Powerless – 1×04 – Emily Dates a Henchman

Imagem: IGN

Se você é roteirista de uma série e tem carta branca para explorar a marca dos personagens, ainda que seja vedado o uso em tela deles, o que você faz? Escreve boas histórias sobre o entorno das consagradas figuras e faz um episódio interessante. Obviamente não conhecemos o Batman, mas ele esteve presente em todo o episódio.

Logo no começo Teddy e Ron encontram um batarang (bumerangue do Batman) em meio aos destroços de um equipamento destruído por um confronto do Homem-Morcego contra o vilão Duas Caras. Bat-bugiganga que ofereceria a oportunidade perfeita de Van Wayne finalmente cobrar um prejuízo que outrora o Batman havia lhe causado em seu luxuoso carro.

Continua após a publicidade

Van, Teddy e Ron passaram a acreditar na real possibilidade do herói ir recuperar o equipamento pessoalmente e fizeram toda uma preparação para encontrar o Cavalheiro das Trevas. Obviamente (obviamente), ele não aparece em tela, mas esteve presente para salvá-los de um assalto em um beco escuro e ainda pegar seu batarang de volta. A cena foi rápida e engraçada, ficamos com aquela sensação de “OMG o Batman salvou eles”, mas cá entre nós, o plot foi muito previsível. Todos sabíamos que a possibilidade de Bruce Wayne aparecer em Powerless, fantasiado ou não, é bem próxima a zero – Ainda que tenha dito o mesmo sobre Clark Kent em Supergirl.

O que não prevíamos era o Van se fantasiando maravilhosamente de Robin, e ainda tentando ser recrutado como o novo garoto prodígio apenas pelo status que o uniforme iria lhe conferir. Isso foi muito bom e tem ligação com a outra trama que se desenrolava paralelamente.

Emily desde o início sempre se mostrou muito focada no trabalho, empenhada em conseguir a amizade dos seus companheiros e funcionários. O que pessoas assim não tem? Um namorado/a. Pois bem, enquanto a nossa heroína curtia uma fossinha pelo casamento do ex-namorado, foi convida por Jackie e Wendy para uma girls night out, ou na verdade, Emily praticamente as impeliu para que a convidassem para sair.

Na balada, aparentemente Emily havia encontrado ao acaso o cara dos seus sonhos: Médico, alto, bonito, fã de Gilmore Girls (#TeamJess). Só que as aparências enganam e Dan (Robert Bucley, One Tree Hill) não passava de um capanga do Charada.

A moça não sabia disso e nem percebeu nada de estranho e começou a sair e ganhar presentes do conquistador. Só que em uma cidade como Charm City, a função de henchman de vilão é bastante comum e todos logo perceberam que o novo namorado da nossa protagonista não era um good guy como ela dizia. Quando finalmente ficou convencida disso, Emily decide terminar tudo, só que é surpreendida com a tentativa de Dan (ou Reggie como era realmente o nome do sujeito) e seus comparsas tentarem assaltar a empresa em nome do arqui-inimigo do Batman.

Exatamente neste ponto, que Van vestido de Robin, surpreende a todos e apenas com sua presença de sidekick  do Paraguai,  ele espanta todos os capangas e salva a noite de Emily e Jackie que estavam como reféns.

O episódio foi ligeiramente melhor (ou eu me acostumei com o nível da serie) e deu para soltar algumas risadas ao longo dos 20 minutos. Ainda falta bastante coisa. Explorar o universo heroico em que esta inserido é fundamental para série seguir progredindo. O que não pode é nos frustrar com a expectativa de ver algo que não iremos ver na série. Há outros meios de se conseguir audiência. Há outros caminhos para se consolidar como um bom show.

Tags Powerless
Avatar

No comments

Add yours