New Girl – 6×09 – Es Good

Fonte: spoilersguide.com
Fonte: spoilersguide.com

[spacer size = “20”]

Continua após publicidade

As peripécias de Winston e Cece voltaram, galera!!! Bem, na verdade, não foram as peripécias em si, mas foi um episódio bastante voltado para a dupla mais engraçada da série. Em “Es Good”, Jess e Robby decidem que estão em um relacionamento aberto e acabam por marcar um encontro duplo. Enquanto isso, Cece e Winston se fixam na vida amorosa da New Girl e Nick e Schmidt se metem numa confusão com o empreiteiro da casa de Schmidt.

Continua após a publicidade

O dilema enfrentado por Jess e Robby neste episódio pode muito bem ser comparado a grande parte dos relacionamentos de hoje em dia: o medo de se magoar virou rotina e as pessoas começam a levar um relacionamento aberto simplesmente para não estabelecerem um compromisso e criarem expectativas. Nossa New Girl teve sua cota de namoros durante as últimas temporadas; Sam, Ryan, Nick, Russell, Spencer, Paul e Berkley, todos foram personagens que vimos com Jess, mas nenhum desses relacionamentos deu certo. E agora Robby, que parece um par perfeito para Jess (e, inclusive, toma as atitudes mais românticas, dignas de um “awn” toda vez que ele faz isso). Não que Jess não tenha tido relacionamentos abertos antes, pois com Sam ela teve, mas dessa vez é diferente. Depois de sair de mais uma decepção e descobrir ainda estar afim de Nick, acho que seria demais para ela ficar num relacionamento aberto.

Continua após publicidade

E, tão investidos na vida amorosa da protagonista quanto a gente, temos Winston e Cece, a dupla do barulho. Os dois, comprometidos, passaram o episódio traduzindo nossos sentimentos em piadas. Claramente a conversa deles na cozinha ao dizer que algo iria dar errado com o lance do relacionamento aberto de Jess e Robby ficará para a história da série como uma das mais icônicas conversas, especialmente pela química que os atores têm juntos. Uma dupla extremamente engraçada. Essa duplinha ainda nos garantiu uma conversa profunda num bar, contemplando aquele momento do relacionamento que todos temem: cair na rotina.

Por fim, a trama de Nick e Schmidt, que em seu próprio mérito também foi engraçada, ainda que menos engraçada que as outras duas. A dupla faz uma comédia mais física, como sempre, com muitas imitações. Schmidt decide copiar Nick para ver se consegue o respeito de seu empreiteiro. Já sabemos, apenas por essa premissa, que as coisas deram super errado e a dupla acabou suspeitando que o empreiteiro estava enganando Schmidt, mas ele não estava, e o resultado foi um abraço de conciliação (e um bem apertado, por sinal).

Continua após publicidade

No fim das contas o episódio foi ótimo. Uma pena grande parte dos fãs não gostarem de Jess e Robby, porque o casal realmente tem uma sintonia bacana e são muito parecidos (inclusive me lembam um pouco Jess e Paul na primeira temporada). Espero que a dobradinha Cece/Winston se torne rotina, porque isso ajuda ambos a terem mais tempo em tela e, claramente, é uma combinação que dá certo, pois ambos são bem engraçados. Triste que para darem um rumo a Cece seja necessário explorar a trama de outros personagens, mas estou aceitando qualquer desenvolvimento que derem para ela, porque é minha personagem preferida após Winston.