Os bastidores de Game of Thrones: Curiosidades por trás das câmeras

Curiosidades dos bastidores que você ainda não sabia sobre GOT

No dia 14 de abril, a última temporada de Game of Thrones se inicia. Certamente, o ano que encerra a série é um dos mais esperados. E com certeza irá atingir a marca de superação da própria série, que é reunir tantas pessoas à frente da TV no mesmo horário.

Em tempos de polarização mundo a fora, é um feito e tanto para um drama que cresceu pelas suas guerras, mortes surpreendentes e uma violência crua semanalmente. É certo que daqui a quarenta anos nossos descendentes e estudiosos do tema, olharão para esse período e concluirão que foi um dos únicos momentos que as pessoas se uniram para debater os motivos de Cersei, as reais intenções de Daenerys e os mistérios da ressurreição de Jon Snow.

É inegável importância de Game of Thrones para a televisão mundial. Logo, o Mix Bastidores da vez foca naquelas curiosidades dos bastidores da série que você, provavelmente, não tinha a menor ideia que tinham acontecido.

Tempo

Os produtores executivos David Benioff e D.B Weiss afirmaram que a produção da série é extremamente cansativa. Foi necessário um ano inteiro para gravar um programa de dez horas de duração. A quinta temporada sozinha, por exemplo, foi filmada em nada mais do que cinco países, 151 sets de gravação, 240 dias de filmagens, 166 membros do elenco, mais de mil integrantes da equipe de produção e 5 mil extras, exatamente… 5 mil extras!

https://www.youtube.com/watch?v=PN63bg_OSL0

Senhora inspiração

Imagem: New Line/Divulgação

Mesmo recebendo negativas de canais repetidas vezes em razão dos baixos orçamentos que se trabalhava na época, George R.R. Martin sentiu-se inspirado e escreveu uma série de livros batizada de A Song of Ice and Fire, que ele mesmo considerava “infilmáveis”.

Depois do sucesso de O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, Martin foi procurado para vender os direitos de exibição dos livros para que um estúdio produzisse uma série de filmes. Um dos projetos, inclusive, trazia a proposta de contar apenas a narrativa de Daenerys e outro pretendia focar apenas no conflito entre Starks e Lannisters.

O autor não gostou e recusou a proposta alegando que seus livros tinham muito mais história para contar. E somando ao fracasso de A Bússola de Ouro, Martin ponderou também a possibilidade do primeiro filme não agradar o estúdio e todo o restante ser engavetado.

Money, Money, Money must be funny….

Imagem: NBC/Divulgação

O custo médio de produção de cada episódio da série, da sexta temporada, era de 6 milhões de dólares. O mais caro até então foi o 2×09, também conhecido como Blackwater, que custou em torno de 8 milhões de dólares.

A HBO, entretanto, planejou que o sexto anos custaria em volta de 100 milhões de dólares. O que significa que cada episódio seria orçado em 10 milhões cada. Tamanho custo coloca Game of Thrones lado a lado com Friends no ranking das séries mais caras da história.

Islândia

Imagem: HBO/Divulgação

Enquanto filmavam a sétima temporada na Islândia, as temperaturas ficaram muito baixas e por vezes chegavam aos -19ºC. Em razão da falta de uma proteção adequada contra o frio para o elenco, o ator norueguês Kristofer Hivju (Tormund Giantsbane) fez com que todos do elenco usassem uma roupa especial de uma empresa norueguesa chamada de Devold.

Papéis trocados

Imagem: NBC/Divulgação

Gillian Anderson admitiu em 2016 que recebeu a oferta de uma das personagens em Game of Thrones, mas recusou. O motivo? À época estava com dois filhos pequenos em casa. Os rumores são que o tal papel oferecido era o de Cersei Lannister.

Já Natalie Dormer afirmou no programa The Jonathan Ross Show que ela fez a audição para um outro personagem bem diferente daquele que ela acabou interpretando, Margaery Tyrell.

Rapidinhas

Em 2012, mais de 160 meninas foram registradas nos Estados Unidos com o nome de “Khaleesi”, em alusão a personagem da série. Mesmo que seja apenas um título de Daenerys.

O piloto original não agradou em nada os executivos da HBO fazendo com que a emissora pedisse por uma regravação completa. Timothy Van Patten foi trazido no segundo episódio e os criadores foram autorizados a reescrever o que achassem melhor.

Além disso, em abril de 2016, um novo canal foi lançado em Israel chamado de Game of Thrones Channel. Como o nome sugere, exibiu-se apenas materiais relacionados a série. Seja episódios, entrevistas, bastidores, vídeos e qualquer tipo de extra disponível.

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, requisitou a 6ª temporada antes do seu lançamento porque dizia-se muito fã da série.

Ademais, coincidentemente, Jon Snow é o mesmo nome de um âncora do canal britânico Channel 04. O que tornou o sentido da frase You know nothing, Jon Snow muito mais interessante.

Share this post

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.