Mix Music #32 – 25/10 a 31/10

Mix Music 32

Continua após publicidade

Séries entrando em hiato, outras retornando, algumas estreando na coluna, e assim segue essa linda temporada do Mix Music, provida de uma musicalmente inspirada fall season. Temporariamente desfalcados pelo hiato de algumas das séries mais musicais, fomos obrigados a cavar mais fundo e o resultado foram alguns achados que certamente vão pintar por aqui mais vezes, se mantiverem o nível musical dessa semana. Se tem alguma série que você sempre se perguntou por que raios nunca aparece aqui, pode procurar na lista abaixo que provavelmente vai achar, dessa vez.

Continua após a publicidade

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] PLAYLIST DA SEMANA

Continua após publicidade

1) Pearl Jam – Pendulum (Hawaii Five-0, #5×06 “Ho’oma’ike (Unmasked)”)

A adequação dessa nova fase do Pearl Jam com o clima praiano é inegável e a veterana Hawaii Five-0 deve ter se dado conta disso. A escolhida foi a levemente sombria ‘Pendulum’, do novo álbum da banda, que vale muito dar uma conferida. A música tocou logo na primeira cena, enquanto Danny contemplava o mar e Steve vinha a seu encontro. Agora que eu sei que a série capricha dessa forma na escolha de trilha, será minha primeira consulta quando for selecionar a playlist.

Continua após publicidade

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=T90U592yjCA [/youtube]

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

2) Queens of the Stone Age – Smooth Sailing (The Originals, #2×04 “Live and Let Die”)

Onde que The Originals e suas ótimas músicas têm se escondido esse tempo todo? Provavelmente atrás do meu preconceito com a CW, mas vou superar. Logo na primeira vez que eu me atento para a trilha sonora da série ela me aparece com uma lista de músicas excelentes do rock alternativo, incluindo uma das bandas mais importantes da atualidade. ‘Smooth Sailing’ tocou enquanto Marcel e Josh discutiam as perspectivas amorosas de Josh e, em seguida, o grupo deles era atacado pelos lobisomens.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=QetvK6ldl2s [/youtube]

3) Taps – What Have I Done (Criminal Minds, #10×05 “Boxed In”)

Criminal Minds é mais velha que andar pra frente, mas seu bom gosto musical é tão novidade pra mim quanto a presença da série na coluna. Sendo até destaque musical da semana, a aparição de ‘What Have I Done’ na série deve ter dado uma certa elevada na carreira de Taps, sobre o qual eu careço de maiores informações. Mas a música certamente vale o play e vale a repercussão que teve, servindo como trilha para a cena final do episódio, na qual um menino acorda no hospital enquanto Hotchner chega em casa e encontra seu filho dormindo no sofá, com sua fantasia de Darth Vader.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=n688QNvLAD0 [/youtube]

4) Vance Joy – Best That I Can (Parenthood, #6×06 “Too Big to Fail”)

Parenthood sempre desbravando o cenário indie/folk depressivo e nos apresentado coisas lindas como ‘Best That I Can’, do cantor australiano Vance Joy, que tocou no final do episódio. Impressionante como a série consegue definir perfeitamente até na trilha o clima que intenciona passar aos telespectadores. Mais um dos incontáveis destaques da série e mais um aspecto que nos fará sofrer com a sua falta. Já que a NBC está penando há tempos pra achar uma série digna de renovação, poderia considerar manter certa veterana, né?

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=_RXLKOQM9TE [/youtube]

5) Al Green – Love and Happiness (Scandal, 4×06 “An Innocent Man”)

Não canso de elogiar o ótimo faro para clássicos apropriados que Scandal tem. Também com um foco musical bastante definido, o escolhido da vez foi o ícone do soul Al Green e um dos seus vários hits, ‘Love and Happiness’. A música tocou em uma das habituais sequências de cenas, dessa vez incluindo Javi e Huck jogando online e Liv nadando.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=sCXEtvbJkkY [/youtube]

6) Dolly Parton – Why’d You Come In Here Lookin’ Like That? (The Affair, #1×03 “Episode 3”)

Uma das estreias mais promissoras da fall season também tem uma trilha sonora interessante. Animando e variando um pouco essa playlist com um ícone do country music, Dolly Parton, temos esse clipe no mínimo peculiar e uma música mais que adequada à essência do gênero. Essa é a música que toca e Alison canta junto durante sua versão dos fatos, já que a série mostra a mesma sequência de acontecimentos, na forma que cada um dos dois personagens centrais se lembra ou interpreta.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=CD8bW1rWqOA [/youtube]

7) Harry Nilsson – Everybody’s Talkin’ (Revenge, #4×05 “Repercussions”)

Com um toque country consideravelmente mais sutil que o apresentado acima, era Harry Nilsson que Emily, Nolan e Jack ouviram vindo da casa da praia. Daniel ouvia a música na varanda, enquanto se lembrava dele com Amanda e Emily na praia. E Revenge é outra série que sabe escolher as músicas mais propícias para cada episódio, por isso está sempre por aqui.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=2AzEY6ZqkuE [/youtube]

8) M83 – Wait (The Vampire Diaries, #6×05 “The World Has Turned and Left Me Here”)

Confesso que fiquei um tanto desapontada com o fato do episódio ter esse título lindo de uma música do Weezer e nada de Weezer ter tocado no episódio. Mas já perdoei, porque M83 também é digna, já que, se tratando de trilha sonora, The Vampire Diaries jamais decepciona. ‘Wait’ tocou enquanto Tyler agradecia Liv por ter matado o cara e o salvo de desencadear a maldição do lobisomem e Stefan conversava com os mortos na cova de Salvatore, onde Damon chega e eles se abraçam.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=lAwYodrBr2Q [/youtube]

9) Until the Ribbon Breaks – One Way Or Another (Stalker, #1×05 “The Hauting”)

Stalker está mesmo empenhada em apresentar músicas que trazem na letra o conceito do título da série. Na semana passada foi o hino stalker da The Police, ‘Every Breath You Take’, nessa foi a banda Until the Ribbon Breaks cantando que, de um jeito ou de outro, ele vai vê-la, ele vai encontrá-la. Um instinto stalker um pouco mais sutil que o de Sting, convenhamos. No aguardo de KLB com ‘A Cada 10 Palavras’ e o discreto “faz tanto tempo que eu venho te seguindo, conheço passo a passo todo seu caminho, sei a hora que acorda e a hora em que vai dormir…”. Fica a dica.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=gpHWbUhVY2w [/youtube]

10) Norah Jones – If You Want the Rainbow [You Must Have the Rain] (Boardwalk Empire, #5×08 “Eldorado”)

No último domingo, 26, Boardwalk Empire se despediu por definitivo. Sendo uma série extremamente musical desde o seu princípio, não poderia encerrar de forma melhor que não com essa belíssima versão de Norah Jones para o clássico ‘If You Want the Rainbow (You Must Have the Rain)’. Foram quase 40 músicas no episódio, equilibrando os habituais clássicos e músicas instrumentais com versões alternativas de músicas da época, com participação de artistas contemporâneos como Norah Jones, Elvis Costello, entre outros. Certamente a série vai deixar saudade e o Mix Music lamenta as poucas oportunidades aproveitadas de dar uma variada e elevar o nível da seleção. E a última música a tocar na série também será a última música dessa edição da playlist.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=YK9QHhwuGtw [/youtube]

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] MIX VITROLA

Lisa Kudrow – I Will Survive (The Comeback, #1×12 “Valerie Shines Under Stress”) 

No próximo domingo teremos a volta de The Comeback e finalmente estaremos livres dessa inevitável redundância (volta, comeback). Como recentemente maratonei a primeira temporada, a ansiedade é grande, então achei apropriado dedicar essa edição do Vitrola à série. E a música escolhida não poderia ser outra que não este clássico de Gloria Gaynor, que rendeu uma impagável interpretação de Lisa Kudrow para a mesma. A personagem gravou a música para que fosse usada, o que acabou não acontecendo, como tema de The Comeback – não a série, mas o reality show dentro da série. Segundo Valerie, personagem de Lisa, a letra da música representa quase que exatamente o seu sentimento em relação à volta à televisão. Como estamos também na expectativa por esse retorno, a música se aplica totalmente à situação, já que tudo envolve retorno, volta por cima. E esperamos que, assim como Gloria clama na música, a série também vá sobreviver por um bom tempo, já que se provou promissora e, claro, sempre torcemos pelo sucesso de um novo (ou renovado) projeto que qualquer ex-Friends. Então fiquem agora com essa incrível performance de Lisa, cujo repertório não se faz mais apenas de ‘Smelly Cat’. Sugiro fortemente que assistam até o final. Certamente é um estímulo para quem ainda não viu a primeira temporada, que eu aconselho começar e persistir, porque no fim vale a pena. E, pra quem já viu, rever nunca é demais. The Comeback will survive!

 

[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=ZKnf1CKxKuk [/youtube]

Com isso encerramos mais uma edição dessa linda coluna. Até a próxima!