Modern Family – 8×06 – Grab It

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

“Vá com tudo, então vaze.”

Ai Modern Family, vai ser essa montanha-russa para sempre agora? Um episódio bom, o seguinte fraco, e assim segue, até agora, a oitava temporada. “Grab It” (8×06) foi abaixo de mediano e alçou, junto com “Blindsided” (8×03), o posto de episódio mais sem sal da temporada. E potencial para ser melhor ele teve. Sempre tem.

Infelizmente, foram três plots miados que não disseram nada ao final, a não ser pelo desfecho fofo para Claire e por Phill e o pequeno Joe salvando com os momentos mais engraçados. Aliás, obrigada, Joe. Você tem brilhado! Sempre insisto e não me canso de insistir que as melhores partes do seriado envolvem as crianças. Ah, tá bom, Haley pulando em cima do livro para fazê-lo parecer gasto também foi um ótimo momento. Ok. Também teve a história da escritora, uma provocação bem feita aos escritores de livros de auto-ajuda do mundo corporativo, que alçam a vaga de celebridades, com suas palestras e sua oratória envolvente.

Continua após a publicidade

Tirando essas partes, o que em outras situações nos fazia rir, aqui causou irritação. Os gritos estridentes de Gloria, a eterna lamúria de Manny, Cam e Mitch armando um contra o outro e o mau humor de Jay (este último forcei a barra, nem foi tão ruim assim. Rolou um momento ótimo durante um dos depoimentos, quando ele se cala diante do sucesso de Phil).

Os Dunphys continuam no marasmo da vida tradicional, sem muitos tumultos e preocupações, a não ser com o emprego dos filhos. Para nossa surpresa, Haley e Luke parecem ser os que sabem o que estão fazendo da vida, enquanto Alex está seguindo o que é normal na vida de qualquer jovem: para onde eu vou? E nessa Claire tenta ser a melhor mãe que acha que pode ser. Alguns micões aqui, outros ali e ela e Gloria compartilharam experiências e perceberam que mãe é mãe, pai é pai, filhos são filhos e essa relação segue a regra da “grama do vizinho é sempre mais verde”. Traduzindo: conselho ou ordem vindo de fora é sempre melhor acatado.

Sobre Gloria, a gente super a entende querendo ter um momento só para ela e entende também sua frustração ao ver sua noite ir para as cucuias com um filho ligado no 22o V depois de um expresso, e outro que só faz reclamar. É sério que estão insistindo nessa do Manny? Episódio passado terminou parecendo que dariam uma guinada no personagem, mas ele continua reclamando e reclamando, se forçando a se encaixar, querendo ser como os outros adolescentes. Manny, o divertido é ser diferente!

Nas outras tramas, a de Jay e Phil no clube de golfe e a de Cam e Mitch no teatro comunitário, tivemos apenas repetições de padrões e situações. Nada muito de novo. Só que tenho que confessar que, particularmente compartilhei do sarcasmo desesperado de Mitch diante do que estava acontecendo.

O que ocorre é que a sitcom está com sérios problemas de manter um ritmo, e não falo isso por achar que erros não podem acontecer, ou porque é inadmissível que entre um episódio e outro esse ritmo. Falo por achar que Modern Family está  prestes a cair em um looping de piadas fracas, além de dar de sinais de estar perdendo sua áurea de mockumentary (falso documentário) moderninho.

Melina Galante

Melina Galante

Produtora e realizadora audiovisual, no momento em processo acadêmico. 99% seriadora com aquele 1% noveleira. Divide as fases da vida em Buffy, a Caça-Vampiros, Gilmore Girls e Grey's Anatomy. Sua menina dos olhos, porém, é Penny Dreadful. No Mix de Séries escreve as reviews de Modern Family, Orange is the New Black, Scandal e o que vier.

No comments

Add yours