New Girl – 4×17 – Spiderhunt

New Girl 4x17

Foto: Divulgação/Fox

 

É por cenas como aquela da conversa confusa entre Nick e Jess que eu pago a minha internet. Fazia tempo que qualquer série de comédia não me fazia rir daquela forma e é por essa possibilidade que eu nunca cogitei abandonar New Girl. Se o principal objetivo de séries de humor é fazer rir, ela está se saindo perfeitamente bem.

A capacidade de New Girl de fazer com que todo o episódio gire em torno de um detalhe ínfimo e ainda assim seja interessante é admirável. “Spiderhunt”, como o título sugere, se tratou basicamente de uma caça à aranha que Schmidt tanto temia. E em torno disso construiu-se talvez o episódio mais comicamente competente da temporada.

Continua após a publicidade

Mas claro que nem só de aranhas se fez o episódio, já que desenvolveu-se nele um pouco mais da questão que provavelmente vai ser o centro desse resto da temporada e que nos deixa com altas expectativas para a season finale. Se souberem aproveitar a grande oportunidade que têm em mãos e que estão administrando tão bem até aqui, esta poderá ser tão significativa quanto a da segunda temporada – ou até mais.

E claro que eu estou falando de Cece e Schmidt. A storyline que permitiu a improvável aproximação de Cece e Winston e o resgate da essência da efetividade humorística dele; permitiu um envolvimento além do cômico entre o público e a série/personagens; permitiu a possibilidade de revivermos o apego proporcionado pelos bons tempos do relacionamento entre Nick e Jess; enfim, é um plot que tem sido tão bem dosado que nem parece New Girl. E agora com a provável interferência de Jess em favor dos sentimentos de sua melhor amiga, isso só tende a render ainda mais situações louváveis e quem sabe tão hilárias quanto a conversa que ela teve com Nick, em que um falava sobre Cece e o outro de uma máquina de pipoca. Os fãs de comédia também merecem um pouco de romance, temos que concordar, e essa é a chance mais promissora apresentada até aqui, então perdoem a empolgação.

Enquanto isso é desenvolvida paralela e discretamente o que deve ser a tentativa de nos despedirmos dignamente de Coach, que até então não teve muita relevância ou qualquer avanço em sua história particular, e talvez seja essa moça para a qual ele tanto custou conseguir escrever um e-mail que mudará isso. Como eu já disso anteriormente, gosto da nova namorada do Schmidt, mas não tanto quanto gostaria de vê-la pelas costas. Sobre o futuro amoroso de Nick e Jess, seja como Nick e Jess ou individualmente, não se pode prever. Ainda não defini minhas preferências, mas só espero que não ofusque Cece e Schmidt e talvez devessem focar só nesse relacionamento dentro do grupo, por enquanto, afinal, qualquer um pode aguentar um tempinho solteiro.

Algo que eu não entendo é o motivo de boa parte do público continuar desanimado com a série, já que, ao meu ver, ela está conseguindo perfeitamente nos fazer rir, com episódios agradáveis nos quais nem vemos o tempo passar, e ainda nos prendendo à história, nos deixando ansiosos pelo próximo episódio, coisa que poucas comédias conseguem fazer. Ou ao menos é essa a minha percepção. Acredito que se mantiverem o ritmo e souberem como concluir os plots em andamento, o saldo final da temporada será mais do que positivo.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours