Netflix, 2º Trimestre, Séries, Mercado

Netflix perde número considerável de assinantes e ações da empresa despencam

Números de perda da Netflix são alarmantes

Na última quarta-feira (17), a Netflix divulgou ao mercado financeiro e seus acionistas os resultados do segundo trimestre deste ano. Os números não poderiam ser mais desanimadores. As informações são da CNBC, Forbes e The Wall Street Journal.

A empresa estimou que adicionaria 05 milhões de novos assinantes, mas foram apenas 2.7 milhões. Destes, 2.8 milhões vieram dos mercados internacionais, enquanto nos Estados Unidos a companhia registrou uma queda de 126 mil assinantes. Quanto ao lucro nos últimos três meses, a Netflix praticamente cumpriu a projeção: entregou 4.92 bilhões, contra 4.93 bilhões.

Se há algo positivo para extrair de tais resultados é que o lucro deste trimestre representa um crescimento de 26% em relação ao mesmo período de 2018 (3.90 bilhões). Na nota encaminhada aos acionistas, a empresa pontuou que a queda no número de assinantes deve-se ao recente aumento de preços. Assim como a oferta franca de conteúdo.

O que foi positivo

Dentre os destaques positivos do período, a companhia ressaltou o sucesso de Disque Amiga Para Matar, assistido por mais de 30 milhões de residências durante as primeiras quatro semanas de lançamento. Assim como a minissérie Olhos Que Condenam. Esta última teve audiência de 25 milhões de residências no primeiro mês desde o lançamento.

Leia também: A Netflix vai acabar? Séries deixarão a plataforma e seu futuro é questionável

Além disso, também destaca-se Mistério no Mediterrâneo. O longa foi o filme estrelado por Adam Sandler mais assistido na plataforma digital com 73 milhões de visualizações no primeiro mês. Por fim, Always Be My Maybe também surpreendeu com 32 milhões de visualizações.

Olhando para o futuro

Com a necessidade de olhar para dias melhores, a Netflix também fez projeções para o próximo trimestre. A meta é de adicionar 07 milhões de novos assinantes. Uma vez que o próximo trimestre trará resultados das novas temporadas de Stranger ThingsThe Crown e a conclusão de Orange Is The New Black.

É importante lembrar, contudo, que a empresa enfrentará neste semestre a chegada de seus primeiros grandes competidores: o Disney+ e a Apple TV+. Embora a Netflix tenha dito no último trimestre que não está preocupada com mais concorrência, será um teste para descobrir se os consumidores estão dispostos a pagar para consumir tanto conteúdo.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours