Produtores e elenco de GLOW comentam a polêmica cena do aborto

Imagem: Netflix/Divulgação

Estamos em 2017 e ainda não é comum ver o aborto ser tratado abertamente na TV. Adicione a isso o fato de que GLOW está situada no ano de 1985, e parece que a série Netflix pode estar à frente de seu tempo.

A série de luta feminina tomou uma pausa do drama que seguiu dentro do ringue para encerrar um arco pessoal que da personagem principal de Alison Brie, Ruth Wilder, que estava sendo desenvolvido desde o primeiro episódio: o aborto que a personagem decidiu fazer após descobrir que estava grávida do marido da ex-amiga.

“Teve muito sentido para mim quando li o roteiro”, comentou Brie em entrevista ao The Hollywood Reporter. “Eu respondi imediatamente. Era assim que eu reagiria se eu fosse Ruth, e não o questionei.”

Continua após a publicidade

As co-criadoras de GLOW, Liz Flahvie e Carly Mensch disseram que a decisão de Ruth não era corajosa. Em vez disso, era realista.

“Nós não tivemos alguma intenção inicial de expor isso em algum lugar da temporada, apenas surgiu organicamente”, explicou Mensch ao THR. “Nós tínhamos muitas discussões acaloradas na sala de escritores sobre se queríamos mostrar o aborto. Se estivéssemos contando histórias honestas sobre as coisas que as mulheres passaram, seja nos anos 80 ou agora, nós conversamos e sentimos muito nas mesas de leitura que não devíamos evitar mostrar uma vez que se trata de uma experiência real”.

O episódio também serve como um vínculo para Ruth e Sam, que até então haviam discutido a autoridade de Sam e a atitude de Ruth. Embora Sam tenha a levado para a clínica, ela não esperava que ele ficasse. Quando Ruth chega na clínica, a mulher na equipe presume que Sam seja o namorado de Ruth. Sam diz que ele é o marido dela sem dar uma pitada. “Não foi o momento certo para nós. Com sorte, odiamos crianças”, diz ele, em um gesto de apoio.

Meses depois de filmar a cena, Maron disse que ainda está sufocado pelo momento. “Esse episódio é emocionalmente e pesado, mas muito direto”, ele disse para THR . “É aí que a conexão e a relação entre eles mudam. Poderíamos sentir o peso dela, apenas do meu personagem mostrando-se assim. Isso definitivamente selou o acordo”.

Mas entre o segredo que a personagem terá de manter para si, e o significado deste acontecimento, qual a reação disso para a Ruth? “Ela não tem dúvidas sobre o fato de que queria fazer o aborto, mas é realmente um momento em que ela olha para trás e vê o que ela fez da vida e quem ela é”, diz Brie. “É um sentimento realmente nojento de ‘É por isso que estou nesta posição’. E isso é perturbador para ela.”.

Ela acrescenta: “No nono episódio, há um momento entre Ruth e Debbie quando elea começam a falar um ao outro de uma maneira íntima pela primeira vez desde o piloto, e elas não conseguem fazê-lo. Não muito pronto, e acho que parte disso tem a ver com Ruth sabendo sobre toda a extensão das repercussões de seu mau comportamento”.

Todos os episódios de GLOW encontram-se disponíveis na Netflix

Tags Glow
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours