Mix Music: A Trilha Sonora de Big Little Lies

Imagem: HBO

Continua após as recomendações

Cinco mães, um assassinato e vários segredos. A grande surpresa deste ano, Big Little Lies, só vem ganhando elogios e acumulando troféus nas premiações de Hollywood. Sucesso de público e crítica, a nova queridinha da TV já ganhou uma nova temporada e muita expectativa, afinal, a sua temporada foi bastante redondinha e teve um final digno de series finale. Independentemente da sua renovação, o seriado protagonizado por Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley nos presenteou com uma história intrigante e uma trilha sonora invejável.

Criada e escrita por David E. Kelley e baseada no romance de mesmo nome de Liane Moriarty, Big Little Lies foi a grande surpresa deste ano e promete deixar os fãs mega ansiosos para a próxima temporada. Falando sobre bullying, abusos físicos e psicológicos, o seriado veio na hora certa, ainda mais quando escândalos de Hollywood vieram à tona. Parece que Big Little Lies continuará roubando as atenções num ano marcado por polêmicas.

Continua após a publicidade

Se a história nos conquistou com as excelentes atuações do elenco, a trilha sonora foi excepcional. Se no show, Chloe Mackenzie (Darby Camp) possui um gosto musical sem igual, e sabe como ninguém escolher as canções exatas que combinam com o momento, Big Little Lies não faz feio e nos apresenta uma trilha sonora épica: repleta de canções indie-pop, folk e abusando de artistas não tão conhecidos, para ditar o tom melancólico que permeia pelo seriado e seus personagens. Uma ótima forma de casar as músicas com o que os personagens estão vivenciando.

Podemos até ficar receosos com o que será do seriado e dos personagens que aprendemos a amar na próxima temporada, porém, uma coisa é certa: sua trilha sonora é inesquecível. De Michael Kiwanuka,, ao Alabama Shakes, passando por Fleetwood Mac e Zoë Kravitz, a trilha sonora de Big Little Lies é um prato cheio para os fãs que curtem uma ótima música enquanto se deliciam com os problemas de Celeste, Jane e Medaline. E nada mais justo de montarmos um Mix Music para celebrar a renovação do show e festejar as indicações no Globo de Ouro 2018.

Então, apertem o play e venham curtir com a gente do Mix de Séries o melhor da trilha sonora de Big Little Lies!

Top 7 – Big Little Lies

1) “Call On Me” – Janis Joplin (1×01)

Madeline pode aparentar ter a vida perfeita, mas a verdade é que ela está longe de ser perfeita. Com problemas envolvendo sua filha mais velha e com conflitos com seu ex, ela e seu atual marido Ed conversam sobre esses problemas ao passo que a música de Janis Joplin embala o jantar nada romântico entre os dois.

 

2) “River” – Leon Bridges (1×02)

Ninguém pode negar que Chloe tem um ótimo gosto para música. A menina é um gênio nato e isso foi comprovado quando ela escolheu a canção “River” para tocar no carro, enquanto explicava como a música tem um certo poder. Mas foi em seus momentos finais que essa canção teve seu destaque: Madeline dançando e conversando com Ed, ao passo que vimos Celeste e Perry conversando via Skype, sem imaginarmos o que ainda aconteceria para o casal mais falado de Monterey.

3) “Harvest Moon” – Neil Young (1×03)

Quem poderia imaginar que uma música de Neil Young poderia marcar as vidas de Perry, Celeste, Madeline, Abigail e Jane? Pois bem, foi graças a música “Harvest Moon” que percebemos o quão confusa estavam as vidas desses personagens. Por mais que Perry se demonstrasse um eterno apaixonado por Celeste, sabemos muito bem o quanto seu ciúmes e suas agressões marcariam a vida dela. Mas podemos até dizer que foi bonitinho ver ele e sua esposa dançando na cozinha, enquanto que Jane surtava em querer encontrar o seu agressor e Madeline se via perdida em ajudar e a entender sua filha mais velha.

4) “One Night” – Elvis Presley (1×04)

A história de Ed foi bastante morninha na primeira temporada e espero que ele ganhe mais destaque na próxima, porém não dá para negar o quão fofo ele é e ama Madeline, ainda mais quando decide encarnar o próprio Rei do Rock, Elvis Presley, somente para animar sua esposa. Detalhe: ele fez um cover completo, com direito a fantasia e fã clube (aka Chloe).

5) “Papa Was a Rollin’ Stone” – The Temptations (1×06)

Em seu penúltimo episódio, Big Llittle Lies nos presenteou um episódio repleto de perguntas. Enquanto vimos Ziggy e Chloe dançando no ínicio do episódio, a vida de Jane ia de mal a pior ao relembrar sua visita ao Saxon Banks. Porém nada impactou tanto quanto ver Celeste escolhendo um apartamento para morar com os gêmeos e, consequentemente, dar um basta nas agressões de Perry. E tudo isso foi embalado pela maravilhosa canção “Papa Was a Rollin’ Stone” de The Temptations!

6) “Don’t” – Zoë Kravitz (1×07)

Zoë Kravitz, que interpreta Bonnie na história, nos presenteou com um brilhante e perfeito cover da música “Don’t”, do Elvis Presley. Sua performance no evento que inicia o grande mistério e encerra uma jornada foi tão linda, que é impossível não se emocionar com a sua apresentação e ficar angustiada por saber o que aconteceu naquela festa. Aliás, é impossível não sentir um clima tenso rondando as mães de Monterey.

https://www.youtube.com/watch?v=N3noC1QFepg

7) “You Can’t Always Get What You Want” – Ituana (1×07)

O último episódio da primeira temporada foi sensacional. Em grande parte por conta das excelentes atuações. Entretanto, não dá para negar o quanto foi tenso descobrirmos que Perry era a vítima e como ele morreu. Nos minutinhos finais, vimos Celeste, Jane, Madeline, Renata e Bonnie curtindo uma praia e seguindo em frente com seus filhos enquanto enterravam o segredo de como Perry morreu. Não sei se a verdade será revelada na próxima temporada, mas o que eu sei é que elas mereciam um final como esse. O cover que Ituana fez da famosa canção “You Can’t Always Get What You Want” dos Rollings Stones se encaixou perfeitamente com esse momento.

Menção Honrosa: “Cold Little Heart” – Michael Kiwanuka

Se você é como eu e curte um seriado que apresenta uma abertura deve ter ficado em êxtase com a abertura de Big Little Lies. Como de praxe, as produções da HBO são conhecidas por suas elaboradas aberturas e com Big Little Lies eles decidiram arriscar. Com uma introdução mais suave, o diretor Jean-Marc Vallée mostra Monterey, a cidade onde a história acontece, e seus personagens principais, mesclando com cenas que viriam acontecer no show, ao passo que a canção “Cold Little Heart” de Michael Kiwanuka nos mostra uma prévia do que vai acontecer com os personagens, sem perder a linha do suspense. Por isso, não dá para negar que essa música acabou virando um hino para o show, ficando marcada para sempre como a canção das mulheres de Big Little Lies.

Tags Mix Music
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours