Mix Music #30 – 11/10 a 17/10

Mix Music #30

 

São tempos de vacas gordas para essa modesta coluna! Estamos dispondo de uma fall season tão repleta de boa música, que daqui a pouco começaremos a fazer edições com duas partes. E hoje, como quase sempre, tem de tudo um pouco, porque o Mix é um site lindo e inclusivo.

Continua após a publicidade

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] PLAYLIST DA SEMANA

1) Siouxsie and The Banshees – Spellbound (Gotham, #1×04 “Arkham”)

Tive que controlar meu impulso de colocar aqui Echo & The Bunnymen, uma das minhas bandas preferidas, para reconhecer a superior importância que ‘Spellbound’ teve no episódio em questão. Essa música de Siouxsie and The Banshees foi a escolhida por Liza para interpretar em sua audição para Fish que, segundo consta, foi consideravelmente melhor do que a apresentação de quem quer que tenha cantado ‘Ocean Rain’ (apesar dessa ter um gosto musical mais apurado). Foi recentemente divulgado que Gotham conseguiu uma temporada completa, de 22 episódios, então poderemos contar com ela e suas ótimas escolhas musicais por um bom tempo.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=eVTtFjU0T-Y [/youtube]

2) The Kooks – Bad Habit (The Vampire Diaries, #6×03 “Welcome to Paradise”)

Não sei em que pé anda a série, mas que o drama vampiresco da CW nunca perdeu o jeito com música é inegável. Sempre prezando pelas novidades ou qualquer bom pop/indie rock que lhes vier à cabeça, a escolhida da vez foi The Kooks e uma das músicas de seu álbum mais recente. ‘Bad Habit’ tocou enquanto Elena, Liam e Stefan chegavam à praia para a festa.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=VGxSsD9xPPU [/youtube]

3) Glen Hansard – Song of Good Hope (Parenthood, #6×04 “A Potpourri of Freaks”)

Parenthood é outra série com trilha sonora lindíssima, permeada de indie rock depressivo da melhor qualidade. E quando o assunto é música depressiva, Glen Hansard (do filme Once) tira de letra. Então esse episódio já aproveitou a adequação e colocou logo duas músicas do cara. O destaque foi a ótima ‘Song of Good Hope’, que tocou na cena final, quando Kristina caminhava com Zeek.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=uDGGAC10mtc [/youtube]

4) Prince – Controversy (Scandal, #4×04 “Like Father, Like Daughter”)

Scandal não abre mão do seu pop clássico e muito menos de aparecer por aqui, já que apelou para ninguém menos que Prince e Diana Ross no referido episódio. Optamos pelo mito Prince, que serviu como trilha para a cena em que Liv e Quinn retiram Karen da festa em um helicóptero e os demais presentes tentam fotografar e filmar.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=T0pewqF8POE [/youtube]

5) Naughty Boy & Bastille – No One’s Here to Sleep (How to Get Away With Murder, #1×04 “Let’s Get to Snooping”)

Ao que parece, qualquer série com o dedo de dona Shonda preza por uma boa trilha sonora. O novo e aparentemente bem sucedido drama da ABC, vem apostando em hits atuais, pra variar do foco de suas precedentes. Enquanto a música tocou, Rebecca voltou à seu apartamento e encontrou Wes a esperando na porta e eles conversaram; Wes disse a Annalise o que Rebecca disse a ele; Annalise removeu sua peruca e maquiagem e confrontou Sam quando ele chegou em casa. Tudo isso. E olha que ‘No One’s Here to Sleep’ não chega a 5 min de duração.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=JW6WOBk0cfE [/youtube]

6) Steppenwolf – Magic Carpet Ride (Red Band Society, #1×05 “Tell Me What You Want What You Really Really Want”)

Red Band Society não está se saindo tão bem na audiência, mas continua arrebentando na trilha sonora, o que faz com que clamemos por sua salvação. Enquanto o título do episódio remete às saudosas Spice Girls, a trilha traz o rock clássico do Steppenwolf, para o momento em que Emma diz à Jordi que vai ensiná-lo a dirigir.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=UtkP5gTX6Hc [/youtube]

7) Elton John – Levon (New Girl, #4×05 “Landline”)

