Orphan Black 2×04 – Governed As It Were Chance

orphan black 04

Continua após a publicidade

Vai dizer, não parece que os roteiristas ouviram os nossos apelos após o episódio boring da semana passada? Gente, Orphan Black voltou aos velhos tempos com um episódio tenso, redondinho e cheio de revelações surpreendentes.

Tudo estava tão bom, que até as nossas clones do coração voltaram a se preocupar uma com a outra. Cosima falou com Sarah pelo Skype, Sarah se preocupou com Alison na rehab, e Helena, bom Helena foi mais Helena do que nunca.

O episódio começou após o acidente que Sarah e Daniel sofreram semana passada, que olha só, foi causado por Cal (ou é Carl?). Só eu já estou desconfiando dele? Por que ele quer saber de tudo? Não confio nele, mas sei que Kira é esperta. Bom, logo após isso Sarah resolve voltar ao mundo real, e descobrir mais sobre o que Ms. S sabe.

Aliás, e Shiobhan hein? Cada vez mais cheia de segredos, ela nos surpreende colocando as pernocas de fora e mostrando que não fazia parte do Projeto LEDA. Sim, ela foi só mais uma peça do quebra-cabeça, e seu envolvimento com o misterioso (e sexy, va lá) traficante de pessoas Carlton, é a chave para todo esse mistério. O que mais ele esconde?

Falando em revelações, esse episódio foi recheado delas, desde os recortes achados por Sarah e Felix na casa de Ms. S, até a descoberta de Cosima sobre o verdadeiro significado de LEDA, quem não ama significados mitológicos né? E finalmente sabemos quem aparece naquela foto. Não é Ms. S, e sim Susan e Ethan Duncan. Nada mais nada menos que OS PAIS ADOTIVOS DE RACHEL, a bitch mor. Também descobrimos que Daniel, o capanga e amante de Rachel, é também seu monitor. Quem imaginaria?

Que bom que nesse episódio não vimos Angie mala, mas vimos um Art bem ousado. Ele ficou o dia inteiro tirando fotos? E  jurava que o carinha bizarro lá mataria ele, nem eu entendi a reação dele de deixar Art vivo após presenciar a fuga de Helena, isso não teve muita lógica.

Falando em Helena, ela continua sendo uma das clones mais interessantes. Assustada com o que fizeram com ela, resolve fugir, e onde vai parar? Sim, na casa de Ms. S. Para variar ela procura por Sarah, e nossa protagonista precisa até agradecer a chegada dela na casa de Rachel, ou ela já estaria sem rosto. Mesmo que não dê para confiar em Helena, não penso que ela fará mal a Sarah, sua única e verdadeira família. Ela é carente, e do jeito mais bizarro, tudo que ela quer é um abraço. Se bem que ela ainda não soltou Sarah, então a tensão dura até o próximo sábado.

PS: Foi ótimo ver Alison em um novo ambiente. Ela é o alívio cômico, e sua relação com Donnie ou com Felix deixa claro porque ela é a preferida de muitos fãs do #cloneclub.

Aliás, Felix mitou ao definir a relação de Cosima e Delphine, ao afirmar que as duas “estão em um clico lésbico nerd que certamente terminará em lágrimas.” E por fim, os proletheans conseguiram fecundar um óvulo de Helena, e agora? Vida longa à Orphan Black!

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VYYRaPpj_4s[/youtube]

Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

No comments

Add yours