La Casa de Papel e série brasileira estão nos indicados ao Emmy Internacional

Aldo, La Casa de Papel, Emmy Internacional, 1 Contra Todos
Imagem: Globo/Divulgação; Netflix/Divulgação; Fox/Divulgação
Aldo, La Casa de Papel, Emmy Internacional, 1 Contra Todos
Imagem: Globo/Divulgação; Netflix/Divulgação; Fox/Divulgação

Novelas da Globo foram “ignoradas” pelo Emmy Internacional

A Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas anunciou nesta quinta feira (27) os indicados ao Emmy Internacional de 2018, cuja cerimônia será realizada em 19 de novembro em Nova York.

Continua após publicidade

Produções de vinte países foram reconhecidas através de onze categorias, que inclui o Brasil, Chile, Dinamarca e Índia. Um dos destaques deste ano é a ausência de novelas da Globo, uma vez que a emissora não só conseguia colocar pelo menos uma produção na categoria de melhor novela, como também ser competitiva. O Brasil está muito bem representado, entretanto, pela série 1 contra todos, da FOX. A atração concorre ao prêmio de Melhor Drama.

Continua após a publicidade

Neste ano temos duas produções da Turquia nomeadas em tal categoria, reconhecendo o importante polo que o país se tornou para novelas. Além disso, e provavelmente mais importante, é a nomeação de Ouro Verde, de Portugal, que é a favorita em tal categoria.

Continua após publicidade

Destacamos também a presença da Netflix com La Casa de Papel. Confira.

Melhor Novela:

Brave and Beautiful – Turquia

Continua após publicidade

Instabullu Helin – Turquia

Ouro Verde – Portugal

Paquita La Del Barrio – México

Melhor Telefilme/Minissérie:

Aldo – Mais Forte Que o Mundo – Brasil

Kurara: The Dazzling Life of Hokusai’s Daughter – Japão

Man in a Orange Shirt – Reino Unido

Blind Spot – Alemanha

Melhor Drama:

Inside Edge – Índia

La Casa de Papel – Espanha

1 Contra Todos – Brasil

Urban Myths – Reino Unido

Melhor Comédia:

Club de Cuervos – México

El Fun de la Comedia – Espanha

Nevsu – Israel

Workin’ Moms – Canadá

Melhor Ator:

Julio Andrade – 1 Contra Todos (Brasil)

Billy Campbell – Cardinal (Canadá)

Lars Mikkelsen – Herrens Veje (Dinamarca)

Tolga Saritas – Sonz (Turquia)

Melhor Atriz:

Thuso Mbedu – Is’thunzi (África do Sul)

Anna Schudt – Ein Schnupfen hätte auch gereicht (Alemanha)

Emily Watson – Apple Tree Yard (Reino Unido)

Denise Weinberg – Psi (Brasil)

Melhor Documentário: 

De Wereld van Puck – Holanda

Eu Sou Assim – Brasil

Goodbye Aleppo – Reino Unido

WHO I AM – Japão

Melhor Programa de Horário Nobre Americano de Língua Não-Inglesa:

El Señor de los Cielos

El Vato

Jenni Rivera, Mariposa de Barrio

Sin Senos Sí Hay Paraíso

Melhor Programa Não-Roteirizado:

Did You Get The Message? -Bélgica

MasterChef Australia – Austrália

The Mask Singer – Tailândia

Top Chef Mexico – México

Melhor Série de Curta Metragem: 

How To Buy a Baby – Canadá

Adulthood – Canadá

Sensible Lifeof Director Shin – Coréia do Sul

The Suspended Mourning – Chile

Melhor Programa de Artes:

David Stratton’s Story of Australian Cinema – Austrália

Dreaming of a Jewish Christmas – Canadá

Etgar Keret, Based on a True Story – Holanda

Palavras em Série – Brasil

Leia também: Confira o balanço final do Emmy 2018