não estou na posição de fazer comparações, assisti como algo totalmente novo para mim e adorei. A série é fofa, os atores tem uma química muito boa e conquistaram logo de cara. A série é leve e me remeteu aos tempo em que eu assistia Hart of Dixie e pensava: “acho que será difícil aparecer uma série leve e gostosa de assistir”. Até que não demorou muito, já que No Tomorrow segue essa mesma linha, de comédia romântica. Uma ressalva que tenho a fazer é que, na minha opinião, a série poderia ter somente 20 minutos e estaria de bom tamanho. Pode ser que, em algum momento, possa cansar um pouco, mas imagino que ainda vá demorar. No Tomorrow é a cara da CW, uma comédia romântica que certamente irá conquistar de cara os fãs do formato. Eu não queria ter gostado, confesso, já tenho muitas coisas para assistir, mas é impossível virar as costas para um romance, que está tão em falta no mercado das séries hoje em dia. Em um resumo, adorei. Gostei dos atores (e aquele sotaque, gente?), gostei da química, gostei da fotografia da série, gostei da premissa e acho que pode ir longe e tem tudo para dar super certo!

mix-opinioes-lucas-70[Lucas Franco – colaborador do Mix]: A premissa de No Tomorrow, apesar de não ser diferente de muitas coisas que já vimos, é simples e interessante. Uma garota em sua vida monótona conhece um cara que muda radicalmente seus pensamentos e juntos eles viverão loucuras até descobrirem o amor que sentem um pelo outro. Realmente esta frase descreve inúmeras comédias românticas já vistas por aí. O que difere os atores da série, talvez seja a química entre eles e o contexto meramente impossível que os une. A personagem principal, apesar de uma jovem apaixonada, é ousada em suas decisões. Uma comédia que realmente diverte telespectadores que se pegam zapeando canais em um domingo a tarde. O grande problema dela é o tempo: 40 minutos é muita coisa para uma série de comédia no estilo de No Tomorrow. Algumas cenas pareciam estar lá apenas para preencher tempo e não para agregar algum valor ao episódio. Poderiam dividir muito melhor todo o enredo em episódios de 22 minutos e ainda assim ser um grande sucesso. Não será a mais esperada da minha grade para esta Fall Season, mas também estará lá para quando estiver entediado de todo o drama e ação que preenche meus domingos à tarde.

matheus_85[Matheus Pereira – editor do Mix]: A CW apostou em um formato que deu certo. Agora, o canal não solta mais o osso. As comédias de uma hora de duração da emissora funcionaram. Além disso, os roteiristas e produtores têm investido em tramas originais que brincam com gêneros e formatos. No Tomorrow, assim como as primas Jane the Virgin e Crazy Ex-Girlfriend, tem uma pegada descompromissada e promete misturar investidas, seja no humor, aventura, romance e drama. O piloto surpreendente, e mostra que o canal está no jogo para brigar de igual para igual contra as grandes emissoras de televisão. O preconceito contra a CW tem se mostrada cada vez mais infundado, e a qualidade de No Tomorrow é uma prova disso. O texto é ágil e esperto e o casal central tem muito carisma. Ao se debruçar na ideia de criar uma lista e “viver a vida”, a série abre um leque enorme de possibilidades que podem trazer várias situações bacanas nos próximos episódios. A audiência vai comprar? É possível que sim. Crazy Ex-Girlfriend, por exemplo, é um programa menos acessível e abrangente e foi renovado. No Tomorrow tem tudo pra conquistar a galera e já se configura como um das maiores surpresas da fall season.

mixopinioesbasevereditonotomorrow

E então? Sentiu firmeza? Ainda tem dúvidas se vai assistir? A equipe do Mix aprovou, mas pra garantir ainda te mostra o trailer:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=senzxpdHStI[/youtube]

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

No comments

Add yours