Once Upon a Time – 5×22/23 – Only You/An Untold Story [SEASON FINALE]

407176
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

Dois episódios finais que serviram mais como introdução a sexta temporada de OUAT. O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde é um clássico da literatura mundial e confesso a vocês que conhecia muito pouco da história. Conhecia tão pouco a ponto de, ao ver Mr. Hyde, achar que eles iriam apresentar Drácula como vilão da sexta temporada. O que não sabia, era que já havia visto grandes filmes que abordavam essa história. Van Helsing e The League of Extraordinary Gentlemen são grandes exemplos disso.

Continua após a publicidade

Antes de falar sobre este incrível clássico abordado na série, vamos relembrar de pontos cruciais que devem ser abolidos da série. Henry realmente não é muito bom em fazer escolhas, e a rebeldia da adolescência não ajuda muito. Contando seis temporadas, o melhor que ele fez foi ir buscar Emma no primeiro episódio. Essa contenção dos poderes do Autor estão muito extremistas. Mesmo que seja mais seguro escrever o que aconteceu naturalmente, não seria de todo errado dar uma ajudinha quando as coisas estivessem meio balançadas.

Continua após publicidade

E parece que toda essa monotonia está na família, pois Rumple está tão perdido quanto Henry na série. Essa insistência em escolher entre o amor e a magia em sua vida realmente já deu. Todos sabemos que ele é obcecado pelo seu poder e a escolha do cristal no fim, mostra que ele realmente não mudou. Na verdade, todas as mudanças de Gold pelos anos foram negativas. Incrível como sua sagacidade e inteligência foram decaindo consideravelmente com o tempo… #SddsRumple

407167
Imagem: Banco de Séries

A adaptação ao Médico e o Monstro foi boa, e fizeram uma abordagem bacana a Terra de Histórias Não Contadas. Mesmo que digitalmente, essa foto ao lado retrata bem a união de diversos contos em um só lugar. Apesar de acreditar que utilizarão de Storybrooke como plano inicial de desenvolvimento da história, seria interessante remeter a cidade até mesmo para trazer novos contos, adaptados ou não dos clássicos Disney.

Continua após publicidade

Enquanto tudo ocorre nesta nova terra, as coisas em NYC vão literalmente de mal a pior. Quando eles tratam de mundo fora de Storybrooke, não podem fazer uma nuvem roxa crescer em um hotel de NY e achar que tá tudo bem. Mas enfim, com muito custo, Henry finalmente conseguiu destruir a magia que tanto fez sofrer a ele e sua família. Quando o aborrecente percebeu a burrada que ele acabou de fazer, foi correndo em busca de ajuda com um “velho conhecido” nosso. E foi aí que as coisas começaram a desandar…

O Dragão nunca foi um personagem bem esclarecido pra mim. Desde sua introdução no plot de Peter, as coisas nunca foram bem explicadas. E dessa vez não foi muito diferente. Muito bonito essa ideia de que acreditar na magia faz com que ela se fortaleça, mas o que ocorreu naquela fonte dos desejos foi meramente bizarro. Por mais que muitos acreditassem que tudo foi um truque, um redemoinho de água não é algo comum e simples de se fazer. Enfim, a magia retornou a Terra e com ela trouxe os refugiados da terra de Dr. Jekyll.

Ginnifer e Joshua são uma máquina de fazer filhos, mas tá difícil conciliar a vida real com a série. Não se deram ao trabalho de esconder a barriga da atriz para as cenas finais de Snow. E também não quiseram adicionar mais um irmão para Swan na trama. Enfim, apesar de tudo, o discurso entre ela e Regina foi bem estruturado. A ideia de separar as duas partes da ex-vilã foi inteligente em diversas maneiras.

407185
Imagem: Banco de Séries

Muitos poderiam achar que essa finale seria a grande despedida de nossa querida e adorada Evil Queen. Contudo, uma grande vilã interpretada por uma exímia atriz é como uma fênix, e renasce das cinzas. O retorno da rainha é um marco para a temporada e foi muito bem utilizado em um momento crucial do seriado. Se souberem trabalhar bem o plot de Mr. Hyde associado a esse grande retorno, temos uma receita de sucesso para retomar as rédeas na sexta temporada.

Em um balanço geral, a temporada foi fraca com um final digno de esperanças. O plot de Camelot realmente não desceu bem, e o submundo também não agradou a todos. Personagens como Hades ficam na memória dos fãs por toda a vida, mas tudo que é bom em um seriado não pode se estender por muito tempo senão leva a monotonia. O renascimento da rainha está próximo, e não vejo a hora de comentar esta incrível temporada junto a vocês… Bom descanso 😀