Prison Break – 5×07 – Wine Dark Sea

Imagem: Youtube/Reprodução

Começo a me assustar com o rumo que a temporada está tomando. Após o sexto episódio me decepcionar, o sétimo veio e com ele, uma nova decepção.

Quando você enterra seu marido, pai do seu filho, amor da sua vida, e após sete anos, descobre que esse mesmo homem, está vivo, eu espero no mínimo, emoção no reencontro. Acredito que, o encontro entre Sara e Michael era um dos momentos mais aguardados pelos fãs da série. Mas foi tudo por água abaixo. Sem emoção, corrido, como se estivesse encontrando alguém na rua a caminho de casa. Cadê a comoção que a série nos proporcionava, como ao fim da quarta temporada? Perdeu-se de tão corrida que a temporada está!

Já disse anteriormente e repito, o enredo está muito apresado, tudo está acontecendo de uma maneira mecânica e sem motivação. É tão desapontador ver uma série que você esperou tanto tempo, que até nos apresentou ótimos episódios na temporada, chegar a esse ponto de correr com a história para acabar logo.

Continua após a publicidade

Outro fato que devo dizer que me desapontou, foi à revelação de Poseidon: Jacob, o marido da Sara. Nas reviews anteriores, disse que quase engoli a história do marido em não ser o mandante da história toda, por ser muito evidente, e me espantei com a descoberta. Para o nível Prison Break, foi bem fraco e óbvio demais. Porém, vimos que Sara meio que engoliu a história do marido e ao se encontrar com Michael, ela enfim descobriu a verdade.

O que descobrimos também é que Scofield não matou o agente da CIA que está sendo acusado, fato que desdobrou diversas teorias na cabeça dos fãs sobre o mocinho. Ele apenas foi incriminado por Jacob, um plano para tirar Michael do caminho.

Vale destacar, claro, a volta de Sucre. O reencontro entre papi e Michael foi também sem muita emoção, porém melhor que a primeira. É lindo ver que Sucre, independente do que aconteça, continua leal ao amigo e sempre disposto a ajudar, inclusive, o plano dele no barco foi muito bom.

Não posso encerrar a review sem dizer, o quanto estou chocada com a facilidade que a Sara encontrou o Michael do outro lado do mundo e depois voltou rapidinho. Foi tão ridículo de assistir que ficou engraçado. Repito, vai com calma, Prison Break, está perdendo o que fez das suas temporadas serem tão incríveis: A inteligência dos planos e claro, a condução da história.

Na próxima terça-feira (23), teremos um novo episódio e saberemos o que acontecerá com Michael Júnior que agora é refém de Jacob. E entramos na reta final, com apenas dois episódios restantes. Até lá!

Avatar

Letícia Garcia

Paulista, jornalista e apaixonada por séries e futebol. Grey's Anatomy é a série da vida, mas também é fã de Spartacus, Supernatural, Vikings, Sons of Anarchy e Friends

No comments

Add yours