Once Upon a Time – 3×15- Quiet Minds

ouat

Digo que estou imensamente feliz de escrever sobre uma série que eu amo tanto que é Once Upon a Time. Acredito que o grande sucesso dela se deve ao fato de “fazer uma salada mista” de todos os contos de fadas – ou a maioria deles -, desconstruindo toda a ideia que tínhamos de algum personagem ou até de uma história.

Além disso, vemos também alguns personagens que se relacionam amorosamente ou são best friend de um outro personagem que nem fazem parte daquele conto de fada. Querem um exemplo? O romance entre a Bela e o Rumple. Este, por sua vez, não faz parte do mesmo conto que a Bela, pois ele é vem de um conto dos Irmãos Grimm. Já ela é a personagem principal do conto “A Bela e a Fera”, da Disney, que se apaixona pela Fera, um príncipe que foi transformado em uma fera por uma bruxa. Esse feitiço só poderia ser desfeito através do beijo de seu amor verdadeiro. A partir daí, fazendo um resumo da história, ele conhece Bela, o tal beijo ocorre e eles são felizes para sempre. É desse jeito, portanto, que as histórias de OUAT se constroem e se cruzam, fazendo inúmeros paralelos e crossovers entre os contos de fadas de todo os países e culturas.

Como todos devem saber, houve a inserção da história de O Mágico de Oz em OUAT  e isso foi extremamente positivo para série, pois não basta ter uma vilã à altura da Evil Queen (Bruxa Má) tem que ter duas. Sua irmã, a Wicked Witch of The West (Bruxa Má do Oeste), fará o possível e o impossível para ter o seus desejos realizados; e se pensávamos que a Evil era má, com certeza, é porque não tínhamos conhecido a Bruxa de Oz.

No episódio 3×15, Neal morreu numa alternativa de resgatar a vida de seu pai, Rumple. A cena foi bem triste, uma vez que o filho morreu nos braços do pai. Essa situação é interessante ao pensar que Rumple, tão ausente na vida de Neal, que não assistiu o seu crescimento como deveria, esteve presente no seu momento de morte. Ironia, não?

154877

E será que Regina mergulhará em um novo amor? Segundo a fada, seu novo amor será um homem com uma tatuagem de leão, que é o Robin Hood. Mas Regina descobriu isso só agora. Eu, particularmente, torço para que esse novo casal aconteça! Seria bastante irônico a Evil Queen e o Robin Hood juntos, mas é bem o perfil de “tudo é possível” de  OUAT. Acho, também, que isso dará um novo gás ao plot da Regina; e, quem sabe, um novo amor pode torná-la mais amena. Os fãs, ou pelo menos a maioria deles, torcem para que ela tenha alguém e seja feliz. Será que é isso que falta para adoçar o coração da nossa rainha favorita? Não sei.

Um novo integrante se juntou ao episódio: Lumière, que faz parte do conto da “A Bela e a Fera”. Assim como ocorre no conto, Lumiere ajuda a Bela e se torna o seu grande amigo. O mais interessante é que, aqui, ele começa como o vilão da história e cúmplice da Bruxa do Oeste. No entanto, ele fica contra a bruxa e acaba salvando a Bela. Queria que o Lumière voltasse e não fosse apenas um personagem de um episódio só.

Algo sempre me intrigou e sempre me intrigará: como nunca ninguém desconfiou da verdadeira identidade de Zelena? Ela mostrava ser uma pessoa muito boa, sem nenhum tipo de defeito e muito prestativa. Minha mãe sempre me falou de desconfiar de pessoas assim e é verdade! Esses tipos de pessoas são as piores! Agora que descobriram quem é a Zelena de verdade, tudo vai mudar. Acredito que as vilanias vão ficar melhores, pois os moradores de Storybrook ficarão contra a Wicked Witch. Será que uma nova guerra será travada entre povo e a bruxa? Pode ser que sim. Isso me remete às primeiras temporadas, em que todos ficarão contra a Evil Queen. Acho que isso vai acontecer novamente, porém com uma bruxa diferente.

154823

Henry é o único naquela cidade que não sabe da verdadeira identidade de toda a população de Storybrook. Nesse episódio, Emma contou sobre a morte de Neal a ele, mencionando o fato dele ser o seu pai. Confesso que fiquei com dó do Henry, porque queria que eles se reencontrassem e que o menino pudesse descobrir toda a verdade sobre a sua identidade.

Amo a série, mas não posso deixar de mencionar como são sofríveis os efeitos especiais. A cena do Rumple sendo ressuscitado por Neal foi péssima por culpa dos efeitos especiais. O que foi o Rumple saindo da caixa envolvido por um líquido preto? Isso me lembrou a série Helix, em que as pessoas infectadas com o vírus expeliam uma gosma preta – bem semelhante ao líquido em que Rumple estava envolto. Enfim, esses efeitos só não são piores do que os efeitos especiais do spin off de OUAT ou do Chaves.

Por fim, quero muito assistir o embate entre as duas bruxas-irmãs: Evil Queen x Wicked Witch. Espero que isso ocorra em breve.

Daniele Duarte

Daniele Duarte

Carioca da gema, amante de literatura clássica. Machado de Assis é o seu autor favorito. O tríade de melhores séries são Six Feet Under, Breaking Bad e Sherlock . Séries inglesas também faz parte da sua grade de séries. Ela é a pessoa que chora rios com a series finale de SFU.

No comments

Add yours