Mix Music: As músicas mais marcantes das séries de 2016

MIXMUSIC2016

Última semana desse 2016, um verdadeiro avalanche de acontecimentos, reviravoltas e momentos de “não tô acreditando nisso”. A gente fica com aquele meme: O ano foi tão tenso que vou chamá-lo de Meredith Grey. Também é o último Mix Music do ano e para entrar no clima da retrospectiva hoje vamos presentear vocês com uma playlist.

Hoje não tem ranking de músicas, hoje tem uma compilação das canções que adicionaram uma camada àqueles momentos mais tensos, arrepiantes, emocionantes, incríveis, enfim, os momentos  mais marcantes das séries de TV exibidas em 2016. E a gente vasculhou tudo, desde as amadas veteranas Grey’s Anatomy e Bates Motel até as incríveis estreantes – e novas queridinhas do público – Westworld e This Is Us, desde as antologias, como The People v. O.J. Simpson: American Crime Story,  às minisséries nacionais, como Justiça.

Não pensem que foi tarefa fácil, afinal o ano de 2016 esteve repleto de grandes episódios com trilhas sonoras impecáveis. Algumas das músicas selecionadas já estiveram em postagens anteriores da coluna, a exemplo de Grey’s AnatomyMarvel’s Luke CageBates MotelGilmore Girls: A Year in the Life e, mais recentemente, Westworld. Não falei que tinha sido uma grade ano? Fora a vontade e os planos de analisar as demais (ainda bem que ano que vem está aí para isso, né?).

Continua após a publicidade

Todas as séries citadas são obras que não levam a música como um adereço. São séries que pensam a música como elemento narrativo poderoso, algumas trazem inclusive a música como um personagem.

Tudo ganha uma carga ainda mais especial quando paramos para pensar que chega até a parecer  que os roteiristas e produtores sabiam que o mundo musical teria tantas perdas este ano. Só nesta listagem, entre compositores e cantores, tivemos David Bowie (“Heroes”), Charles Bradley (“Ain’t it a Sin“) e Leonard Cohen (“Hallelujah”) indo dar uma volta em outros planos. O que nos restou foram os grandes legados deixados!

Definitivamente, os produtores musicais estão no rol dos grandes artistas do ano. Então embarca com a gente nessa miscelânea, aumenta o som e vem curtir com a gente!

PS: E se por acaso alguma destas séries não está na sua grade, ficam aqui as dicas porque todas valem a pena.

1) “Ain’t it a Sin” – Charles Bradley (Marvel’s Luke Cage, 1×03, Who’s Gonna Take the Weight?)

Um dos convidados especiais de Luke Cage, Charles Bradley se apresentou no Harlem’s Paradise e cadenciou com sua música uma importante sequência na série.

[youtube]https://youtu.be/UD1eaRDY-q4[/youtube]

2) “Heaven Is A Place On Earth” – Belina Carlisle (Black Mirror, 3×04, San Junipero)

Tido como um dos melhores episódios de Black Mirror, “San Junipero” mergulhou no universo dos ano 80 e trouxe consigo, é claro, vários hinos da época. “Heaven Is A Place On Earth” é um deles.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=P-WP6POdTgY[/youtube]

3) “Time After Time” – Cyndi Lauper (This Is Us, 1×03, Kyle)

Uma das mais populares estreias de 2016 nos presenteou com a família Pearson e com a voz doce de Katie cantando Cyndi Lauper para uma plateia de idosos.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=VdQY7BusJNU[/youtube]

4) “Heroes” – Peter Gabriel (Stranger Things, 1×03, Holly,  Jolly)

O grande boom de 2016, ambientada nos anos 80, Stranger Things trouxe a música da época junto e ainda que a versão executada de “Heroes” não seja a de Bowie, ele está em tudo – e a de Peter Gabriel faz as honras.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=LsvuipGq2ns[/youtube]

5) “Exit Music (For a Film)” – Radiohead (Westworld, 1×10, The Bicameral Mind)

O final apoteótico da série mais densa de 2016 é icônico e “Exit Music “For a Film” deu o clima e a significância que a sequência precisava.

[youtube]https://youtu.be/8051Hipbmmw[/youtube]

6) “Ain’t No Sunshine” – Bill Withers (The People v. O.J. Simpson: American Crime Story, 1×10, The Verdict)

A antologia baseada no famoso julgamento de O.J. Simpson, acusado de assassinar a  ex-mulher Nicole Brown Simpson, marcou o ano com sua qualidade artística e técnica e com sua quantidade de indicações ao Emmy. No episódio final, a força da  música de Bill Withers faz a ponte entre ficção e realidade.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=YuKfiH0Scao[/youtube]

7) “Somewhere Only We Know” – Lily Allen (Grey’s Anatomy, 13×09, You Haven’t Done Nothin’)

A ligação entre Grey’s Anatomy e a música é história antiga. Mas e quando eles reciclam músicas dentro de seu próprio universo e as ressignificam? Aí a gente corre para abraçar tia Shonda Rhimes e sua equipe.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=mer6X7nOY_o[/youtube]

8) “Reflecting Light” – Sam Phillips (Gilmore Girls: A Year in The Life, 1×04, Fall)

Só de ouvir os primeiros versos de “Reflecting Light” toda a emoção do tão esperado e lindo revival de Gilmore Girls vem à tona.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=c1p2CIdas-Y[/youtube]

9) “Mr. Sandman” – The Chordettes (Bates Motel, 4×09, Forever)

A canção fez parte de um dos grandes episódios do ano e marcou o momento que muitos esperavam e temiam, o momento em que Norman se perderia por completo dentro de suas próprias neuroses e faria mal a quem mais ama.

[youtube]https://youtu.be/90QQCr_Q1eQ[/youtube]

10) “Hallelujah” – Rufus Wainwright (Justiça)

Se você não cantou “Hallelujah” ou não balançou a cabeça no ritmo da música enquanto assistia Justiça você não teve a experiência completa. A canção de Leonard Cohen está entre umas das mais executadas na histórias do cinema e, principalmente da televisão. Em 2016 ela ganhou mais estrelinha ao ser o tema da minissérie da Globo.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=LQK4YfiPj1Q[/youtube]

Melina Galante

Melina Galante

Produtora e realizadora audiovisual, no momento em processo acadêmico. 99% seriadora com aquele 1% noveleira. Divide as fases da vida em Buffy, a Caça-Vampiros, Gilmore Girls e Grey's Anatomy. Sua menina dos olhos, porém, é Penny Dreadful. No Mix de Séries escreve as reviews de Modern Family, Orange is the New Black, Scandal e o que vier.

2 comments

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 27 dezembro, 2016 at 08:12 Responder

    Nossa como chorei quando tocou Heroes em Stranger Things, essa música já me toca, ainda mais depois da morte de Bowie, mas essa versão de Peter Gabriel foi espetacular e encaixou perfeitamente à ocasião, me desidratei. E sem contar Hellellujah em Justiça, toda vez que tocava eu me arrepiava todinho, ainda mais quando era na história da Rainha absoluta da série, eterna Fátima, aka gêmea boa de nossa saudosa Carminha.

  2. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 27 dezembro, 2016 at 08:54 Responder

    Adorei a seleção. Muito boa… Essa versão de Somewhere only we know, incrível. E Aint no sunshine, muito foda!

    Heroes, também chorei em ST. <3

Post a new comment