O Mecanismo: Internautas defendem boicote à Netflix com cancelamento

Imagem: Netflix/Divulgação

Continua após as recomendações

Série estreou na última sexta-feira (23).

Muitos internautas parecem não terem engolido a estreia de O Mecanismo, nova série original brasileira da Netflix, que se concentra em falar da Operação Lava Jato.

Junto com críticos, que detonaram a série e a visão do diretor José Padilha, muitos assinantes da plataforma disseram ter cancelado a assinatura. Outros, estão apoiando um movimento para que mais fãs cancelem o serviço. Confira:

Continua após a publicidade

https://twitter.com/lfvelho/status/977565310436986882

https://twitter.com/mschuwen/status/977389096690704384

Ex-Presidente, Dilma Rousseff chama a série de Fake News…

Em declaração, Dilma chamou a série de “propagadora de mentiras”, e ressalta as inverdades e incoerências da série, como um escândalo que aconteceu no governo FHC, mas que na série é atribuída ao governo Lula.

“A propósito de contar a história da Lava-Jato, numa série “baseada em fatos reais”, o cineasta José Padilha incorre na distorção da realidade e na propagação de mentiras de toda sorte para atacar a mim e ao presidente Lula. (…) A série O Mecanismo, na Netflix, é mentirosa e dissimulada. O diretor inventa fatos. Não reproduz “fake news”. Ele próprio tornou-se um criador de notícias falsas.”, disse ela.

E completou. “O cineasta trata o escândalo do Banestado, cujo doleiro-delator era Alberto Yousseff, numa linha de tempo alternativa. Ora, se a série é “baseada em fatos reais”, no mínimo é preciso se ater ao tempo em que os fatos ocorreram. O caso Banestado não começou em 2003, como está na série, mas em 1996, em pleno governo FHC — afirma a ex-presidente.“.

Fala de Jucá é atribuída ao Ex-Presidente Lula… 

Dilma também destacou a atribuição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a frase “estancar a sangria”, que foi dita, na realidade, pelo senador Romero Jucá. Rousseff também negou que fosse próxima do ex-diretor da Petrobras e delator da Lava Jato, Paulo Roberto da Costa, assim como o doleiro Alberto Youssef teria “jamais” participado de sua campanha de reeleição.

Confira o relato completo:

 

Leia mais: O Mecanismo acerta na produção, mas peca na visão reducionista de José Padilha

4 comentários

Adicione o seu
  1. Avatar
    Ricardo De Paiva Guimarães 27 março, 2018 at 09:58 Responder

    DEMOCRACIA… cada um faz o que bem entender e arque com as consequencias de seus atos…. fiz minha assinatura no netflix ontem e já incentivei mais 4 amigos a fazerem tambem…. os fatos e a ficção estão ali representadas e dramatizadas cabe a cada um interpretar de acordo com seu intelecto….não cabe ao PT determinar o que pode ou não ser exibido….DITADURA DO PT? e o direito de expressao só vale quando e a favor do PT?

  2. Avatar
    Juk 26 março, 2018 at 19:50 Responder

    não sei onde essas pessoas acham que O Mecanismo é um documentário. É uma série INSPIRADA em fatos, mas não significa que ela precisa seguir a risca tudo o que aconteceu. Série americana faz isso há anos e ngm reclama.

    O Mecanismo tem erros, mas é uma boa série.

  3. Avatar
    Renata Magalhães 26 março, 2018 at 11:12 Responder

    A Série tem a mesma pegada dos 2 tropas de Elite e não vi ninguém boicotando os filmes no cinema. Não pode existir outro ponto de vista, senão o da esquerda que já começam com boicotinho, mimimi e essa vitimização chata. É simples, quem não gosta e não concorda basta não assistir. Nome disso é liberdade de expressão. Cada um vê aquilo que lhe convém.

Post a new comment