Mix Music #61 – 14/06 a 20/06

Mix Music #61

 

Mais um Mix Music tomado pelas séries do Netflix. Mas prometo que essa é a última vez, considerando que a summer season já começou, trazendo consigo um bom número de séries musicalmente competentes, mas metade da lista será de My Mad Fat Diary. Confiram aí e deem o último adeus do ano às lindas Sense8 e Orange is the New Black.

 

Continua após a publicidade

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] PLAYLIST DA SEMANA

 

1) Sigur Rós – Saeglópur (Sense8, #1×12 “I Can’t Leave Her”)

Parece que Sense8 gosta de Sigur Rós, assim como os responsáveis por trilhas sonoras gostam de encerrar suas séries com a banda islandesa, o que aconteceu duas vezes só nessa semana. A badalada primeira temporada da série original do Netflix foi bastante musical, não só pelas boas escolhas, mas pela representatividade que as músicas tiveram para o contexto dos episódios, por isso não poderíamos deixar o destaque da semana para outra série que não esta, que nessa edição encerra sua participação na coluna até sua já aguardada segunda temporada.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=84i7zQ_ACnU [/youtube]

 

2) Sigur Rós – Untitled 4 (Njósnavélin) (Orphan Black, #3×10 “History Yet to Be Written”)

Olha Sigur Rós aqui de novo, dessa vez na season finale de Orphan Black.  Apesar do pouco apelo popular da banda, esta figurou nos destaques da semana do TuneFind, ou seja, uma das músicas que o pessoal mais foi atrás. Ao meu ver consideravelmente mais interessante que a de Sense8, “Njósnavélin” tocou enquanto Kira brincava na neve e depois corria para os braços da mãe.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=GJnZR4O7iTE [/youtube]

 

3) Bikini Kill – Rebel Girl (Orange is the New Black, #3×06 “Ching Chong Chang”)

Clássico do movimento riot grrrl, “Rebel Girl” tocou no momento em que uma muito mais jovem Chang, antes recatada, se rebela e ordena a tortura do homem que a tinha rejeitado. A trilha certamente fez justiça à mais uma temporada sensacional de Orange is the New Black, provando que o Netflix está realmente disposto a assumir à frente na produção de boas séries.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=mZxxhxjgnC0 [/youtube]

 

4) Ike & Tina Turner – Workin’ Together (Orange is the New Black, #3×09 “Where My Dreidel At”)

“Workin’ together we can make a chaaaange…” Quem aí está querendo abandonar o emprego para entrar no ramo das calcinhas sujas? Só vocês, então. Apesar de meio nojento e de que a esse ponto provavelmente todos odiamos a Piper, foi um ótimo plot, coroado por esse sucesso setentista de Ike e Tina Turner.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=MCj5NWPluwA [/youtube]

 

5) Fleurie – There’s a Ghost (Rookie Blue, #6×05 “A Real Gentleman”)

Finalmente Rookie Blue voltou a colocar músicas que a gente pode constatar que realmente existem, porque ultimamente ela andou underground demais pra sequer ter qualquer menção da pessoa no Google. Enfim, dessa vez temos até clipe oficial, apenas de eu nunca ter ouvido falar da moça. E acertou na escolha, hein, muito bonita a voz e a música, certamente vale o play.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=5Iqrrm_daS8 [/youtube]

 

6) Jessie Ware – Say You Love Me (Mistresses, #3×02 “I’ll Be Watching You”)

Mistresses sempre foi uma boa alternativa para a escassez dessa temporada e nesse início de terceira temporada ela parece disposta a continuar sendo. O destaque do episódio certamente foi a cantora inglesa Jessie Ware e seu sofrido single “Say You Love Me”.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=DAMM8JVbr8g [/youtube]

 

7) Antony and the Johnsons – Knocking on Heaven’s Door (Sense8, #1×09 “Death Doesn’t Let You Say Goodbye”)

Cover digno desse clássico absoluto de Bob Dylan, feito pela banda americana Antony and the Johnsons, “Knocking on Heaven’s Door” encerrou muito bem o nono episódio da série, reafirmando o bom gosto musical da série. E deixamos nosso eterno agradecimento a Sense8 por ter salvo o Mix Music dessa temporada parada.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=cNpCx_TDO24 [/youtube]

 

8) Foreigner – I Wanna Know What Love Is (Orange is the New Black, #3×13 “Trust No Bitch”)

A fonte dos votos de casamento de Morello, a banda preferida do novo marido de gosto musical duvidoso dela, e a música que encerrou essa temporada fantástica. Não poderíamos ter escolhido música melhor para finalizar a playlist dessa semana do que esse clássico oitentista. E com isso damos adeus temporariamente também à excelente participação de Orange is the New Black em nossa coluna.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=raNGeq3_DtM [/youtube]

 

[v_icon color=”#444444″ size=”18px” target=”_blank” name=”moon-headphones”] MIX VITROLA 

 

Portishead – Roads (My Mad Fat Diary, #2×03 “Girls”)

 

Eu sei que eu já devo ter dito isso sobre algumas outras séries, mas My Mad Fat Diary realmente tem a absoluta melhor trilha sonora que eu já ouvi. E esse episódio em especial conseguiu bater todos os recordes de melhor sequência de músicas boas no espaço de uma hora. A série voltou pra sua terceira temporada nessa segunda-feira (21) e vai tomar conta da coluna enquanto durar (infelizmente bem pouco, pelo que eu entendi). O fato é que Rae sou eu, temos praticamente o mesmo gosto musical – ou o que eu tinha na idade dela, – e pelo menos algumas das inseguranças e dilemas da personagem devem causar identificação em todo mundo que assiste à série. E ela tem a vantagem de ser adolescente na metade da década de 90, período em que foi lançada a maior parte de tudo que eu amo na música. Foi muito difícil escolher uma música pra representar a trilha fantástica dessa série ou desse episódio específico, mas essa do Portishead provavelmente foi a mais significativa e faz parte de um dos meus álbuns preferidos. “Roads”, presença constante na trilha de seriados, tocou no final do episódio, quando Rae conta para a namorada de Archie que ele é gay.

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=Vg1jyL3cr60 [/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours