Mix Music #37 – 29/11 a 05/12

mix-music-37

Consideravelmente desfalcado pelas férias antecipadas de boa parte das séries, mas mantendo o nível de excelência das demais edições, temos o trigésimo sétimo Mix Music. Então deleite-se com essa mistura melhor que a do Issshquenta que eu sei que você viu ontem.

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] PLAYLIST DA SEMANA

1) Ed Sheeran – Make It Rain (Sons of Anarchy, #7×12 “Red Rose”)

Continua após a publicidade

O grande destaque musical dos episódios dessa semana, ao que parece, foi Ed Sheeran em Sons of Anarchy. Não imaginava que o som calmo do ruivo inglês fosse conveniente ao estilo bad ass do drama da FX, mas essa música específica se encaixou perfeitamente à ocasião. A ótima “Make It Rain” tocou em uma sequência de várias cenas do episódio, que incluíram Jax dirigindo sua moto, a autopsia de Juice, Nero na casa de Gemma, entre outras.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=84rxoIqVJo0 [/youtube]

2) Gin Blossomns – Hey Jealousy (The Vampire Diaries, #6×09 “I Alone”)

Sim, mesmo não assistindo à série, eu sei que a música que se destacou no episódio foi “Lost”, de Kris Allen, mas eu simplesmente não consigo resistir aos anos 90 e seus passageiros hits. Mesmo que eu ainda nem tivesse nascido em 1992 (ano em que a música foi lançada), por consequência do meu gosto musical peculiar, eu dediquei parte da minha adolescência a desenterrar essas bandas que ninguém lembra da existência. Gin Blossoms foi uma delas. “Hey Jealousy”, um de seus maiores hits, tocou enquanto Elena e Damon faziam panquecas e esperavam Bonnie chegar a Mystic Falls, cena que, pelo que eu entendi, se passava no universo de 1994.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=ah5gAkna3jI [/youtube]

3) Foreigner – Waiting for a Girl Like You (Bones, #10×09 “The Mutilation of the Master Manipulator”)

Ao contrário dos objetos de trabalho de Brennan, Bones ainda não morreu e continua sobrevivendo inclusive à rígida seleção de músicas pela qual passa para adentrar essa exigente coluna. E com ela Foreigner aparece aqui novamente, dessa vez com “Waiting for a Girl Like You”, que Andie coloca para tocar em seu celular e então ela e Wendell se beijam durante o piquenique.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=nQlcDfco_G4 [/youtube]

4) TV on the Radio – Will Do (State of Affairs, #1×03 “Half the Sky”)

Não sei em que pé anda o novo projeto de Katherine Heigl, com esses três episódios exibidos – porque voltei à minha regra de começar a assistir séries só depois de consagradas, já que perdi um tempo valioso com o monte de piloto ruim dessa fall -, mas no que tange trilha sonora, até que a série traz escolhas interessantes, considerando as duas que fez até então. Se no episódio passado foi a controversa Lana Del Rey, nesse foi a respeitada banda indie TV on the Radio que apareceu para finalizar o episódio.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=dXLpXu9T7j0 [/youtube]

5) Kodaline – Take Control (Reign, #2×09 “Acts of War”)

Se não a primeira, essa é uma das raras vezes em que o drama histórico da CW aparece por aqui. E esse é mais um caso de estranha (bem estranha) combinação entre música e série, já que Kodaline é uma banda “moderninha” e a série se passa em… 1557. Pois é. Não sei se a estranheza é sentida durante as cenas, mas pelo que eu ouvi da música e pelo que eu constatei pelo figurino e cenário da série, bem, é estranho. “Take Control” tocou quando Mary se dirigiu à côrte e contou a eles que os traidores não haviam sido bem sucedidos.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=qXLJn0hxR7E [/youtube]

6) Rae Morris – Skin (Revenge, #4×09 “INTEL”)

Revenge jamais decepciona em termos musicais. Isso já foi constatado e por diversas vezes provado nessa esclarecedora coluna. Dessa vez nos apresentando a ótima e aparentemente bastante promissora Rae Morris, que é o tipo de coisa nova e boa que o Mix Music adora exaltar, “Skin” tocou na cena em que Emily e Daniel conversavam enquanto tomavam drinks no clube.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=rhmVTw3ge94 [/youtube]

7) Guitar Welch – Bad Luck Blues (American Horror Story, #4×08 “Blood Bath”)

Parece que dessa vez não teve mais uma daquelas ótimas interpretações do elenco, das quais essa coluna se fartou, mas nem por isso Freak Show deixou de mandar bem musicalmente e marcar presença em nossa playlist. O destaque foi o blues clássico de Guitar Welch, presente na cena em que Jimmy diz algumas palavras sobre Ethel enquanto todos estão em pé em volta do caixão dela.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=c9h6nBsamzM [/youtube]

8) Joni Mitchell – Circle Game (About a Boy, #2×07 “About a Duck”)

Para encerrar essa edição da coluna em grande estilo, vamos com a série que, depois dessa tenho que reconhecer, dividiu com American Horror Story o posto de mais musical dessa temporada e que melhor serviu ao Mix Music. Dessa vez ela nos presenteou com ninguém menos que a musa incontestável, a genial Joni Mitchell, que dispensa maiores apresentações. “Circle Game” foi responsável também por encerrar esse episódio da comédia da NBC, com mais uma interessante interpretação da linda da Fiona e seu ukelele.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=AbIuC9hTY9Y [/youtube]

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] MIX VITROLA

Radiohead – Fake Plastic Trees (My Mad Fat Diary, #1×02 “Touched”)

Para comemorar a recente notícia de que My Mad Fat Diary terá, sim, uma terceira temporada (pausa para chorar de emoção novamente), trago para o Vitrola da semana nada menos que a minha banda preferida com uma de suas incontáveis perfeições em forma de música. Com isso fica mais do que evidente que nenhuma outra série transmite tanto o meu gosto musical como essa aqui. Oasis, Blur, The Smiths, The Stone Roses, a própria Radiohead, já seriam suficientes pra eu assistir e amar a série só pela trilha sonora, mas não, ela tem que ser absurdamente linda em todos os sentidos. Então se o fato dela ter a melhor trilha sonora da vida não lhe convence a começar a assisti-la, provavelmente roteiro, atuação, direção, história, Finn, o que quer que seja, o fará. Se você ainda não viu, vá em frente e experimente o piloto. Pior do que os que você viu dessa fall garanto que não será. “Fake Plastic Trees” tocou em uma das várias impactantes, reflexivas e inventivas cenas provindas da fértil imaginação de Rae. Dessa vez ela se imagina removendo a gordura de seu corpo, como se tivesse um zíper, leva para fora de casa e coloca fogo, assistindo queimar com seu “corpo perfeito”. Mesmo para quem não se identifica com o problema específico de Rae, a cena explícita como muitos de nós nos sentimos desconfortáveis em nossa própria pele e nossa constante busca por aceitação, por se adequar a um determinado padrão de beleza ou comportamento. E a escolha da música para esse momento não poderia ser mais oportuna, já que todo o conceito de “Fake Plastic Trees” é em torno disso, de toda a artificialidade que nos cerca. Vou deixar aqui o clipe legendado, já que estamos falando do quão condizente é a música com a situação.
“If I could be who you wanted, all the time…”

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=m6GzWvMrWTA [/youtube]

E com essa depressão toda, a coluna dessa semana se despede. Até a próxima!

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours