Precisamos falar sobre… a desnecessidade de Fear The Walking Dead.

fear-the-walking-dead-season-2-keyfb

Continua após publicidade

[spacer size = “20”]

Continua após a publicidade

Quem me acompanha aqui no Mix sabe o quanto sou fã de The Walking Dead e seus personagens. Mesmo após tantos tropeços, tento defender a série no máximo que consigo. Porém, existem coisas tão desnecessárias e sem sentidos que fica claro que o interesse dos envolvidos é apenas lucrar o máximo que conseguir em cima do drama zumbi. Uma das coisas sem sombras de dúvida foi o spin-off  intitulado Fear The Walking Dead (já começa o problema por ai) mesmo que os próprios produtores não gostem de dizer que é um spin-off.

Continua após publicidade

A audiência no season premiere foi estrondosa, mais de 10 milhões de pessoas acompanharam o piloto, fazendo com que rapidamente já fosse anunciada a renovação para uma segunda temporada com o dobro de episódios. A história que tinha como base mostrar o início do apocalipse zumbi em plena Los Angeles, enquanto o protagonista da série mãe Rick Grimes estava em coma. Porém, a notícia de quem eles não mostrariam a causa do vírus caiu como um balde de água fria em que esperava uma resposta. Bactéria? Transmissão pelo ar? Praga de Deus? Muitas teorias. E a resposta dada foi que esse não é o objetivo da série e que não iremos saber o que levou a praga.

Então precisamos falar sobre qual a necessidade da série?

Continua após publicidade

[spacer size = “20”]

Repetição nas histórias…

A impressão que fica depois de 4 episódios desde a estreia da segunda temporada é como se já assistimos isso em algum lugar. Tudo bem que TWD mesmo depois de 6 temporadas ainda repete várias situações. Mas talvez o erro seja esse. Com FTWD não é diferente. E o fato de eles estarem ainda no início do apocalipse não contribui nenhum pouco. Todos nós sabemos como lidar com os walkers, e assistir eles cometendo erros de principiantes nos deixa malucos.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

 

 

Numa tentativa de inovar, resolveram colocar os personagens no meio do oceano e assim eles fugirem do perigo em terra. Porém, a ideia inicial de mostrar que eles não têm como fugir acabou caindo no mais do mesmo. E se você quiser começar acompanhar essa temporada a partir do episódio passado não terá problema algum. A história apresentada até o momento está caminhando em passos lentos e fica difícil não cochilar entre uma cena e outra.

[spacer size = “20”]

Fear the Walking DeadPersonagens apáticos…

Olha gente! É difícil não olhar para cara do Travis e não sentir preguiça. O personagem que era para ser uma espécie de pai disposto a tudo para proteger sua esposa e seus filhos, acabou se tornando um chato de marca maior. Sem atitude e pulso firme com o filho rebelde e sem o apoio de seus enteados acabou não conquistando a simpatia do público. Enquanto sua esposa Madison se tornou a queridinha e ganhou mais espaço na trama.

Os adolescentes da trama Nicki, Alicia são filhos de Madison e Chris do Travis, todos os três têm mesma mentalidade de adolescentes rebeldes que se metem em encrenca e não aceitam os respectivos parceiros dos seus pais. Num episódio que dura cerca de 40 minutos é muito importante dividir bem a história apresentada para que não ocorra à famosa “barriga”. E a impressão que dá é a que as falas são idênticas. Não seria mais fácil dar um filho pra cada um e pronto? Ou então apenas 1 personagem com uma marca forte que fosse capaz de levar bem a história?

Isso sem falar no vício do Nick que na primeira temporada sofrerá de overdose e nessa simplesmente não falaram mais no assunto até o momento. Como assim ele foi curado das drogas em pleno apocalipse? Estranho!

Ofélia e Salazar não tem o que falar, ela não fez nada de relevante até o momento e ele que é um ex-militar até tem alguma serventia com as armas, mas possuem o mesmo problema do Travis (carisma zero). E por fim, Strand que até o momento é o mais misterioso, ele que colocou todos no meio do mar, guarda um segredo e que serve para dar um pouco de movimento para história.

[spacer size = “20”]

Pode melhorar?

Tenho esperanças que sim! Mas para isso, talvez a primeira coisa fosse diminuir a quantidade de episódios. 16 episódios para uma trama que estamos carecas de acompanhar é muita coisa. 10 ou 12 seriam o ideal, tanto para ela quanto para a série mãe TWD. Não sabemos ainda em que altura dos acontecimentos está, se Rick ainda está em coma ou não.

Mas uma tentativa legal seria rolar o famoso crossover entre as séries, pois nem todos que acompanham uma necessariamente acompanham a outra. E juntando ambas, os personagens de FTWD tomariam um choque de realidade por tudo o que Rick, Carol, Carl já passaram e poderiam assim mudar sua postura. Creio que é meio impossível de acontecer, afinal as histórias se passam em cenários diferentes.

Outra melhora poderia ser no ingresso de algum vilão de peso. Já tivemos Governador, Canibais, Wolves e o mais temível de todos Negan, e o que sobraria para FTWD? Só os zumbis? Até quando? O vilão movimenta a série e é ele o responsável pelo mocinho sair da sua zona de conforto fazendo coisas inimagináveis.

[spacer size = “20”]

Imagem: AMC

Até onde a série pode ir?

A partir do momento que uma história é escrita é necessário ter em mente o inicio, meio e fim. Até onde somos capazes de contar e querer que as pessoas embarquem nessa história? Pois bem, nesse momento em que TWD entra num momento importante da sua HQ. FTWD segue uma linha totalmente oposta e sem saber para onde está indo.

A impressão que temos nas falas é que os próprios personagens não sentem confiança e parece que a qualquer momento no meio do episódio a história vai acabar sem mais nem menos. Tudo bem que o meio talvez seja até mais importante que o fim, mas esse meio precisa ter um mínimo de vontade tanto de quem está atuando, produzindo quanto de quem está assistindo para que nenhumas das partes cansem.

Até onde ela é capaz de ir? Não sou a pessoa mais apta á responder, mas precisa caminhar para algum lugar e até o momento esta mais perdida que os personagens no meio do oceano.

Sabendo que a série já foi renovada para uma terceira temporada e dificilmente será cancelada, eu espero do fundo do meu coração que eles tenham algo em mente e não fiquem apenas no mais do mesmo ou rodando em círculos. Eliminando personagens desnecessários e contando uma história que nos envolva e não nos dê sono.

Então concordam comigo? Deixem seus comentários abaixo, podem xingar a vontade só não envolvam a mãe no meio.