Precisamos falar sobre… o retorno de Grey’s, Scandal e Murder

Greys Scandal Murder TGIT

 

Esta semana acontece talvez um dos retornos mais esperados da midseason 2016. Desde que se “despediram” do público em novembro de 2015, muitos seriadores contam os segundos para a volta do #TGIT (Thank God It’s Thursday) de Shonda Rhimes, e o 11 de fevereiro está a caminho.

Amanhã damos sequências às histórias de Meredith, Olivia e Annalise – uma trilogia mais poderosa que as Marias da Talia. Digo isso porque, um dramalhão mexicano não teria tanta originalidade para sofrimento igual o dessas mulheres. Ah, não preciso nem avisar que contém SPOILERS destas três séries certo? Então, se não está atualizado e não quer saber de nada… CORRA!

Continua após a publicidade

Em Seattle as coisas ficarão… feias!

Grey’s Anatomy tem feito uma temporada consistente. Está longe, beeeeeeeem longe de ser o que já foi um dia, mas a guinada na vida de Meredith após a morte de Derek deu uma grande renovada no show. Até o último episódio exibido a série veio batalhando por boas histórias e a primeira parte de certa forma conseguiu. Tivemos a inserção de um médico novo – possível interesse romântico de Meredith, tivemos um destaque para a namorada de Callie que, por coincidência, foi a mulher que atendeu Derek na noite de sua morte, entre outras histórias boas que prendeu os remanescentes fãs de Grey’s na primeira parte da décima segunda temporada. Porém, veio uma promo “maldita” (confira aqui) e me mostra Meredith sendo atacada por um paciente logo no episódio de retorno. Shonda Rhimes é mesmo psicopata e quer ver seus súditos sofrerem.

Mais uma vez teremos Meredith correndo risco de vida como o foco principal. Para que me diz? Tava indo tudo tão bem. Casos interessantes, conflitos “pé no chão”. É mesmo necessário retornar à algumas extravagâncias já usadas a exaustão por Rhimes?

 

greys-anatomy-meredith-attacked

 

Movimentos como este me fazem questionar se Grey’s Anatomy realmente precisa externar tanto o sofrimento de seus médicos, a ponto de quase toda season finale, fall season premiere ou mid season premiere precisar colocar a vida de um deles em risco. Não gente, não precisa. Vide a temporada passada, com aquele acidente espetacular em que a April comandou toda a situação.

É uma série médica, e talvez fosse mais bacana dar atenção para este foco, com os médicos tendo de lidar com as situações inusitadas de seus pacientes. Tudo bem que, o que acontecerá com Meredith no episódio de amanhã é até cabível, visto que um paciente atacar um médico durante o atendimento não é tão difícil de acontecer. Mas chega de catástrofes mirabolantes com os médicos certo? Vamos explorar casos espetaculares, de preferência com os pacientes, e que prendam o público. Quem sabe assim, Grey’s saia da mesmice de ter sempre que “matar” um médico.

It’s Handle!

Scandal 5x10

Já em Scandal as coisas andavam arrastadas. E o pior de tudo, é que talvez o que estava arrastado talvez estivesse assim desde sempre e só nestes últimos anos começamos a perceber. Sim, falo de Olivia e Fitz. Eles são sim o casal protagonista, mas não, eles não precisam ficar juntos. Me desculpem os Olitz, mas este casal não dá certo, e os últimos episódios da série estão aí para provar. A “lenga-lenga” de ficarem juntos ou não, Vermont, “I’m the scandal”, “Yes”, entre outras coisas, tornaram a série de fato mais uma novela do SBT do que o procedural em que ele se propôs a ser no começo. Se for para fazer o público torcer por um casal – como Shonda fez com Meredith e Derek durante anos – faça direito. A dinâmica de Olitz não funciona quando eles estão juntos, e percebemos o quão Olivia se inferioriza perto de Fitz. E cá pra nós, não é dessa Olivia que gostamos.

Quando a série voltar amanhã, Olivia já terá se recuperado de um (surpreendente) aborto e será a Gladiadora Mor que sempre foi – e que todos nós gostamos, claro!. Com direito a roupa vermelha e tudo. A promo promete uma nova Olivia, e é o que do fundo do coração, torcemos pra ser. Ainda teremos twists como Mellie pedindo para que Olivia gerencie a sua campanha, a princípio sendo negado. Mas não duvido que, em breve, Olivia aceite o job e se una com a ex-primeira dama para a corrida presidencial. Isso sim, seria um verdadeiro escândalo não?

Aliás, Shonda Rhimes tem um verdadeiro trunfo nas mãos com Mellie. A personagem mostrou todo o seu potencial na primeira parte da temporada, tendo momentos memoráveis como quando ficou horas defendendo uma lei para que ela fosse aceita. Quem quer logo que ela se torne a Presidente? Vamos lá Rhimes, bora dar essa guinada.

Sai da frente que Annalise também está voltando…

Finalizando a trinca da noite, How to Get Away With Murder vem com tudo. A série, sem dúvidas, deu uma caída em relação a sua temporada de estreia, mas está longe de ser considerada ruim. A entrada de uma nova história, um novo “assassino” e um novo caso a qual os protagonistas possam trabalhar deu a revigorada que o show necessitava.

Annalise ainda está caída no chão, mas a diferença é que agora sabemos que foi Wes – mais uma vez – o autor do disparo. Porém, a dinâmica da série vai sofrer outra mudança, porque o foco da vez será explorarmos o passado da protagonista, que agora sabemos ter uma relação com Wes. Ela é mãe do tal Christopher? Parente? O que realmente aconteceu e que ela escondeu do rapaz durante todo esse tempo? Ela esteve envolvida com a morte da mãe do rapaz?

Espero que Pete Nowalk e Shonda Rhimes consigam trabalhar tal história de forma fantástica, e não tenho dúvidas de que será assim. Ah, e ainda precisamos resolver o caso dos gêmeos com uma trama que cada vez mais se complica, além do crescimento de Asher que agora faz parte da “Gangue de mentiras”. Quanta confusão não? Mas uma coisa é certa: quanto mais conflitos, mais cenas espetaculares a série nos proporcionará, naquela que para mim, é a que mais está funcionando no momento.

 

Três séries poderosas que deixam a ABC ainda em primeiro lugar. Três forças diferentes, cada uma com suas características. Obviamente, diante de um panorama deixado em novembro, percebemos que a veterana Grey’s Anatomy, no geral, tem sido a mais fraca das três. Porém, a promo tem deixado o público bem ansioso, se tornando talvez o retorno mais esperado. Mas uma dose de Olivia e Annalise também não fará mal a ninguém. Portanto, pode vir #TGIT, que estamos fervendo…

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=l4xHWLGVT7Q[/youtube]

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Suellen 23 novembro, 2019 at 10:07 Responder

    Caraca, vc é a primeira pessoa q vejo q tem a mesma opinião q eu sobre Olivia e Fritz. Realmente ela se rebaixa por ele, é ele é um idiota manipulável q só virou presidente graças aos outros

Post a new comment