Mix Discussão: séries e vida social podem coexistir?

Imagem: Twitter
Imagem: Twitter

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Séries e baladas? Quem consegue?

A vida de seriador não é fácil. Séries e mais séries pra assistir. Episódios e mais episódios para serem colocados em dia. Atualização de Banco de Séries, TV Show Time, discussões em um fóruns de fãs que também torcem por aquele casal que nunca fica junto… e por aí vai.

Continua após a publicidade

O universo daquele que é viciado em séries é único. Mas, com tanta coisa para colocar em dia sobre a nossa paixão, sempre fica a pergunta: “Mas sobra tempo pra outra coisa?“.

Continua após publicidade

Aquelas pessoas que geralmente assistem bastantes séries são taxados por muitos como “sem vida social“. Isso porque quase sempre, preferem trocar o bar da sexta feira ou a balada de sábado por aquela maratona esperta de uma série atrasada.

 

Continua após publicidade

anigif_enhanced-17101-1393882644-1É hoje que ponho minha maratona em dia! #AtualizandoOBancoDeSéries

[spacer height=”20px”]

Quase sempre dispensam a festa de 15 anos da prima banguela ou o aniversário de casamento da tia chata, para assistir sua paixão, e ainda correm pro Facebook e soltam aquele spoiler violento só pra dividir a angústia com outros fãs! (Trocar a social com a família por uma série, #quemnunca?)

 

anigif_enhanced-23393-1393872006-20#NãoQueroConhecerGenteNova #EuQueroÉPorMinhaSérieEmDia

[spacer height=”20px”]

crClrO9.jpgQue legal tá essa festa da Tia Neide. Cadê meu Netflix?

[spacer height=”20px”]

Mas ser viciado em série é sinônimo de se trancar em casa?

Existem aqueles, entretanto, que conseguem se desdobrar.

Trabalham ou estudam durante o dia, no intervalo do almoço assistem uma série, voltam para seus afazeres, chegam em casa, e assistem mais episódios. Tudo isso, enquanto fazem outras coisas (geralmente as famosas séries pra passar o tempo), e ainda conseguem ficar prontos para a festa da noite (afinal, mulher é vip até meia noite e homem é convertido em consumação!).

 carlton

Vi minhas séries e ainda vou pra balada porque sou vip!

[spacer height=”20px”]

Por último, há aqueles que adoram uma balada, entretanto ficam torcendo para o amigo desmarcar o compromisso, só para poder assistir uma série de TV sem aquela dor na consciência de ser um “antissocial”.

 

tumblr_inline_n38lhri0lB1rmagc7Finge que não é comigo!

[spacer height=”20px”]

Mas aí fica a pergunta: esse tipo de pessoa consegue vivenciar a experiência de ser um fanático por série por completo? Ou já podemos criar uma categoria do tipo “pseudosseriador”? Séries e vida social podem coexistir?

Eu acho que sim, e você?

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.