Os hilários confrontos familiares de Mom

mom

Continua após as recomendações

Considerada uma das apostas dessa fall season no quesito comédias, Mom teve produção assinada de Chuck Lorre, e trazendo a hilária Anna Faris à TV. Uma série produzida por Lorre, exibida na CBS e protagonizada pela eterna musa da escrachada saga Todo Mundo Em Pânico seria sucesso com certeza, correto? É, mais ou menos…

A história gira em torno de Christy, uma alcoólatra em recuperação que decide recomeçar sua vida. Só que nada pra ela foi fácil, e consequentemente essa sua nova fase não seria diferente. A loira em sua primeira reunião dos alcoólicos anônimos encontra no meio da plateia ninguém menos que Bonnie, sua mãe, o qual guarda remorso de todas as coisas que deram de errado até os dias de hoje.

Continua após a publicidade

O piloto vou ser honesto que deixou a desejar, mas apesar disso soube introduzir bem os personagens. Logo de cara Mom mostrou que Lorre quis apresentar um diferencial em sua nova comédia, uma dose dramática no conceito de conflito familiar. Já no episódio de estreia Violet, filha mais velha de Christy, descobre que está grávida.

O episódio seguinte não desenrolou muita coisa, e ainda não foi o suficiente para mostrar a que realmente veio. Foi em 1×03 – “A Small Nervous Meltdown and a Misplaced Fork” que a série começou a despertar mais sua veia cômica, a encontrar o seu tom adequado. A partir daí a série não parou mais.

 

mom-quarteto

 

Com o desenrolar da série, diversos personagens foram aparecendo, e alguns foram ganhando mais destaque. Um dos casos que podemos citar é do chef de cozinha Rudy com seus comentários ácidos, tendo o seu momento de auge no episódio 1×12 – “Corned Beef and Handcuffs”, em que se relaciona com Bonnie e assim gerando uma grande dor de cabeça a Christy, rendendo momentos pra lá de cômicos.

Outras personagens que também tiveram destaques merecidos foram Marjorie e Regina, colegas do grupo de alcoólicos anônimos frequentado por mãe e filha. A primeira com o seu jeito “certinho” de ser ao longo da série foi diagnosticada com câncer, o que a fez ficar mais próxima das protagonistas. Já a segunda (um beijo Neusa Borges), foi amparada pela dupla após roubar dinheiro de onde trabalhava. As quatro juntas rendiam diversos momentos hilários, mas nada comparado ao ocorrido em 1×19 – “Toilet Wine and the Earl of Sandwich”, onde as personagens estiveram em tanta sincronia que rendeu algo único e pra lá de divertido, se não um dos melhores momentos da série.

Quem não podemos esquecer de mencionar é o pequeno Roscoe. O caçula de Christy pode não ter aparecido tanto nessa primeira temporada de Mom, mas as poucas vezes em que apareceu rendeu momentos muito hilários. Além do garoto, o pai dele também não pode ser esquecido. Baxter com seu jeito politicamente incorreto sempre surge dando muita dor de cabeça à nossa protagonista insana.

No meio disso tudo, a série também soube explorar bem o seu lado dramático. Os conflitos entre Christy e sua mãe sempre foi abordado de maneira cômica, mas na realidade o que aconteceu entre elas no passado foi muito mais delicado. No episódio 1×09 – “Zombies and Cobb Salad”, as duas tiveram uma cena bem intensa e emocionante, onde Bonnie mostra que por trás da cinquentona safada, há uma mulher bastante vulnerável e que guarda um incontrolável arrependimento por tudo que fez a Christy no passado. Após isso, ocorre um verdadeiro divisor de águas, onde o relacionamento entre elas começa a apresentar melhoras.

 

mom-christy-alvin

 

No decorrer da temporada, começamos a ver a relação não só entre Christy e Bonnie, como da loira e de sua filha Violet a desenvolver cada vez mais. Como se não bastasse essa melhoria na relação entre as três, a protagonista é surpreendida quando a identidade de seu pai é finalmente revelada já quando a primeira temporada estava prestes a entrar na reta final.

Nos momentos finais desse primeiro ano, além do início da relação entre pai e filha, Violet decide que quando seu bebê nascer, o mesmo será doado para adoção, se tornando esse o plot principal dos últimos episódios. A reta final de Mom então começa a se desenrolar e na season finale somos surpreendidos com a reconciliação entre Bonnie e Alvin, além da adoção da pequena Smokey Taylor.

 

Mom-1x22-2

 

A primeira temporada de Mom começou cambaleando, mas conseguiu encontrar o seu ponto certo ainda nos episódios iniciais. O próximo ano da série, se for bem trabalhado, terá tudo para se melhorar ainda mais sua qualidade e tornar-se uma das comédias mais badaladas da TV americana.

Vida longa a mais essa guinada de Chuck Lorre. E fiquem atentos, que nós do Mix de Séries vamos resenhar a série a partir da próxima temporada.