Os bastidores de Jane The Virgin: curiosidades por trás das câmeras

Imagem: CW/Divulgação

Parece que foi ontem quando li a notícia de que a CW iria adaptar uma novela venezuelana para sua grade de programação da Fall Season de 2014 e cravei que seria um dos maiores fracassos que a televisão já vira. O meu erro? Julgar o livro pela capa, ou melhor, subestimar todo um trabalho por uma sinopse mal elaborada pela equipe de marketing do canal.

É verdade que a audiência de Jane The Virgin nunca foi espetacular, na verdade, sempre teve um teto e nunca passou daqueles daqueles 0.4-0.5 no demográfico de público alvo. Entretanto, sempre vi essa série como algo maior do que simplesmente um bom programa para render lucros à CBS Corporation ou ganhar alguns prêmios aqui e ali, Jane The Virgin representa o melhor da cultura latina em pleno horário nobre e brinca de uma maneira muito criativa com os clichês novelescos que a gente conhece muito bem aqui no Brasil.

Sabendo disso e lembrando que a série retornou para sua quarta temporada nos Estados Unidos na última sexta-feira (13), a coluna Bastidores dessa semana é dedicada a Jane The Virgin.

Continua após a publicidade

Não é a minha história

Imagem: Lifetime/Divulgação

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Gina Rodriguez (Jane) confessou que teve que recusar uma oferta de personagem em Devious Maids, a já cancelada série da Lifetime, para que pudesse seguir com uma boa oportunidade num projeto na televisão aberta – Jane The Virgin.

“Eu não me conectei com Devious Maids. Eu não queria que fosse a minha revelação”, disse à revista. “Eu não mudaria nada porque [Jane The Virgin] foi feita para eu fazerEssa tinha que ser a minha jornada. Se duraria apenas um ou dez anos, eu vou dar uma chance, pois essas são as histórias que eu queria contar.”.

Diane Guerrero, que interpreta a melhor amiga de Jane, Lina, também fez um teste para ser uma das protagonistas da dramédia produzida por Eva Longoria. “Eu queria muito um personagem”, disse à Remezcla. “Eu honestamente pensei: que ideia interessante”, completou. No final do dia, ela não passou na audição de Devious Maids, mas acabou integrada ao time de Orange Is The New Black e mais recentemente em Superior Donuts.

Pedido épico

Pode parecer que não, mas Justin Baldoni (Rafael Solano) era um nome muito conhecido na internet antes mesmo de atuar na novela The Bold and the Beautiful Single Ladies. O porquê? Ele foi um dos responsáveis por um viral, que dominou a conversa do americanos durante um bom tempo, onde pedia sua namorada em casamento.

Baldino propôs a sua namorada de longa data (agora esposa), Emily Foxler, num vídeo (abaixo) elaboradíssimo de 30 minutos que ele dirigiu, atuação, cantou e até mostrou habilidades em dança. É realmente impressionante.

A voz do coração

Imagem: Entertainment Weekly

Mesmo com narrativas estranhas e reviravoltas realmente dramáticas, Jane The Virgin consegue manter sua audiência engajada graças ao trabalho do narrador. Com voz de Anthony Mendez, o personagem auto descrito como Latin Lover Narrator (Narrador latino apaixonante).

Mendez contou à revista Latina como que ele se integrou a série. “Não é um narrador regularvocê consegue fazer muitas coisas como um narrador que não consegue fazer com nenhum outrao personagem, disse. Isso é muito diferenteÉ como se ele fosse alguém bem separado de todo o elencoO que é brilhante”, concluiu.

Prestígio

Imagem: Netflix/Divulgação

Jane The Virgin foi criada a partir de uma grande bagagem dos seus envolvidos. A showrunner Jennie Snyder Urman produziu e escreveu episódios da sétima temporada de Gilmore Girls, antes de lançar sua própria série, a fracassada Emily Owens, M.D. na CW. A produtora confessa que trouxe referências dos seus trabalhos anteriores na hora de apresentar essa ideia para o canal.

Eu queria que a série começasse como se tivéssemos um encontro entre Ugly Betty Gilmore Girls, explica Snyder Urman. Esses dois programas juntos é uma marca que eu quero atingir, conclui.

¿Hablas español?

É possível que alguns telespectadores tenham percebido que a avó de Jane, ou abuela, Alba Gloriana Villanueva, interpretada por Ivonne Coll, nunca falou falou uma única palavra de inglês. É verdade que a personagem entende a língua, até porque se comunica perfeitamente com a filha e a neta, mas responde apenas em espanhol.

Rapidinhas

Imagem: CW/Divulgação

Jane foi a primeira série a render uma indicação ao Globo de Ouro para CW desde a sua criação em 2006.

Enquanto na ficção sabe-se que a família Villanueva imigrou da Venezuela para o Estados Unidos, todas as três atrizes possuem descendência porto-riquenha.

No Season Premiere da segunda temporada, a esposa e filha de Justin Baldoni (Rafael), Emily e Maiya, fazem uma breve participação para mostrar o poder a necessidade do aleitamento materno.

Brett Dier, que até a terceira temporada interpretou o marido de Jane, Michael Cordero Jr., passou por um grande treinamento com um policial profissional para que interpretasse da melhor forma possível um oficial na televisão.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours