New Girl – 5×01 – Big Mama P

New Girl 5x01

Imagem: Banco de Séries

This is the year of us!

Após uma quarta temporada instável, que dividiu opiniões e deixou mais alguns tantos espectadores para trás, finalmente se iniciou a quinta temporada de New Girl, muito aguardada especialmente pelos entusiastas do casal Schmidt e Cece, já que estes ficaram noivos no último episódio da temporada anterior.

Abordando um dos clichês que marca a seriedade de um relacionamento – a apresentação aos pais – a mãe de Cece entrou em cena, trazendo consigo um igualmente típico problema que se coloca com incompreensível facilidade entre casais: a desaprovação dos pais. Incompreensível porque, devemos concordar, não faz muito sentido um relacionamento entre dois adultos, que já passaram por tudo que tinham que passar pra decidir com convicção o que querem, ser afetado pela desaprovação dos pais, como se estivessem tratando de adolescentes impulsivos. Espero que a provável falta de assunto para render ao plot do noivado uma boa quantidade de episódios não faça com que levem isso muito adiante. E é aqui que a falta de apego da série a situações iniciadas em episódios anteriores viria a calhar.

Continua após a publicidade

Por falar nisso, se fosse pra série inventar um empecilho para o casamento envolvendo desaprovação dos pais, por quê não usar a mãe de Schmidt, que em algum momento da quarta temporada falou pra própria Cece (sem saber quem era) que não aceitaria que o filho se casasse com uma mulher que não fosse judia? Mas mesmo que o dano já esteja feito e a última coisa que a série precise seja mais do mesmo problema, ficaria feio fingir que nunca aconteceu. Então nesse caso eu espero que a série lute contra seus instintos e traga esse plot de volta.

Problemas à parte, o episódio cumpriu  muito bem a sua obrigação principal: fazer rir. Como eu já havia dito em alguma outra review, Jess parece funcionar melhor fora das atribuições de protagonista, servindo apenas à função de elemento cômico, como foi nesse caso. Ainda que suas situações humorísticas se fizeram, principalmente, de “trapalhadas” dignas daquelas comédias mudas antigas, parece que Zooey Deschanel nasceu pra isso, principalmente quando essas cenas vêm acompanhadas de bons quotes. E considerando a gravidez da atriz e seu afastamento dentro de dois ou três episódios, não acho que inventarão algo maior pra personagem, por enquanto.

E o ápice cômico do episódio foi, em primeiro lugar, Nick indo buscar a mãe da Cece no aeroporto e pegando a mulher errada, que não falava uma palavra em inglês; e em segundo, claro, a dança bollywoodiana de Schmidt, acompanhado por Nick, Winston e a mãe falsa de Cece, o que não foi suficiente pra amolecer o coração da verdadeira. Já o plot de Winston, que acabou tornando-se acidentalmente uma espécie de herói nacional, achei dispensável, o que eu temo que acabe sendo o destino do personagem.

Sendo o humor o principal atributo de uma comédia, o qual esse episódio nos lembrou que a série certamente ainda possui, posso afirmar que a temporada começou muito bem. Só temos que torcer para que ela não decida seguir o caminho contrário ao da temporada passada e comece a decair. É claro que, para isso, os responsáveis terão que fazer com que a falta de Jess não seja muito sentida e a presença de Megan Fox não seja muito incômoda, o que não sei se New Girl é realmente capaz de fazer.

Obs: Nunca deixo de ficar abismada com a semelhança entre a menina que faz a Cece criança e a Hannah Simone.

Obs2: Pra quê o close no rosto da dublê da Jess caindo das escadas?

Tags New Girl
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Beatriz Miranda 13 janeiro, 2016 at 01:03 Responder

    Sem dúvida o melhor plot do episódio foi o de Nick. Ri horrores dele conversando com a mãe falsa da Cece, e depois na festa quando ele acha o spray de pimenta na bolsa dela e pergunta porque não usou.
    New Girl fez falta, e creio q esse casamento da Cece e do Schmidt irá acrescentar bastante à série, os dois são ótimos juntos.

Post a new comment