Penny Dreadful – 1×06 – What Death Can Join Together

Quando fecho os olhos durante a abertura de Penny Dreadful, não é porque não quero ver o que se passa e sim porque quero apreciar essa incrível trilha sonora. Sério, eu não fico mais ansiosa só pelo desenrolar da narrativa, agora já estou no ponto de botar a abertura no repeat de tanto que gosto daquela musiquinha (sim, sou louca). Mas enfim, depois de ficar babando pela Eva Green em mais um episódio, vamos comentar alguns pontos muito importantes dessa segunda parte da temporada.

Continua após as recomendações

Fonte: cinefilos

– Vamos partir do pressuposto de que esse episódio não foi ruim, mas também não foi bom! Como a gente fica na expectativa de cada vez melhorar, dessa vez as coisas demoraram a engrenar, mas por sim cumpriram seu papel.

Continua após a publicidade

– Como esse episódio voltou com a trama narrativa de misturar os diferentes personagens do enredo, a gente volta a ficar naquela incógnita do que passa pela cabeça de cada um. Afinal, todos eles estão vivendo épocas mega-tensas de suas vidas: Brona quase morrendo, Chandler apaixonado por ela, Dorin querendo pegar todo mundo, Mr. Malcolm ainda sem saber o que fazer sobre Mina, Frankstein sendo assombrado pelo seu “primogênito” e ainda agora Mrs. Ives se jogando na aventura que é essa vida. Pelo menos, mesmo que de forma mais lenta, todos os núcleos foram atendidos e seus destinos cruzados. Acho bom!

– Vimos uma Vanessa mais leve, sedutora e pronta pro bote com menino Dorin (que diga-se de passagem, não perdeu tempo!). A cena dos dois na cama, gente, não sabemos se ficamos animados junto com eles ou um pouco tensos com a agressividade da coisa toda. Porém é exatamente nesse momento que uma coisa muito importante acontece: quando Ives libera seu demônio interior. Então, meus amigos, agora o bicho vai pegar.

– Eu juro que fiquei com vontade de matar o primogênito de Frankstein de tanto ódio que estou dele! Tudo bem que ele quer sua amada imortal e diga-se de passagem, tô achando que a menina Brona será o corpitcho para isso, mas não precisa ficar estragando a vida do médico dessa forma. Pressão psicológica não tá ajudando muito o processo!

– Mr. Malcolm poderia dar uma aquietada no facho também, né? Se meter numa pista furada, levar o Chandler junto e ainda botar todo mundo em perigo (além de gastar pólvora a toa), não foi lá uma grandiosíssima ideia. Pelo menos aos poucos eles vão descobrindo que o problema é muito maior e mais complexo do que eles pensavam e sim, vão cada vez mais precisar da ajuda um do outro. Afinal, a autópsia de Van Helsing já mostrou que existem vampiros e que provavelmente eles estejam interligados a outras criaturas.

– Mais uma vez a gente se depara com uma produção impecável e muito encantadora! Gente, que série que deve ganhar milhões de prêmios, por favor!

 

 

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    @psiricardo 20 julho, 2014 at 09:24 Responder

    Talvez um dos sites de melhor análise de série do momento. Gostei demais das suas considerações sobre Penny… lhe adicionei ao Facebook, para trocarmos algumas impressões… Bjs.. @riccardofurtado:disqus

Post a new comment