Precisamos falar sobre… ser NERD!

Hoje é o Dia da Toalha. Para os desavisados de plantão, o dia 25 de maio tornou-se o dia em que Douglas Adams, o autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias é homenageado e, aproveitando o gancho, comemora-se mundialmente o Dia do Orgulho Nerd, uma vez que foi também nesta data que o primeiro Star Wars foi lançado, lá atrás em 1977.

A iniciativa partiu da Espanha, em 2006, e espalhou-se pelo mundo. Falamos um pouco da iniciativa de se comemorar o Dia da Toalha no nosso editorial do último domingo (clique aqui).

Atualmente, é um dos dias mais importantes na cultura popular. Mas afinal, está mais fácil ser nerd nos dias de hoje?

Precisamos falar sobre…

 

O que significa SER NERD na atualidade?

A definição de nerd mudou, isso é um fato. Se voltarmos nos anos 1980, ao falarmos esta palavra, nos referíamos aos caras quietinhos da escola, que geralmente era inteligente, usava óculos e passava o dia falando de quadrinhos, heróis, RPG e ficção. Mais a frente, os video-games entraram no combo e, aquele que fechava todas as fases passou a fazer parte do clube.

Mas no século XXI as coisas mudaram. Na era da internet, até o descolado pode ser considerado um nerd. Não que este perfil que descrevi aí em cima não exista, mas o perfil cool dos anos 1980 certamente se encaixaria no quadro “nerd” atual. Afinal, hoje, ser nerd é popular.

 

 

A facilidade de acesso, a imensa produção de conteúdo voltado para este gênero desmistificou algumas “lendas” sobre o universo geek. Em 2016, por exemplo, até este mês já foram lançados 4 adaptações cinematográficas baseadas em histórias em quadrinhos. E ainda tem mais por vir. Por conta disso, fica difícil hoje definir o que é nerd. Aliás, até você que assiste duzentas séries de TV é qualificado como um nerd. É mais algo que a gente sente, não explica.

 

Sou nerd, me respeite!

A verdade é que o nerd passou a ser respeitado. Todo este movimento e os aspectos que giram em torno desta cultura foram reconhecidos em muitos sentidos. No Brasil, por exemplo, a realização da Comic Con Experience é um dos símbolos máximos da conquista deste público. Expressar em público sua paixão nerd é algo único.

Claro que, não é preciso viajar horas para um grande centro de reunião nerds para você se auto-declarar geek. Nas ruas, ou até mesmo em casa, usar uma camisa com um símbolo, um nome ou uma imagem que remeta à cultura nerd, é comum. É incrível poder ser você mesmo e respeitado por isso. Uma conquista e tanto para os nerds de todo o mundo.

A propagação desta cultura…

O investimento neste segmento é, sem dúvidas, alto. Para você conseguir andar com sua camisa, acessório ou simplesmente preencher suas prateleiras com coleções, o mercado geek/nerd tem se ampliado. E isso é incrível. São muitas as lojas que se empenham em propagarem a cultura nerd com muitos produtos, voltados ao público que se considera nerd ou não.

O mesmo pode considerar-se do cinema e da TV. Como dito, as produções estão cada vez maiores e não só no cinema. Na televisão, é certo que sempre há alguma estreia baseada em quadrinhos. Atualmente, são quase 10 atrações no ar na TV aberta americana – sem contar as atrações produzidas entre a Marvel e a Netflix.

 

 

Ficou fácil investir na cultura geek e, com isso, a propagação destas ideologias ficaram cada vez mais fortes. Se antes, o nerd tinha a dificuldade de ser aceito na sociedade, muito disso era porque a sociedade não enxergava o potencial deste grupo. Hoje, não! Por isso, o Nerd Power está cada vez maior.

E não ache ruim a popularização desta cultura. Sem ela, você provavelmente não teria experiências incríveis e acesso a todo o conteúdo que você tem.

 

Comemore, hoje é o nosso dia!

Aproveite, portanto, ao máximo o Dia do Orgulho Nerd. Compartilhe muitos memes no Facebook, tire uma foto com uma toalha, faça uma maratona da sua série predileta, leia aquela HQ que é um ícone para você, vá ao cinema ou assista um filme na Netflix. Vivencie a infinidade de coisas que, hoje, são consideradas do mundo nerd/geek.

 

 

Estamos em um momento que, cada vez, precisa ser ressaltado a força desta conquista. Se temos um dia para comemorar, devemos comemorá-lo. Afinal, hoje em dia é fácil ser Nerd, mas chegar até aqui não foi. Por isso, use e abuse do direito SER NERD.

Digo e repito: é uma época incrível para tal!

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours