New Girl – 4×14 – Swuit

New Girl 4x14
 

Depois de mais uma breve pausa, New Girl está de volta em sua majoritariamente bem-sucedida tentativa de resgatar a qualidade das primeiras temporadas. E esse episódio foi mais um ponto favorável a esse propósito. Plots bem escolhidos, humor simples e efetivo, resultando numa ótima pedida para um episódio de meio de uma temporada lutando, entre erros e acertos, para reconquistar seu público. A mim já reconquistou a algum tempo e apesar de que ainda há muito o que se criticar, não vejo motivos para fazer isso dessa vez. Mas, para minha surpresa, para muitos foi esse mesmo o ponto em que a série deixa de valer os vinte minutos gastos. No entanto, é para divergir que cada um tem sua própria opinião, então eu me reservo o direito de contrariar a maioria e dizer que esse episódio é a prova de que New Girl merece sempre uma segunda chance, justamente por existir a possibilidade dela nos presentear com episódios divertidos como esse.

Eu falei que havia muito o que se criticar e tenho que levantar novamente a questão dessa dificuldade que ela tem de criar uma linha narrativa e se ater a ela, que seja por cinco episódios. Então por mais legais que sejam os episódios que podemos classificar como fillers, sempre vai incomodar essa mania da série de fingir que nada aconteceu no episódio passado ou que tal personagem nunca existiu. Dessa vez o esquecido foi Ryan, mas acho que nesse caso já podemos estar seguros de seu retorno, por já ter atingido certo número de participações e relevância que ficaria feio demais até pra New Girl abandonar dessa forma.

Mas esse episódio não foi sobre Ryan, não foi pra trabalhar nenhuma sequência, foi sobre reafirmar o melhor bromance da televisão atualmente: Schmidt e Nick. É uma amizade que tem tudo pra não funcionar, a começar pelas personalidades opostas. E realmente não funciona, ao mesmo tempo que funciona perfeitamente. Só quem os conhece consegue entender essa lógica. Schmidt está sempre criticando a falta de ambição e a preguiça de Nick, que por sua vez não hesita em fazer pouco caso do estilo de vida de Schmidt, ou seja, ambos vivem em pé de guerra, mas no fim acabam acrescentando muito para a vida um do outro. Mas claro, o melhor é a dinâmica cômica que eles desenvolveram desde os flashbacks, e foi evidenciada nesse episódio. Eles elogiando Jess aos berros, brigando pelo poder e sendo solidários aos “problemas masculinos” um do outro, sendo desastrosos na apresentação, tudo isso prova que para New Girl uma coisa que nunca faltou foram bons temas e personagens para serem trabalhados, restando apenas saber aproveitar. E Jesse acabou sendo uma excelente coadjuvante para esse plot focado em Nick e Schmidt, poderiam fazer isso mais vezes. (“You need money? I’m selling my hair!” kkk)

Continua após a publicidade

E o plot secundário também foi uma escolha acertada, afinal, como deixaram claro no episódio, percebemos que não sabemos muita coisa de Cece além desse apelido. Por isso um dos quotes mais engraçados do episódio foi: “We wrote the check out to Cece. We do not know your full name”. Acho que vão estabelece-la só como Cece mesmo, tipo Angélica ou Cher. Como eu estava dizendo, não sabemos muito sobre Cece, então foi legal que deixaram de usa-la apenas como suporte para as piadas alheias e mostraram algo sobre a vida dela, no caso a faculdade. E Winston e Coach, mais uma vez, muito efetivos em seus respectivos papeis, o que me entristece um pouco pelo fato de que, novamente, Damon Wayans vai deixar a série. Apesar de no princípio a adição dele ter parecido meio inútil, acabaram aprendendo a usá-lo e é realmente uma pena que ele vá sair. Mas paciência. O fato é que ele não passou de um bom acréscimo, nunca foi essencial. Enfim, mais um ótimo episódio, mas ainda espero algo mais consistente para quando a temporada estiver chegando ao fim, só assim poderemos dizer que ela recuperou boa parte da qualidade perdida anteriormente.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours