Modern Family – 8×18 – Five Minutes

Imagem: Arquivo pessoal

“A gente tá enrascado?”

Cheguei até a me animar quando vi que “Five Minutes” (8×18) seria um daqueles episódios de Modern Family que desafiam roteiro, direção e espectador. Foi até difícil não nos lembrarmos do excelente “Connection Lost” (6×16) trazendo uma proposta de dispositivo para a sitcom em que tudo seria desenvolvido através de aparelhos eletrônicos. A proposta aqui agora era mostrar o que pode acontecer no intervalo de cinco minutos.

Divido em quatro partes, começamos acompanhando Mitch e Cam durante esses cinco minutos que eles levaram para remarcar o bilhete do voo e conseguirem embarcar. Aparentemente, nada demais, não fossem os dois estarem grogues por causa do efeito das pílulas que haviam tomado. A graça ficou por conta da fala mole, atravessada e sem nexo, apostando no pastelão para retratar a onda dos dois. Sem dúvidas, a melhor disparada do episódio.

Indo para outros cinco minutos, seguiu-se com duas histórias cujas abordagens não me agradaram, mas que tinham potencial. A primeira  delas sobre a visita surpresa de Claire e Phill que culminou num monte de diálogo preguiçoso sobre o perfil e o jeito de Alex e na revelação de seu namoro com Ben. A segunda foi uma torturante procura por uma vaga de carro, apostando naquele jeito enfadonho de Manny e na postura de superioridade insuportável de Jay. Eu não queria estar naquele carro.

O quarto momento foi uma surpresa com Rainer pedindo Haley em casamento. Melhor ainda, foi a saída para livrá-los desse claro erro, ao se valerem dos erros da previsão do tempo para indicar o erro na vida pessoal que o casal cometeria. Ali, naqueles cinco minutos, eles conseguiram trabalhar facetas de Haley que geralmente são trabalhadas espaçadamente, quando são trabalhadas. Ao mesmo tempo que ela usa analogias que só ela entende e tem seu lado tonto exposto, ela também tem a maturidade de saber o quer e o que não quer da vida.

O episódio não foi lá essas coisas, mas pelo menos tivemos duas histórias segurando a onda. E o prólogo merece um destaque: a postura duvidosa de Cam sobre a capacidade de uma mulher pilotar um avião é um ótima dica para a galera que acha o simples fato de ser gay anula o machismo. Esses são os detalhes que ainda fazem a gente ter esperanças na sitcom.

Melina Galante

Melina Galante

Produtora e realizadora audiovisual, no momento em processo acadêmico. 99% seriadora com aquele 1% noveleira. Divide as fases da vida em Buffy, a Caça-Vampiros, Gilmore Girls e Grey's Anatomy. Sua menina dos olhos, porém, é Penny Dreadful. No Mix de Séries escreve as reviews de Modern Family, Orange is the New Black, Scandal e o que vier.

No comments

Add yours