O final da 4ª temporada de Lucifer explicado: saiba o que aconteceu

Essa matéria contém SPOILERS do final da 4ª temporada de Lucifer

A quarta temporada de Lucifer terminou com um momento bastante chocante para os fãs. Lucifer (Tom Ellis) estava acreditando que ele finalmente havia evitado a profecia prevendo que o inferno viria à Terra quando o diabo encontrasse seu primeiro amor. Mas nada foi planejado, depois que alguns fatos aconteceram, forçando Lucifer a tomar uma decisão devastadora.

O Episódio 10, chamado “Who’s da New King of Hell? conseguiu amarrar as pontas soltas, mas os fãs também acham que há motivos para mais episódios. Saiba – e entenda – o que realmente aconteceu no final da quarta temporada de Lucifer.

O que aconteceu no final com Lucifer?

O maior momento veio na cena final com Lucifer voltando para o inferno e sentando em seu trono. Assim, ele se tornou novamente o senhor de tudo no inferno. Lucifer percebeu que as palavras da profecia sobre o inferno na Terra se tornariam verdades, agora que ele de fato encontrara seu primeiro amor. Ele tomou a decisão de sair depois que Chloe confessou seus sentimentos para ele, sabendo que mais demônios viriam para a Terra se ele permanecesse ali.

Assim, a série deixou as coisas em aberto para o casal. Por um lado, a quarta temporada de Lucifer pode ser considerada como um final definitivo. Por outro lado, a porta foi deixada aberta caso a Netflix queira renová-la para mais uma temporada.

Chloe

Chloe Decker (Lauren German) finalmente admitiu que não tinha medo do rosto demoníaco de Lúcifer e estava apaixonada por ele. Ela estava simplesmente com medo de que ele esquecesse sobre ela e sua vida na Terra por causa de seu lado diabólico. A detetive ficou de coração partido quando Lucifer lhe deu um beijo de despedida e voltou para o inferno.

Eva

Eva (Inbar Lavi) causou o caos invocando o demônio Dromos (Graham McTavish) para entrar no corpo do padre Kinley em sua última tentativa de fazer Lucifer retornar ao inferno. Infelizmente, o seu plano saiu pela culatra com Dromos querendo resolver o assunto com as próprias mãos.

Ele foi felizmente derrotado e a ordem restaurada, fazendo com que Eva revisse suas últimas atitudes. Apesar de seu vínculo com Mazikeen (Lesley-Ann Brandt), Eva anunciou que iria embora e partiria em uma jornada de auto descoberta ao invés de ser definida por um homem, fosse ele Adão ou Lucifer.

Dromos

O demônio Dromos foi trazido para a Terra por Eva e colocado no corpo do Padre Kinley. Mas suas esperanças de controlá-lo foram frustradas quando ele matou outra pessoa e convocou mais demônios. Dromos então sequestrou o bebê Charlie, filho de Amenadiel (D.B. Woodside) e Dra Linda (Rachael Harris) como isca para atrair Lucifer de volta ao inferno.

O demônio e seus acólitos ameaçaram ordenar Charlie como o novo líder do inferno, forçando Lucifer a mostrar sua face demoníaca e bani-los de volta ao submundo. Embora Lucifer tenha derrotado Dromos, ele percebeu que a Terra não estava segura enquanto ainda vagava no plano mortal.

Amenadiel

Amenadiel e a doutora Linda tinham acabado ganhar seu filho recém-nascido Charlie. Foi quando a criança acabou sendo levada por um dos servos de Dromos, que esperavam ungir a criança como o novo rei do inferno. Felizmente, Lucifer e seus amigos pararam tudo a tempo e Amenadiel e Linda recuperaram Charlie de volta.

Amenadiel admitiu que estava pensando em levar Charlie para o céu para mantê-lo seguro, mas decidiu que só ele e Linda poderiam mantê-lo seguro.

 

Ainda não há nenhuma palavra sobre uma quinta temporada, mas a série deixou portas abertas para ela acontecer. E aí, você quer uma nova temporada? Gostou do final da quarta temporada?

LEIA TAMBÉM: Sem enrolação, 4ª temporada de Lucifer é a melhor até aqui

Share this post

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.