O caminho antes do O Planeta dos Macacos – o Confronto

Em tempos que Planeta dos Macacos – o Confronto é um dos assuntos mais discutidos e um dos filmes mais sugeridos para se assistir nos cinemas, relembrar toda a história da franquia é algo relevante.

A trama, que foi baseada no livro homônimo, de 1963, do autor francês Pierre Boulle, conta a jornada de astronautas que estão em expedição para confirmar a teoria de que o tempo no espaço passa mais devagar do que na terra. O que se comprovou ser certo já que os quatro viajantes da história estavam com ótimos aspectos, mesmo depois de dois anos no espaço o que equivale a dois mil anos na terra. Assim que acordam de uma hibernação, os três homens percebem que haviam caído no mar de um planeta desconhecido e, também, que sua companheira de viagem Stewart morreu, onde estava dormindo, pois o vidro havia rachado permitindo contato do ar com o corpo da tripulante fazendo com que a mulher ficasse com aparência velha.

Depois de saírem de sua nave, que naufragou, os três astronautas seguem em caminhada pelo deserto por três dias. Quando se deparam com uma cachoeira, eles correm e começam a nadar nus, porém, depois de um tempo percebem que todos seus trajes estão sendo roubados. Ao irem atrás dos ladrões de seus pertences, os astronautas descobrem que são outros humanos. Assim que tentam se aproximar de seus semelhantes, todos começam a correr em fuga.Porém o grande mal que se aproxima não são  eles, mas sim macacos em cavalos, que atiram em direção de todos os humanos, caçando-os. O protagonista George Taylor, interpretado por Charlton Heston, se perde dos seus outros dois companheiros e é capturado e a partir deste momento descobre como os macacos são predominantes nesta civilização, sendo eles os mandantes da civilização.

Não é necessário dizer que o longa é ficção científica, e para aqueles, assim como eu, que não ficam muito animados a assistir filmes deste tipo, devo dizer que se você não assistiu nenhuma das versões seja a dos anos 60 ou as atuais, assista. Se você assistiu a versão atual, mas desprezou a primeira, assista também. Bom, e se você não sabe o final, ele é de arregalar os olhos. E se não liga mesmo para nenhum dos argumentos, te digo outra coisa (levando em conta que você não gosta mesmo de ficção cientifica): o roteiro é fantástico! Para se ter ideia uma das primeiras falas do filme é para pensar. “Me diga, o homem ainda continua matando seu irmão?  Deixando a criança do vizinho passando fome?”, pronuncia Landon (Robert Gunner) ao ver a data da terra, enquanto estava no espaço.

Continua após a publicidade

Outra coisa que vale ressaltar para aqueles que nunca assistiram: a cautela no julgamento é necessária. Afinal, o longa metragem foi produzido em 1968, os efeitos especiais não chegam nem próximos aos de hoje. Então, para os olhos dos jovens acostumados, talvez, com a versão do Marky Mark, quero dizer Mark Wahlberg, assistir a primeira produção é um pouco chocante.

Para finalizar sobre o filme só tenho duas interrogações em minha mente: será que só eu achei muito estranha a cena em que estão os três astronautas parados totalmente pelados na cachoeira? E, o que é aquela cena seguinte que Taylor fica em pé e os outros dois se abaixam para ver as pegadas no chão? Weird!

 

6ih6br

 

planetamacacosstarwarst2hjkEm 1974, veio a série do Planeta dos Macacos, sem qualquer piloto, o projeto para a tevê já tinha carreira longa desde o começo, em tese. Com orçamento beirando os 250 mil dólares para cada episódio, sete maquiadores para 11 atores, o seriado acabou ficando muito caro. Porém, o pior não era o investimento, e sim a concorrência, Chico and the Man e Sanford and Son. Assim, os 14 episódios que deram início a série também foram o seu fim.

Posso dizer que o que mais me atraiu no enredo do Planeta dos Macacos, principalmente no filme, foi o ser humano transformado em animal irracional, o papel é invertido, ele se transforma em atração de circo, como se nenhum homem tivesse razão.  Mas ainda sim, na história o ser humano ainda tem direito a defesa, ao contrário dos outros seres vivos, pelo menos Taylor tem, já que ele vai a julgamento e se defende das acusações feitas contra ele.

 

potapub

 

Porém, algo me intrigou no filme: Se os macacos não são tão evoluídos quanto os humanos, pensando nos dias atuais, como eles conseguiram fazer armas?  Na franquia nova do Planeta dos Macacos, que tem vários efeitos especiais, já mostra outra linha de raciocínio, acredito que um pouco mais aprofundada. O que é bom, vai ver que pegaram  os buracos de todo o roteiro anterior e aprimoraram.

E me diz ai, de toda a produção feita até agora baseada no escritor francês, qual é que você mais gosta?

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours