Naya Rivera, de Glee, é indiciada por violência doméstica nos Estados Unidos

Imagem: Fox/Divulgação

A atriz Naya Rivera, mais conhecida por sua atuação na série Glee, foi indiciada por violência doméstica, de acordo com publicação do The Huffington Post.

A acusação apareceu depois que seu marido contou à polícia que foi agredido no lábio e na cabeça enquanto caminhavam com seu filho no estado americano da Virgínia Ocidental, no último sábado (25).

Ryan Dorsey, o (futuro) ex-marido de Naya, mostrou ao xerife do Condado de Kanawha, o mais populoso do estado haja vista que compreende a capital, Charleston, um vídeo no seu celular que continua a suposta agressão. Oficiais da polícia afirmam que as agressões consistem com o depoimento de Dorsey.

Continua após a publicidade

Segundo o porta voz do Departamento de Polícia, a briga teria ocorrido em razão do filho do casal, Josey, mas sem nenhum motivo especificado. Rivera, que recentemente entrou com pedido de divórcio, foi liberada após pagar uma fiança de mil dólares ao estado,

Vale lembrar que de acordo com o capítulo 61, artigo 61-2-9, letra a) do Código da Virgínia Ocidental, violência doméstica é quando “qualquer pessoa que ilegalmente e intencionalmente faz contato físico com força capaz de causar ferimento a outro ou  ilegalmente ou intencionalmente cause dor ou ferimento a outrem, ele ou ela é culpado de um delito e, em caso de condenação, será confinado na cadeia por não mais de 12 meses, ou cobrado não mais de 500 dólares, ou ambos.”

Este não é o único caso recente envolvendo crimes com as estrelas de Glee. Recentemente, o ator Mark Salling se declarou culpado na acusação de posse de pornografia infantil, tendo a chance de ser condenado à 7 anos de prisão.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours