Modern Family – 8×07 – Thanksgiving Jamboree

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

 

“Ensine bem a suas crianças.”

Segunda semana consecutiva que Modern Family aparece com um episódio fraco. Começo a achar que o problema sou eu… Mas não, é o enredo mesmo, são as histórias que não têm conseguido atingir o potencial. “Thanksgiving Jamboree” foi mais um exemplo disso, mesmo sendo um episódio sobre um feriado, tão clássicos e esperados. Dá até um desânimo ver em tela tantas oportunidades desperdiçadas. O episódio pareceu longo e cansativo, e nem a fofura do pequeno Joe e seu amigo bode foram capazes de salvar muita coisa, olha que foi a melhorzinha.

Os anfitriões do jantar da vez foram Mitch e Cam, que trouxeram o Missouri para Los Angeles com tudo o que tinha direito, até uma fazendinha de animais e um espantalho que a psicanálise pode explicar melhor do que eu. E em mais um episódio a trama deles é esconder coisas um do outro, ou pelo menos ideia de amaciar alguém para depois soltar uma bomba. Claire só inflamou, Lily divide opiniões: ora a criança adulta que tem demais da personalidade dos pais, ora a criança sagaz que só quer um bichinho de estimação. Fico com a sagaz.

Continua após a publicidade

Por outros cômodos, o ciúmes do pai descoladão falou bem mais alto e Phil não se aguentava com a presença de Rainer e seu relacionamento com Haely. Vai me desculpar o Nathan Fillion, mas tiveram horas em que ele sobrou ali (postei e saí correndo).

O que nos leva para a sequência da farmácia e aquele momento Grey’s Anatomy versão pastelão e com a confissão de Phil, gente como a gente. O momento epifânio para os três: Jerry sendo Jerry, o que quer que isso signifique; Phil revendo sua relação com a filha mais velha; e Jay indo às favas com a pressão, o relógio e a cantoria. “Summer breeze, makes me feel fine”.

De volta à residência Pritchett-Tucker, relacionamentos se ajustaram e outros afloraram. Luke e Manny parecem ter feito as pazes depois daquela disputa inócua. Enquanto isso, Alex que não é boba nem nada, só tem a cara, foi rapidinho descolando uns pegas em Dwight, a contragosto do técnico Tucker. E Alex nem é tão mais velha assim do que o garoto, vai.

O outro relacionamento que surgiu dali foi entre o pequeno Joe e Mr. Goat. Eu sou completamente embasbacada por essa crianças, e semana após semana venho defendendo que as melhores tramas têm ele como um dos personagens. Só que Modern Family, uma série que se diz(ia) tão inovadora, transgressora e disposta a debater, perdeu uma baita de uma oportunidade de falar de assunto super necessário no universo infantil que é como as crianças lidam com a morte.  Ficou insensível, as piadas restarem de mau tom.

Agora, alguém mais quer Jerry na família?  Ornou.

No final das contas, um episódio como este acaba sendo menos doloroso por juntar os núcleos e nos fazer lembrarmos das nossas próprias e típicas confusões familiares. Até a próxima!

PS: Seria Gloria um papagaio ou uma cabra? (Mulheres estridentes, uni-vos!)

Melina Galante

Melina Galante

Produtora e realizadora audiovisual, no momento em processo acadêmico. 99% seriadora com aquele 1% noveleira. Divide as fases da vida em Buffy, a Caça-Vampiros, Gilmore Girls e Grey's Anatomy. Sua menina dos olhos, porém, é Penny Dreadful. No Mix de Séries escreve as reviews de Modern Family, Orange is the New Black, Scandal e o que vier.

No comments

Add yours