O Método Kominsky é cancelada e motivo é revelado

O Método Kominsky cancelada

Fim da linha para O Método Kominsky

A Netflix cancelou O Método Kominsky (The Kominsky Method) após sua terceira temporada, e os fãs estão em busca de uma resposta. Afinal, por que a série não vai continuar?

Continua após publicidade

O Método Kominsky é uma comédia-drama popular exibida na Netflix, feita pelo criador de The Big Bang Theory, Chuck Lorre. A série apresenta Michael Douglas como Sandy Kominsky, uma estrela veterana que agora trabalha como treinadora de atuação em Hollywood. A terceira temporada finalmente chegou, mas os fãs ficaram tristes ao saber que esses são os episódios finais.

Continua após a publicidade

O motivo do cancelamento

A série estreou na Netflix em novembro de 2018 e segue o treinador Kominsky, que teve um breve período como ator de sucesso.

Continua após publicidade

Em janeiro de 2019, a série foi renovada para uma segunda temporada, que estreou em outubro de 2019 e em julho de 2020 ela foi renovada para uma terceira e última temporada.

O Método Kominsky cancelada
Imagem: Divulgação.

Agora, no dia 28 de maio, a Netflix lançou os episódios finais e, com isso, muitos estão tentando entender porque a Netflix não quis continuar com a série.

Continua após publicidade

Mas, de acordo com o Deadline, foi uma decisão entre a Netflix e o criador, Chuck Lorre.

“’O Método Kominsky’ tem sido um projeto de verdadeira paixão para mim, e tem sido uma experiência incrível ver a resposta calorosa do público e da crítica. Estou animado para encerrar a história com este capítulo final.”, disse Lorre, após o anúncio do final.

Logo, nenhuma razão específica foi citada para o fim do programa após três temporadas. Parece, então, que foi simplesmente porque atingiu um ponto final natural para o arco da história de Sandy Kominsky.

Mais detalhes

Na terceira temporada, Kominsky está lidando com a perda de seu querido amigo, Norman. O personagem foi retirado da série, uma vez que, em 23 de setembro de 2020, confirmou-se que Alan Arkin não faria parte dos novos episódios, depois de aparecer nas duas temporadas.

Aparentemente, sua decisão não teve nada a ver com a pandemia. Uma fonte revelou que Arkin já havia se decidido a deixar a série antes dessa situação.

Imagem: Divulgação.

Além disso, a Netflix parece seguir um padrão de cancelamento de séries após duas ou três temporadas. A streamer provavelmente faz isso porque é mais lucrativo apresentar novas séries, que atraem novos assinantes.

Em contraste, renovar as séries em andamento significa atender a um número mais ou menos fixo de telespectadores. Outra razão por trás disso pode ser que o custo anual de produção continua aumentando a cada ano que uma série retorna com uma nova temporada.

Logo, podemos imaginar quanto “O Método Kominsky” custaria, caso a Netflix renovasse a produção para uma quarta temporada. Afinal, estamos falando de uma produção estrelada por um dos maiores nomes de Hollywood, Michael Douglas.

Naturalmente, a notícia do fim da série suscitou fortes reações por parte dos fãs. Enquanto a maioria estava feliz por ter conseguido a 3ª temporada, eles teriam ficado mais felizes se a série continuasse por mais temporadas. De qualquer forma, os fãs sempre podem revisitar seus episódios e cenas favoritos, já que a série de comédia está disponível na Netflix.

E então, o que você achou do fim de O Método Kominsky? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.