Mix Discussão: Obrigado, Cristina Yang.

O Mix Discussão de hoje é mais uma carta de agradecimento. Quando somos apegados a uma série e alguém diz adeus a ela, sentimos como se tivéssemos perdido um amigo. E sempre com o sentimento de que, não foi um adeus e sim um até breve.

Continua após publicidade

Lembro que ainda não assistia Grey´s Anatomy. Atento à programação da Sony, sempre me chamava a atenção a chamada de uma série médica que tinha uma “coreana” meio mal humorada. Certo dia  resolvi dar uma chance para o seriado e me apaixonei. Não sei falar quão pouco tempo exatamente levei para devorar as cinco primeiras temporadas da série.

Continua após a publicidade

À primeira vista, a minha impressão “daquela coreana mal humorada”, que agora eu reconhecia como Cristina Yang se concretizou. Pensei que ela poderia ser um pé no saco na vida de Meredith, bem como incapaz de se envolver afetivamente com outras pessoas, e que seria daquelas personagens irritantemente foda! Já no episódio piloto porém, esta impressão começou a se desfazer, e a medida que Yang dava seus passos no hospital, foi fácil perceber a grandeza de seu personagem.

Continua após publicidade

 

Cristina Yang

Continua após publicidade

 

A dinâmica do elenco inicial funcionava muito bem, pois Yang com sua racionalidade e “frieza”, equilibrava muito bem a equipe que tinha uma Izzie Stevens totalmente emocional. Ela se tornou  a pessoa da Mer. Meretina se consolidou como um dos friendships mais fortes de todas as séries. É impossível imaginar o desenvolvimento da protagonista de Grey´s sem Yang ao seu lado.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Envolveu-se com seu superior. Aprendeu e nos ensinou que medicina não era apenas cortar e costurar, mas muitas vezes interagir com os pacientes. Com sua forma isolada, tudo bem. Mas ensinou. Foi com ela que passamos por grandes momentos nos últimos dez anos. Ela esteve presente em explosões de bombas, acidentes de barca, ônibus, avião… Assistimos a ela realizar uma cirurgia com uma arma apontada na cabeça.

 

Por mais que me doa dizer adeus para Cristina Yang, acredito que ela está saindo na hora certa. Sua personagem teve uma evolução fantástica, foi revirada do avesso, se desconstruiu, construiu-se novamente, e tudo sem perder sua essência e coerência. Se Shonda Team quer cometer a loucura de continuar com Grey´s Anatomy, que mantenha intacta então a reputação de uma das personagens mais fantásticas das séries, dando a ela um final digno que tanto merece.

Nem preciso perguntar se vocês irão sentir saudades. Neste momento, o sentimento que define nós fãs da série é este. Será difícil não ver seu nome nos créditos.

Obrigado Cristina Yang, por dez excelentes anos de momentos em Grey’s Anatomy. E que isso não seja um adeus definitivo. E sim, um até breve.