Os indicados (que queremos) para Coadjuvantes em Drama no Emmy 2017

Imagem: HBO/A&E/NBC/Netflix/Divulgação

Continua após as recomendações

A ausência de Game of Thrones no Emmy impactará, sem dúvidas, as duas categorias que abordaremos neste especial de desejos para os indicados da premiação neste ano. A categoria de coadjuvante é tão importante quanto a categoria principal de atores e atrizes, e a ausência da série da HBO é um divisor de águas, uma vez que ela sempre ocupa grande número das vagas de indicações.

Continua após a publicidade

Imagem: TVLine (Netflix/A&E/HBO/Divulgação)

Em 2016, por exemplo, na categoria de Melhor Atriz Codajuvante em Série Drama, Game of Thrones ocupou 3 das 6 indicações. Desta forma, temos três vagas abertas automaticamente para 2017. Se adicionarmos que com o fim de Downton Abbey, a presença constante da Dama Maggie Smith (que venceu ano passado) também dará lugar para mais uma vaga, deixando a disputa interessante.

O primeiro nome que mencionamos na nossa lista de desejos é Amy Brenneman que com sua sutileza, iluminou a caracterização de sua personagem e suas complicações com a fé do marido John em The Leftovers. O seu adeus não poderia ter sido mais impactante, deixando a necessidade de sua indicação.

Vera Farmiga, de Bates Motel, vem logo em sequência, sendo um nome que PRECISA ser indicado. Somente dela se propor a interpretar um cadáver, por toda uma temporada, ela merece um prêmio. Apesar dela ter sido indicada apenas uma vez, como Atriz Principal em 2013, Farmiga tem a chance de brilhar como coadjuvante em uma temporada que não era sua, mas que parecia ser.

Também temos nomes que tem pouco apelo, mas uma carga dramática intensa em seus papeis. Aisha Hinds de Underground e Billie Piper de Penny Dreadful, poderiam ser nomes que integrariam a lista e atingiriam a conta das injustiçadas em uma categoria que tem tanto a contemplar.

Porém, temos dois nomes que fecham nossa lista e que temos um apreço intenso. Thandie Newton, que brilhou como a robô Maeve de Westworld, passou boa parte da temporada nua – mas também roubando a cena em um arco que cresceu a cada passo desta temporada grandiosa. Além dela, nossa torcida vai para que Samira Wiley seja reconhecida pelo seu incrível arco em Orange is the New Black que levou a saída de sua personagem. O seu otimismo e o romance que tangenciou a personagem faz de Poussey o nome certo para representar as detentas de Litchfield neste ano.

Nossa Lista dos Sonhos: Amy Brenneman por The Leftovers, Vera Farmiga por Bates Motel, Aisha Hinds por Underground, Billie Piper por Penny Dreadful, Thandie Newton por Westworld e Samira Wiley por Orange is the New Black.

Imagem: TVLine (HBO/NETFLIX/Divulgação)

Com a categoria masculina temos o mesmo cenário. Três vagas de Game of Thrones estão abertas e será interessante ver quem terá oportunidade de concorrer neste ano.

O primeiro nome que indicaríamos seria Clayne Crawford, que apesar de ter cedido às loucuras de Lethal Weapon nos brindou com uma incrível performance em Rectify. A história de seu personagem, incluindo o fim do seu casamento com Tawney, e algumas verdades sobre o estupro e homicídio de Hanna Dean só fizeram com que seu personagem ganhasse notoriedade e um lugar merecedor entre os indicados.

This Is Us, obviamente, merece um lugar nesta categoria com Ron Cephas Jones, que deu vida ao pai biológico de Randall e trouxe, junto a si, uma das melhores histórias da temporada. Também foi Jones o autor de uma das cenas mais tristes e emocionantes do novo drama favorito dos seriadores.

E os eleitores do Emmy teriam de ser mais loucos do que Kevin Sr. por não reconhecer o trabalho de Scott Glenn em The Leftovers. Suas crenças e convicções roubaram a cena de alguns episódios a tal modo que praticamente comprou a fé dos espectadores.

Entre uma clara notoriedade Michael McKean em Better Call Saul, que o fez muitas vezes se destacar mais que Jimmy McGill, e a sutileza britânica de John Lithgow em The Crown, um dos nossos favoritos para esta categoria saiu direto do parque de Westworld. Trata-se de Jeffrey Wright, que talvez tenha o personagem mais interessante de toda essa lista. Isso porque o ator interpretou, praticamente, dois personagens na primeira temporada e somente depois da revelação de que Bernard era um clone robótico do falecido Dr. Ford, é que as diferenças tornaram-se aparentes. De forma magistral, Wright é um dos grandes nomes de Westworld e seria um crime o ator não ser indicado. Mais um crime ainda, se ele não vencesse…

Nossa Lista dos Sonhos: Clayne Crawford por Rectify, Ron Cephas Jones por This Is Us, Scott Glenn por The Leftovers, Michael McKean por Better Call Saul, John Lithgow por The Crown e Jeffrey Wright por Westworld.

Lembramos que conheceremos os indicados do Emmy no dia 13 de julho e, até lá, o Mix de Séries irá expor alguns nomes para nossa lista de desejos nas categorias. E você, quais são os seus favoritos?

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours