Mix Music: A trilha sonora de 13 Reasons Why

Imagem: Netflix/Divulgação

Continua após as recomendações

Olá fãs de plantão! Aqui quem fala é o Mix de Séries com mais uma trilha sonora de tirar o fôlego! Isso mesmo, hoje falaremos da trilha sonora do mais novo queridinho da Netflix, que pode até ser uma série teen, mas sabe muito bem tratar assuntos sérios como o suicídio e bullying de forma adulta. Quem poderia imaginar que a morte de Hannah Baker pudesse nos atingir tanto? Clay não foi o único a querer saber os motivos que levaram seu grande amor a se matar; nós também. Baseado no livro que leva o mesmo nome, o novo sucesso da Netflix é produzida pela cantora teen Selena Gomez. Com um elenco promissor, o tema e a trilha sonora conseguem se destacar na primeira temporada.

Continua após a publicidade

13 Reasons Why tem tudo para agradar ao público e aos fãs de música, além de ser a nova menina dos olhos e, por isso, nós do Mix de Séries escolhemos as músicas mais marcantes que envolveram Hannah e seus “amigos”. A história quase todo mundo conhece: Hannah Baker cometeu suicídio e deixou 13 fitas para que os responsáveis pela sua decisão escutassem os motivos que a levaram a cometer tal fato. Num mundo praticamente tecnológico, Hannah conseguiu ressuscitar algo quase extinto ao trazer fitas cassetes para o mundo de Clay e seus colegas de classe.

Quanto a trilha sonora, 13 Reasons Why consegue mescla músicas clássicas com atuais, além de ter algumas regravações de sucessos dos anos 80. Em sua primeira temporada, escutamos não só as fitas de Hannah, como também rock, pop, instrumental e muitas músicas boas que embalaram os 13 episódios. Apertem o play e desfrutem da trilha sonora de 13 Reasons Why!

TOP 5 – 13 REASONS WHY!

1) “Love Will Tear Us Apart” – Joy Division (1×01)

O choro é livre e a curiosidade de saber o que Hannah Baker gravou também. E foi assim, com a música de Joy Division que Clay vai até a casa de Tony atrás de algo que possa te trazer respostas. A música se encaixou tão bem ao momento que é impossível não ficar com as unhas roendo para saber o que virá a seguir. Ela também deu um ar mais sombrio ao que Clay escutaria sobre Justin, ao encerrar o piloto de forma divina. Uma ótima pedida para os fãs de um clássico que remete ao filmes de John Hughes.

https://www.youtube.com/watch?v=En4KujlKpwQ

2) “Fascination Street” –  The Cure (1×04)

Para quem é fã do velho rock, escutar The Cure num seriado adolescente moderno pode até ser estranho, principalmente quando estamos acostumados com modinhas musicais. Fascination Street conseguiu me surpreender de tal forma que foi impossível não me ver cantando enquanto enlouquecia para saber quem era o stalker que perseguia Hannah. A forma como a música apareceu de plano de fundo encaixou-se perfeitamente no modo como Clay tentava desvendar o mistério, além de mostrar que o velho rock & roll não está morto. Apesar desta música ser a menos conhecida de The Cure, ela se encaixou perfeitamente com o que Clay queria descobrir.

3) “The Night We Met” – Lord Huron (1×03 e 1×05)

Todo casal de um seriado tem aquela cena que os marca de forma única e inesquecível. Eu sei, shippar Clay e Hannah não algo saudável, visto que a garota está morta, porém, é impossível não escutar a música de Lord Huron e associar ao quase casal. A música The Night We Met toca duas vezes em 13 Reasons Why e em ambos os momentos marcando o relacionamento de Clay e Hannah. Mas o que fez está música estar neste post foi o fato dela ser a música em que os dois dançam pela primeira e única vez na vida, lá no episódio Tape 3, Side A (1×05). Um momento lindo e que marcaria para sempre não só a vida da Hannah, como a do Clay também.

4) “The Killing Moon” – Roman Remains (1×12)

Falar de 13 Reasons Why sem se emocionar é algo praticamente impossível, ainda mais quando ficamos tão próximos da história de Hannah Baker no Ensino Médio. A garota tinha todos os motivos dos mundo para se vingar de todos que a destruíram um pouco; talvez seja por isso que a música The Killing Moon conseguiu deixar um ar mais emocional à cena em que Hannah escreve os nomes dos possíveis responsáveis por sua destruição. A raiva que ela sente ao chegar em casa depois de ser estuprada por Bryce é algo comovente que só de olhar para ela nós conseguimos sentir o que ela sente. E foi exatamente nesta sensação em que a música soube muito bem nos conduzir e entendermos o que Hannah Baker deveria estar passando e sentindo. Uma ótima música para um momento delicado.

https://www.youtube.com/watch?v=g1YI8ukTDQo

5) “Windows” – Angel Olsen (1×13)

Nada melhor do que a música de Angel Olsen para encerrar a jornada de Hannah Baker em 13 Reasons WhyWindows foi uma peça chave para nos mostrar que nem sempre a justiça é feita, mas que a esperança não deve morrer por conta disto. Ver Jessica contando ao pai o que Bryce fez com ele, assistir Justin com aquela de raiva e ver Clay tentando deixar seu grande amor da adolescência ao som desta canção foi algo mágico, tão mágico, que foi impossível não ansiar para mais uma temporada para saber o que vai acontecer com estes personagens que aprendemos a conhecer. Foi uma ótima escolha para encerrar um capítulo necessário na vida dos personagens e nos mostrar que ainda existem mais histórias para contar.

Menção honrosa: “Only You” –  Selena Gomez (1×13)

Não há como negar que antes mesmo do seriado ganhar sua primeira promo que todos nós esperávamos ouvir alguma música de Selena Gomez. Então, imagine a minha reação quando escutei esta regravação magnífica de Gomez de um dos clássicos dos anos 80? Pois bem, foi impossível não se apaixonar pela canção e ansiar pelo momento em que ela apareceria no seriado. Foi exatamente no último episódio que pudemos entender que Only You era mais do que uma música qualquer; era a música que definia os sentimentos de Clay por Hannah e que mostrava o quanto o garoto evoluiu após escutar as 13 fitas.

 

Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours