Os acertos e os muitos erros do Globo de Ouro 2019

Imagem: FX/Hulu/Prime Video

Continua após as recomendações

Não é novidade para absolutamente ninguém que gostos são relativos. O que pode ser uma obra-prima para uns pode ser um desastre para outros. É compreensível que os eleitores do Globo de Ouro não adores as mesmas séries que eu ou você.

Não é novidade para absolutamente, também, que tudo tem limite.

Continua após a publicidade

E como já é tradição todos os anos, o Globo de Ouro passou vergonha em diversas categorias, seja por esquecer candidatos excelentes ou nomeando outros totalmente absurdos.

Melhor Série – Drama

O Globo de Ouro é amplamente conhecido por indicar e premiar séries estreantes. E isso é uma das coisas mais bacanas do prêmio, pois permite que novas histórias, equipes e atores cheguem aos holofotes quando muitos ainda não reservaram a devida atenção a eles. Foram eles que escolheram The Affair como a melhor série há alguns anos, o que foi um dos bons acertos da premiação.

Das cinco indicadas na categoria de Melhor Série – Drama, apenas The Americans é veterana. Todas as outras quatro são estreantes. É uma coragem elogiável, não podemos negar, algo que o Emmy jamais faria, mesmo se fosse o certo a fazer. E as cinco séries nomeadas são ótimas. Mas não são as melhores do ano, nem de longe. E é aí que o Globo de Ouro tropeça nas próprias pernas.

Nessa mania de fazer diferente, nomear estreantes e sucessos de público, ficam de fora séries como This is Us The Handmaid’s Tale. Ambas encontram-se em suas segundas temporadas e fizeram bonito durante o ano. Ainda temos Better Call Saul e mesmo The Affair, um show que foi amado pelos votantes e hoje, mesmo estando em alta qualidade, é completamente esquecido.

A maior e mais imperdoável esnobada, contudo, é justamente uma série estreante: The Haunting of Hill House não só é melhor que qualquer uma das indicadas como é também a melhor série do ano. Talvez tenham faltado mais estrelas no elenco ou números na audiência, pois claramente é mais importante para o Globo de Ouro do que qualidade.

Melhor Série – Comédia

Na categoria de comédia, a seleção é sólida, mas ainda assim há uma omissão imperdoável. Assim como os votantes esqueceram o melhor drama na categoria dramática, eles esqueceram a melhor comédia: Atlanta, impecável em seu segundo ano, foi totalmente esquecida. Outras esnobadas menos doloridas também chamam atenção, como Glow, Insecure e a novata Forever. 

Novamente a paixão por estreias se faz presente: das cinco indicadas, três são novatas (Barry, Kidding The Kominsky Method). Ao menos aqui os votantes deram atenção a séries mais “antigas”, tendo lembrado da queridinha do público The Good Place e da fantástica Marvelous Mrs. Maisel (esquecê-la seria demais até para os padrões da HFPA).

 

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

No comments

Add yours