Mr. Robot – 2×07 – eps2.5_h4ndshake.sme

Mr-Robot-Season-2-Episode-7-43-b196
Imagem: Recap Guide

 

Continua após publicidade

Definitivamente, esse foi o melhor episódio dessa segunda temporada. Com um desfecho sensacional, vimos um Elliot Alderson mais aberto e confiante com o seu público ao ponto de nos confidenciarmos o local exato onde se encontra: a prisão. Nesse sequência, Elliot nos pede desculpas por ter ocultado essa informação e isso foi uma estratégia de se redimir com a gente quando omitiu que estava numa prisão. O motivo dele estar preso, nós não sabemos, pois pode ter sido a provável morte do Tyrell – acho que ele não morreu de fato; o dia em que a E- Corp sofreu a queda causada pela fsociety; a descoberta de que ele é o chefe da fsociety ou até mesmo o Elliot ter se entregado à polícia por livre e espontânea vontade.

Continua após a publicidade

Ao terminar de assistir esse episódio, a palavra que define bem essa temporada é escapismo. Sim, porque o Elliot ter fantasiado uma outra realidade, ou seja, de que estava morando na casa de sua mãe, mostra que ele tenta escapar da nossa realidade nua e crua o tempo todo. No episódio passado, tivemos o sitcom e disse na review que ela foi criada para que o Elliot fugisse da dor que estava sofrendo. Em outras palavras: essa sitcom e a falsa ilusão de que se encontrava na sua casa foram uma via de escape encontrada pelo Elliot. Afinal de contas, a realidade é muito dolorida para o personagem e ele não consegue lidar com isso tão bem.

Continua após publicidade

Elliot tem alucinações do Mr. Robot porque Elliot precisa de um porto seguro. Alderson, na verdade, sempre foi muito sozinho e seu pai era o único que entendia as duas dores e dilemas. Tudo o que Elliot conhece sobre a vida, ele aprendeu com o seu pai. Os flashbacks mostraram o quanto eles eram unidos. Quando Mr. Robot ficou doente, ele contou só para o seu filho, por exemplo, confirmando a grande confiança que ambos tinham um no outro. Esse vínculo não morreu e continua vivo na mente de Elliot Alderson.

Havia suspeitas de que Ray era um guarda da prisão. Nas suas primeiras aparições, cogitei a possibilidade dele ser o psiquiatra do Elliot. Mas esse episódio não nos informou quem é o Ray. Então pergunto: afinal de contas, quem é Ray? Não foi explicado quem ele é, acho que seja de fato um guarda da prisão que, por sua vez, foi descoberto pela FBI com a ajuda de Elliot e acabou preso. Se foi para a mesma prisão que o Elliot, provavelmente serão amigos de cadeia. Agora ao que parece Ray e sua turma está envolvida com a Whiterose! Imagina o bafo que seria?! Já quero!

Continua após publicidade

Angela está cada vez mais determinada a crescer dentro da E-Corp. Quais são as suas reais intenções? Porque o discurso de que “estou aqui para salvar o mundo” não me desce. Existe, sim, algo por trás dessa motivação além desse discurso de super herói. Ainda sobre esse plot, ainda acho bem confuso. Aliás sobre Angela: o que foi a visita da DiPierro no momento em que ela estava ajudando a Darlene a hackear a FBI?! Fiquei tensa e minhas mãos suavam de nervoso hahaha. A agente da FBI não é boba e já está desconfiada das suas atitudes. Também pudera: Angela não consegue disfarçar quando está fazendo algo de errado, a sua cara entrega logo. Era nítido que falava uma coisa, mas a sua cara demonstrava o oposto.  Caso o pessoal da FBI descobrir sobre a Angela, a fsociety cai junto com ela.