Essa semana teve Elton John pra tudo que é lado (mentira, só nessa e em Stalker) e mesmo que nunca seja demais, selecionamos a ocasião em que sua música teve maior significância. Em uma cena que não vemos desde os anos 80, Judy (novo caso de Winston) fez uma “serenata” com um enorme aparelho de som tocando ‘Levon’, do lado de fora do apartamento do grupo. E com isso encerrou-se esse que, arrisco dizer, foi o melhor episódio da temporada até então.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=54CK8p-pDAU [/youtube]

8) Warrant – Cherry Pie (Supernatural, #10×02 “Reinchenbach”)

Supernatural não poderia deixar de aparecer por aqui, com seu rock ‘n’ roll habitual e um episódio considerado por muitos o melhor que a série apresentou em tempos. Enquanto Dean irritava uma stripper e depois batia no segurança, tocava ao fundo esse clássico da Warrant.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=OjyZKfdwlng [/youtube]

9) Miles Davis – Airegin (Homeland, #4×03 “Shalwar Kameez”)

O que falta de bom senso nas escolhas de Carrie no âmbito pessoal e profissional, sobra na escolha de playlist. Era essa ótima música que tocava em seus fones de ouvido enquanto ela corria, antes de se deparar com Saul na entrada de seu prédio. Homeland provando que não vive só de “tiro, porrada e bomba” e mandando logo esse ícone do jazz, em uma das raríssimas manifestações musicais da série.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=6rPhkLwhSo0 [/youtube]

10) Fiona Apple – Criminal (American Horror Story, #4×02 “Massacres and Matinees”)

Essa temporada de American Horror Story é mesmo um prato cheio para o Mix Music, já que mais musical impossível e repleta de interessantíssimas versões interpretadas pelo elenco. Se na edição passada foi Jessica Lange a divar na coluna, nessa foi Sarah Paulson com suas duas cabeças cantando esse clássico dos anos 90 da linda da Fiona Apple. Achei digníssima, considerando a dificuldade que é fazer um cover aceitável de alguém com uma voz do nível de Fioninha. Confira a versão de Paulson AQUI.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=FFOzayDpWoI [/youtube]

[Bônus] Foxes – Don’t Stop Me Now (Doctor Who, #8×08 “Mummys on the Orient Express”)

Não poderíamos deixar de atender ao clamor geral e acrescentar aqui a ótima performance de Foxes de ‘Don’t Stop Me Now’, clássico absoluto do Queen. A cantora se apresentou à bordo do Expresso Oriente, no momento em que Clara e o Doctor entravam.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=h-OTYT02W7E [/youtube]

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] MIX VITROLA

The Who – Who Are You? (Louie, #2×05 “Country Drive”)

Baseada numa situação real de Louis C.K., Louie protagonizou uma das melhores das muitas cenas já vistas de cantoria junto com o rádio do carro. Louie arrasou ao interpretar todo esse clássico do The Who, enquanto suas filhas o encaravam, incrédulas. Vocês podem conferir a cena AQUI. Além do fato de ter acontecido na vida real, com C.K. e suas filhas, outro fato interessante envolvendo o ocorrido foi que a MCA Records, gravadora do The Who, queria R$300,000 para liberar a música para ser usada na série. Entretanto, o icônico guitarrista e principal compositor da banda, Pete Townshend, pediu para que lhe enviassem alguns episódios de Louie e, alguns meses depois, ofereceu a licença de ‘Who Are You?’ por apenas R$15,000. Parece que, assim como qualquer pessoa sensata, Pete gostou da série e, quem sabe, achou que seria até um favor para a música aparecer nela e não o contrário. É fato que não há situação musical em filmes e séries que se destaque mais do que as que envolvem a paixão do personagem pela música, pois assim ela deixa de ser algo acrescentado à cena e passa a fazer parte dela. Por isso sempre que a música não só tocar no episódio, mas ser cantado por um personagem ou gerar qualquer reação por parte dele, terá peso maior de inserção nessa justíssima coluna. E o fato em questão é um grande exemplo disso, de interação entre personagem e música.

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=PdLIerfXuZ4 [/youtube]

Por hoje é isso, já podem aguardar ansiosos pela próxima edição.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours