Once Upon a Time – 5×02 – The Price

Fonte: Banco de Séries

Fonte: Banco de Séries/Divulgação

Continua após as recomendações

 

Comentei na matéria passada o poder que a intensa fuga de spoilers pode fazer na vida de um seriador. Aquela sensação de “um dos melhores episódios da trama” se repete, e coloco a culpa nessa ausência. Quando não criamos expectativas, não temos com o que comparar. Mas isso não quer dizer que Once Upon a Time só presta por causa disso. Antes disso, afinal, quando vemos um episódios iniciamos as expectativas para o próximo. E olhe, se The Dark Swan foi bom, The Price foi maravilhoso.

Continua após a publicidade

Coloquemos aqui o principal ponto do episódio: o início das explicações. É lógico que todo mundo ficou extremamente curioso com o que aconteceu naquelas seis semanas e o que desencadeou o processo de “escurecimento” de Emma. É cedo, muito cedo, para afirmar qualquer coisa mas, como não sou todo mundo, posso dizer meu palpite: a pessoa que mais tentou proteger Emma foi a principal pela sua transformação: Regina. O desejo de proteger a Salvadora, de fazer com que seus poderes permaneçam “escondidos”, enquanto se busca alternativas para a cura.

Muitos podem falar: se vamos falar de alguém importante na vida de Emma, que seja Margaret ou David. Não, não, não e não! Beleza, a construção da relação de Emma com Regina e seus pais é basicamente a mesma: períodos bons, períodos ruins. Mas Regina tem uma intensidade maior sobre ela, principalmente pela sua ligação com Henry, e aqui nem falo tanto dos efeitos maravilhosos que as duas causam nos fãs.

Porém, se o ponto principal é esse, o primordial é a continuação da insegurança de Emma. Tenho a certeza de que irei elogiar isso em todas as matérias, se continuar nesse ritmo, porque não canso de admirar a metodologia que eles encontraram para trabalhá-la. Não foi algo repentino nem muito monótono. Está sendo algo contínuo, algo gradativo e que vem agradando muito.

Nenhum comentário

Adicione o seu